O melhor do Barlavento algarvio

1 Agosto | 2019 | Goodyear

Praias idílicas escondidas por falésias imponentes, baías de águas calmas, grutas surpreendentes. A costa ocidental do Algarve tem muito para descobrir e, de Sagres a Albufeira, com passagem por Portimão e Lagos, a Goodyear sugere-lhe um roteiro pelo Barlavento para este verão.

As praias do Barlavento

O Barlavento não tem, naturalmente, a exclusividade das praias de sonho do Algarve mas é na costa ocidental que podemos encontrar alguns dos areais mais paradisíacos da região. A começar na Arrifana, no concelho de Aljezur. Localizada numa enseada protegida arribas imponentes e devidamente enquadrada pelo casario da aldeia que lhe dá o nome, é procurada durante todo o ano por praticantes de surf e bodyboard.

Um pouco mais para sul, no concelho de Vila do Bispo, fica a praia do Castelejo. Integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a praia oferece um longo e branco areal, rodeado pelas arribas pretas de xisto. O mar é rico em peixe e marisco. Descendo mais um pouco, chegamos à praia da Ponta Ruiva, assim chamada devido a um enorme leixão de cor rubra no extremo sul da praia. É ali que os surfistas, que são quem mais frequenta a praia, gostam de experimentar as ondas mas há espaço para toda a gente.

Dando a volta à ponta de Sagres e entrando na costa sul do Algarve, encontramos a praia do Barranco, não muito longe do Zavial. Para lá chegar é preciso percorrer os 5km de uma estrada de terra batida mas vale a pena o esforço, já que é uma praia pouco concorrida e bem conhecida peor quem gosta de mergulhar à procura da fauna marinha. Mais conhecida é a praia da Salema, situada a meio caminho entre Sagres e Lagos. Há dois anos, os jornais britânicos Guardian e Telegraph incluíram-na na lista das 50 melhores praias do mundo. Bem concorrida e com muito sítio à volta para petiscar, pode ainda observar os pescadores a regressar da faina.

Se há praia que dispensa apresentações é Benagil, quanto mais não seja pela mundialmente famosa gruta do Algar. Situada junto a uma aldeia de pescadores, a praia é banhada por um mar tranquilo. Para visitar a gruta, o melhor é alugar um barco mas, nesta época, convém fazê-lo com antecedência. Fora de questão está nadar até lá, já que as correntes são muito fortes. Por fim, não deixe de dar um salto à praia dos Salgados, situada entre Armação de Pera e Galé. Com um areal extenso, pode encontrar, para além das dunas, a Lagoa dos Salgados, um ponto de passagem para muitas aves migratórias.

As cidades do Barlavento

As cidades mais conhecidas do Barlavento algarvio são Lagos e Portimão e ambas valem bem a visita. A primeira é uma das cidades mais bonitas do Algarve e parte do centro histórico, junto à foz da Ribeira de Bensafrim, remonta ao século XV. O Infante D. Henrique por lá viveu e fez de Lagos uma das bases navais dos Descobrimentos. Aliás, um dos mais famosos navegadores portugueses, Gil Eanes, era natural de Lagos.

A cidade está bem servida de praias. As mais procuradas da zona são a Dona Ana, Camilo, Porto de Mós e Meia Praia. Há também muito e bom sítio para comer. Mesmo no centro de Lagos, junto ao cemitério, fica o Escondidinho, onde a sardinha e o carapau dominam a ementa, até mesmo em rodízio! Do outro lado da ribeira, não muito longe da Meia Praia, fica A Barrigada que, como o nome indica, é como vai sair de lá, principalmente se pedir o rodízio de peixe. Mais para o interior, na Torre, antes de chegar a Odiáxere, fica a Casa Chico Zé. O restaurante, espaçoso, fica numa casa feita de pedra, só serve almoços e o menu tem como prato forte os grelhados.

Ferragudo

Portimão é a segunda maior cidade do Algarve e um dos destinos favoritos para quem passa férias no Algarve. Em tempos capital da indústria conserveira portuguesa, a cidade está hoje, naturalmente, virada essencialmente para o turismo, ou não estivessem ali à mão de semear algumas das praias mais emblemáticas do Algarve. A começar pela Praia da Rocha, uma das mais concorridas estâncias balneares do país e onde não falta sequer um casino. Junto à vila do Alvor fica a praia dos Três Irmãos, abrigada entre rochedos e com um extenso areal. Mesmo ao lado fica a Prainha, feita de pequenos areais em forma de concha. E vale também a pena experimentar a a praia de João de Arens, um pequeno paraíso não muito longe da mais conhecida praia do Vau.

Sítios para bem comer também escasseiam. A começar na Taberna da Maré, um clássico local e um dos mais antigos restaurantes de Portimão. A não perder: a caldeirada, a feijoada de búzios e os carapaus alimados. Outro clássico portimonense é o Toino Zé – O Mata Porcos onde, apesar do nome, não se come só porco, embora as bifanas sejam um ex-libris da casa. Experimente a massada de cação. Do outro lado do rio Arade, em Ferragudo, encontramos o Sueste, um dos melhores no que ao peixe fresco diz respeito.

As sugestões estão dadas. Faça então as malas e parta nestas férias à descoberta do Barlavento algarvio.

Good Year Kilometros que cuentan