0 Anticongelantes: tudo o que precisa de saber sobre o líquido essencial na refrigeração do motor - quilometrosquecontam

Anticongelantes: tudo o que precisa de saber sobre o líquido essencial na refrigeração do motor

28 Novembro | 2019 | Goodyear

Sabe o que são exatamente os anticongelantes? Na Goodyear, dizemos-lhe que tipos existem, as suas características e manutenção

O motor é o elemento chave para o funcionamento do automóvel. Não importa se conduzimos um veículo cheio de extras e com a tecnologia mais recente: se o motor falhar, não podemos viajar. É por isso que é crucial mantê-lo em perfeitas condições e cuidar dos seus componentes, e uma das maneiras mais importantes de fazê-lo é por meio do líquido refrigerador, que conhecemos normalmente como anticongelante.

O que é o anticongelante?

Embora líquido refrigerador e anticongelante pareçam termos antagónicos, a verdade é que no mundo dos motores eles não o são tanto. O anticongelante é uma das propriedades do líquido de refrigeração usado nos veículos, mas não é o único. Esse líquido também serve para arrefecer o motor, permitindo que trabalhe na temperatura certa sem sobreaquecer.

A composição do líquido de refrigeração é, numa proporção muito alta, água; Isso significa que, se um aditivo que não congele esse líquido não for adicionado, ele poderá solidificar durante os meses mais frios do ano. Além disso, a água é corrosiva, portanto o líquido de arrefecimento deve proteger o motor desse fator com outro tipo de componentes.

Que tipos de anticongelante existem?

Um corante é adicionado ao anticongelante para dar uma cor específica, o que indica o tipo de líquido que estamos a usar e quais propriedades que oferece ao motor. No entanto, cada fabricante usa as suas próprias cores, sem uma unanimidade de critérios que nos ajude a identificá-las.

Dependendo da temperatura de congelação e do ponto de ebulição atingido, estaremos perante um tipo de anticongelante ou outro. Tais temperaturas dependem do etilenoglicol, o álcool que é usado ​​no líquido refrigerador há quase 100 anos: dependendo do grau de pureza usado no etilenoglicol, o anticongelante pode suportar mais ou menos temperaturas extremas.

– 10% de etilenoglicol: pode ser usado entre -4ºC e 102ºC.

– 25% de etilenoglicol: pode ser usado entre -12ºC e 103ºC.

– 50% de etilenoglicol: pode ser usado entre -37ºC e 108ºC.

Além disso, os anticongelantes podem diferenciar-se entre orgânico, inorgânico e híbrido:

Orgânicos: duram muito mais, atingem temperaturas mais baixas de congelação, protegem todos os elementos do motor da corrosão (incluindo plásticos e alumínio) e são mais ecológicos.

Inorgânicos: não são tão completos quanto os orgânicos: duram menos, congelam mais cedo e não protegem todos os materiais que compõem o motor.

Híbridos: são apenas utilizados em alguns modelos e as suas propriedades são uma mistura de orgânicos e inorgânicos.

Que anticongelante devemos escolher para o nosso carro?

Ao escolher o melhor anticongelante para o nosso veículo, precisamos de ter em conta alguns fatores importantes que o líquido de refrigeração deve ter:

Baixa temperatura de congelação, especialmente se moramos em áreas montanhosas ou muito frias. Ao mesmo tempo, a temperatura de ebulição deve ser alta para que o líquido refrigerador retenha todas as suas propriedades.

Baixa viscosidade para ser facilmente transmitida pelo motor.

– Propriedades anticorrosivas para cuidar dos elementos do motor.

– Propriedades antiincrustantes para que o cal não se acumule.

– Propriedades anti-cavitação para que não se forme espuma que possa obstruir o circuito.

É importante dar ao nosso automóvel produtos de qualidade, pois disso dependerá o funcionamento correto do motor..

Quando devemos trocar o anticongelante?

O líquido de arrefecimento, tal como o óleo, deve ser trocado de vez em quando ou após determinado número de quilómetros para que transmita todas as suas propriedades ao motor. O ideal é fazê-lo a cada dois anos, no máximo, ou a cada 40.000 quilómetros, se circularmos todos os dias.

Caso contrário, corremos o risco de o líquido não reter todas as suas propriedades, pois é composto de água, corantes, antioxidantes, anticorrosivos e uma certa porcentagem de etilenoglicol que varia de produto para produto. Todos esses componentes fazem com que o líquido refrigerador atinja a duração recomendada.

O número de 40.000 quilómetros ou dois anos aplica-se principalmente ao anticongelante orgânico, uma vez que os inorgânicos têm menos durabilidade. No entanto, é importante verificar os níveis do líquido refrigerador todos os anos. Aproveitar a revisão anual do carro é um bom momento para os mecânicos verificarem que ainda existe um nível suficiente e que, além disso, está em boas condições e que não há sujidade, detritos sólidos, calcários etc.

 O anticongelante é um dos elementos mais importantes do líquido refrigerador, e controlá-lo é essencial para manter o motor do nosso carro em perfeitas condições. Se cuida do seu veículo e faz a manutenção mínima por si só ou com ajuda de profissionais, não precisa de se preocupar.

Good Year Kilometros que cuentan