0 Saiba quais são os automóveis mais roubados na Europa - quilometrosquecontam

Saiba quais são os automóveis mais roubados na Europa

20 Novembro | 2019 | Goodyear

Fique a saber quais são as marcas de automóveis preferidas pelos larápios europeus

Por muito que as tecnologias anti-roubo avancem, o automóvel continua a ser um dos objetos preferidos dos ladrões. A necessidade aguça o engenho e por cada medida que seja tomada para minimizar os assaltos não demora muito tempo para que os larápios desenvolvam as suas próprias contra-medidas.

A plataforma digital Stolencars24, uma  verdadeira base de dados para automóveis roubados na Europa, reúne uma série de estatísticas sobre o furto de carros no Velho Continente, incluindo os países onde o problema é maior e quais as marcas preferidas pelos amigos do alheio automóvel.

Portugal está, para já, fora das estatísticas compiladas pela StolenCars 24 mas o último Relatório de Segurança Interna, de 2018, dá uma panorama geral do furto de automóveis no nosso país. Com uma (relativa) boa notícia: no ano passado, o número de veículos roubados em Portugal foi de 9.964, uma redução de 3,8% em relação a 2017, quando o número de furtos foi de 10.254. O mesmo aconteceu no que diz respeito ao roubo violento de viaturas, que baixou de 117 para 106 entre 2017 e 2018, menos 10,9%. Como seria de esperar, foi nos grandes centros urbanos que o roubo de automóveis mais se fez sentir, nomeadamente nos distritos de Lisboa, Porto e Setúbal, que reuniram dois terços dos furtos de viaturas.

Alemanha no topo da lista

Passando então para a Europa e para as estatísticas compiladas pela plataforma StolenCars24, a Alemanha aparece como líder nesta pouco recomendável lista. A maior economia da europeia vale mais de dois terços dos roubos de automóveis registados na base de dados, 36%. A vizinha Áustria aparece num longínquo segundo lugar, com 13%, com o Reino Unido a fechar o pódio dos roubos de viaturas, com 6%.

Itália e França aparecem logo a seguir, com 5%, aparecendo depois a Polónia (4%), a Espanha (3%), a Holanda e a República Checa (2%). Os restantes países europeus chegam, em conjunto, aos 24% dos furtos, quase um quarto do total.

Volkswagen, o preferido dos assaltantes

Sendo a Alemanha o país onde mais automóveis são “desviados” dos seus legítimos proprietários, não causa estranheza o facto das marcas germânicas serem igualmente as preferidas dos ladrões. Neste capítulo, o “vencedor” destacado é a Volkswagen, com 21% dos roubos registados na StolenCars24, seguida por mais três marcas de automóveis alemãs: BMW e Audi, com 13%, e Mercedes-Benz, com 10%

A grande distância do quarteto germânico estão Renault e Ford, com 4% dos veículos furtados, numa lista que se completa com Skoda, Toyota e Fiat, todas com 3%. As restantes marcas, que não são identificadas no estudo, valem 26% dos roubos de automóveis, pouco mais de um quarto do total.

Conselhos da PSP

Para evitar o roubo de automóveis, a Polícia de Segurança Pública (PSP) enumera uma série de conselhos destinados a dissuadir os amigos do alheio

  • Tranque as portas.
  • Guarde as chaves sobressalentes em casa ou no seu bolso, mas nunca no interior da viatura.
  • Substitua os fechos de segurança das portas por hastes finas sem cabeça. É assim praticamente impossível puxá-los com um arame.
  • Quando estacionar, deixe o lado do motor virado para o local mais visível. Se alguém lhe mexer será mais facilmente detectado.
  • Mesmo que a sua ausência seja breve, nuca deixe o motor a trabalhar. Nem mesmo num parque de estacionamento.
  • Use tranca, bengala de pedais ou de volante visível do exterior.
  • Use um tampão do depósito de gasolina com fechadura.

E lembre-se sempre: 

  • O ladrão profissional conhece todos os esconderijos.
  • E conhece muito, mesmo muito mais do que você, de automóveis.
  • Faça instalar no seu automóvel, por um técnico especializado, um dispositivo anti-roubo. Há-os de várias espécies e a preços acessíveis. Não são infalíveis mas podem afastar o “amador” e tornar a vida difícil ao “profissional”.

 

Good Year Kilometros que cuentan