Marionetas e crianças, receita para uma tarde divertida

Já levou os seus filhos a conhecer o Museu ou a Casa da Marioneta? Conheça aqui duas recomendações Goodyear para uma tarde inesquecível com as crianças.

Este fim de semana vai ser passado com marionetas! Como todos os pais, aqui na Goodyear somos fãs de visitas e passeios que metam os mais pequenos a imaginar e a criar os seus próprios mundos. E, quando toca à criatividade, as marionetas são um estimulante fantástico: desde a construção das peças à conceção e apresentação de uma história, é um mundo de possibilidades que maravilha as crianças e apaixona os adultos. O Museu da Marioneta, em Lisboa, e a Casa da Marioneta, em Sintra, são duas propostas que os seus filhos vão adorar conhecer.

Marionetas e crianças, receita para uma tarde divertida

Museu da Marioneta

O Museu da Marioneta já tinha sido alvo de atenção aqui no Quilómetros Que Contam, mas vale sempre a pena regressar ao Convento das Bernardas para conhecer as novidades e os programas entretanto lançados para as famílias ou só para os mais pequenos. Se esta for a sua primeira visita ao museu prepare-se, porque a coleção é impressionante.

Inaugurado em 1987, foi a primeira exposição em Portugal para as marionetas desde que o antigo Teatro do Bairro Alto fechou em 1755 e está neste espaço, na Rua da Esperança, desde 2001. Para além das peças de origem nacional, tem hoje em dia exemplares de vários outros locais do mundo, divididos ao longo seis núcleos, incluindo máscaras e títeres de varão, utilizados tanto em teatro erudito como de cariz popular. Conta ainda com exposições temporárias regulares, como é o caso da dedicada aos “20 Anos do Cinema de Animação da JPL Filmes”, patente até ao final de Abril.

As manhãs dos últimos domingos do mês do museu são Criativas: pais e filhos, avós e netos, tios e sobrinhos, são convidados a participar em oficinas de construção de marionetas. Em março (26) dedica-se espaço às experiências com a animação stop-motion e em abril (30) haverá tempo para reciclar materiais e construir marionetas com as criaturas da primavera. Dia 8 de abril, com o actor Bruno Magina, será a vez de apresentar a diversidade das famílias através também da construção de marionetas. Assim se prova como estes “brinquedos” aparentemente inocentes podem ser uma rica forma de introdução de temas e discussões. Para além destas atividades, o museu tem visitas guiadas só para famílias e uma programação muito dinâmica, por isso esteja atento às propostas para crianças e famílias.

Casa das Marionetas

Em Agualva, no concelho de Sintra, no Jardim da Anta, a Casa da Marioneta tem a mesma paixão mas uma abordagem diferente. Enquanto o Museu do Convento das Bernardas nasceu como um espaço expositivo e de recolha histórica, aqui a intenção é claramente experimental. Abriu portas em 2015 com programação da responsabilidade da Companhia Valdevinos e procura aproximar a população da região do teatro, da literatura e das expressões plásticas, desenvolvendo forte atividade em qualquer uma destas vertentes.

A Casa do verde e agradável Jardim da Anta tem programação regular de espetáculos tanto de marionetas como de música e outras artes performativas, para todas as idades, mas as crianças têm, naturalmente, uma atenção muito especial. É para elas que foi desenhada a oficina de modelagem Insectarium, ou A Rainha das Cores, em que se vai contar uma história com tecidos coloridos e pinturas, ou ainda as sessões de pintura de azulejos. Para os mais pequenos dos pequenos, as sessões de Teatro para Bébés servem para estimular todos os sentidos e verem os seus pais a serem convidados a também fazer parte. Os mais crescidos, podem participar em cursos de teatro e de palhaços.

Apesar do seu aspeto primitivo quando comparadas com tantos dos brinquedos e outras formas de entretenimento com que as crianças contam hoje, as marionetas continuam a despertar-lhes enorme interesse e curiosidade. A faceta táctil, mãos na massa, e o universo de possibilidades criativas que estes pequenos bonecos permitem nunca se esgotam, por muitos anos e gerações que passem. As crianças sabem reconhecer isso de forma muito instintiva e é por isso que uma tarde passada com marionetas será sempre uma tarde muito divertida.