7 castelos e palácios em Portugal

27 Maio | 2019 | Goodyear

Se há maneira de conhecer a história de um país é visitando os lugares onde essa mesma história se passou. E os castelos e palácios foram muitas vezes o cenário para muitos dos episódios que encontramos nos livros e nos recordamos das aulas.

Com 900 anos de história – sem contar com tudo o que aconteceu antes da fundação do país, em 1143, – é fácil encontrar castelos de palácios na maioria das localidades de Portugal. Sejam estas de grande, média ou até pequena dimensão.

Escolhemos 7 castelos e palácios que poderá conhecer, apreciar e explorar na sua próxima viagem pelo país. Fazemos deles uma rota, mas poderá visitá-los um de cada vez, ou escolher alguns para conhecer, apreciar e explorar na sua próxima escapadela de fim-de-semana.

Castelo de Óbidos

O Castelo de Óbidos está bem conservado e integrado numa paisagem magnífica. Faz-nos sonhar. É nas imediações do castelo que se realizam anualmente o Mercado Medieval, o Festival Internacional de Chocolate e o Óbidos Vila Natal. Apesar de não poder visitar a totalidade do Castelo que foi há muito transformado numa Pousada, pode apreciá-lo de fora, no epicentro da vila medieval. Pode no entanto visitar algumas zonas como a Cerca, o Jardim e o Terraço/ Miradouro que se situa na frente ao Castelo, como explica a autarquia.

Palácio Nacional da Pena

Qual é a cidade mais hospitaleira de Portugal?

O Palácio Nacional da Pena, em Sintra, tinha de estar presente nesta lista. Afinal é um dos mais emblemáticos monumentos portugueses. Um edifício romântico, que acompanhou a passagem do tempo, constituindo um repositório de épocas e gostos.

Foi fundado por D. Fernando II, o rei-artista. O espaço é labiríntico, multifacetado, até enigmático, combinando estilos gótico, rocaille, exótico. Está perfeitamente integrado na envolvente: a Serra de Sintra, o mais importante acidente geológico a norte de Lisboa. Sintra e os seus palácios foram,

Castelo dos Mouros

Um dia de arqueologia júnior em Sintra

Também em Sintra, o Castelo dos Mouros é outro local misterioso. A paisagem é única, ao longo dos caminhos de ronda entre penedos e penhascos, estendendo-se até ao mar. O castelo foi foi construído no século X após a conquista muçulmana da Península. A partir daqui podemos partir para passeios de pónei ou a pé, escalada e visitas guiadas pela serra e pela vila.

Castelo de Almourol


A próxima sugestão é o Castelo de Almourol. Fica numa ilha rochosa e parece saído de uma daquelas populares séries do género fantástico. Localizado perto do cais de Tancos, no meio do rio Tejo, o edifício transporta-nos para o passado, integra-nos num romance histórico.

Pertenceu à Ordem dos Templários, que era responsável pela defesa do território logo após reconquista cristã. Esteve abandonado, tendo sido recuperado na época do Estado Novo. Há passeios em embarcações, com partida do cais de Tancos, que fazem uma paragem na ilha, para que possa visitar aquele espaço.

Castelo de Marvão

A proposta seguinte fica no Alentejo. O Castelo de Marvão fica a mais de 800 metros de altitude e tem uma vista de cortar a respiração a partir das muralhas. A vila de Marvão nasceu dentro das antigas muralhas medievais e daí se pode vislumbrar até à fronteira.

O espaço está bem conservado, atraindo deste modo turistas com o seu pitoresco charme. O edificado está nas proximidades do Parque Natural da Serra de São Mamede. Para lá chegar deverá estacionar o carro nas portas da muralha e caminhar pelas ruas estreitas ladeadas por casas brancas.

Castelo de Arraiolos

O carro fica junto da rotunda da Chave, em Arraiolos. Depois sobe-se pelo caminho que passa pela Ermida de São Pedro da Ribeira e chega-se às muralhas da nossa próxima sugestão. O Castelo de Arraiolos. Construído em 1305 é dos poucos no mundo com uma arquitetura circular.

No interior encontram-se a Igreja do Salvador e outras construções, infelizmente degradadas pelo tempo em muitos casos. As muralhas elipsoidais e extenso relvado encontram-se em excelente estado de conservação. Fica no cimo do Monte de São Pedro e a partir dali tem-se uma vista de 360 graus sobre a planície alentejana.

Palácio do Buçaco


O Palácio do Buçaco, na região da Mealhadatalvez mais conhecida pelo leitão – é outro monumento que não pode deixar de visitar numa das suas escapadinhas. Foi erigido na Mata do Buçaco e conta, no interior, com várias obras de arte de vários momentos da monarquia e azulejos com inscrições referentes aos Lusíadas de Camões.

É um hotel há muitas décadas e é, desde 1917, considerado um dos mais belos, românticos e históricos hotéis do mundo.

Good Year Kilometros que cuentan