Cavaleiros modernos: 6 opções para passeios a cavalo

Um fim-de-semana diferente e relaxante? Passeios a cavalo à beira-mar ou sob o rumor doce dos bosques de verão. Assim são os cavaleiros modernos.

A comodidade das modernas viaturas está fora de questão. Percorrer o país inteiro de norte a sul em viagens que duram menos de um dia pareceria ficção aos ouvidos dos avós dos nossos avós, mas é uma realidade que devemos ao desenvolvimento do motor e ao abandono do que tinha sido, até a então, a ferramenta mais importante no transporte humano: a tração animal. Se ainda hoje medimos a potência do motor no número de equinos é porque deixaram uma pegada difícil de apagar! Transformada para sempre a sua função utilitarista, hoje perdura o cavalo como desporto. É, afinal, uma manifestação dum interesse e amor pela natureza descoberta sobre os estribos.

Aliás, Portugal conserva uma ímpar tradição. A equitação tradicional é praticada desde o século XVIII, empregando não apenas o estilo, mas os mesmos trajes da época, sendo ainda uma arte associada ao mundo tauromáquico. Contudo, não é precisa uma dedicação assim tão profunda para desfrutar do mundo do cavalo. Hoje podemos passar um fim-de-semana diferente e relaxante, incluindo passeios equestres à beira-mar ou no fresco dos bosques de verão.

Mais a norte

Na Serras de Aire e Candeeiros, no Centro Hípico de Alcaria, poderá encontrar o seu próximo companheiro de passeio. A equipa tem formação específica e os cavalos foram treinados, sendo seguros para passeios, tenha ou não experiência.

Consoante a idade, a duração, a experiência do cavaleiro o preço pode variar entre 25 euros (para menores de 12). A atividade mais completa “Experiência Equestres” inclui uma manhã teórica para aprender a tratar de um cavalo. Inclui regras de segurança, cuidados diários que um cavalo precisa, noções básicas de equitação e uma aula de volteio. São cinco horas de atividade por 75 euros. Outras opções incluem passeios temáticos por um dia que podem ascender aos 123 euros por sete horas de atividade. Poderá ainda optar por um de quatro passeios: “Pia da Ovelha e Estrada Romana”, “Passeio Caminhos do carvão”, “Rota da Fórnea” ou “Pia do Urso e Gruta da Moeda”.

cavaleiros - Quilometrosquecontam

No centro

Em Sintra é possível dar um belo passeio a cavalo rodeado pelo ar puro da serra. Antes de mais, deverá assegurar-se que há vaga, pois a experiência só é possível mediante reserva prévia. Depois, terá de adquirir o bilhete para o Parque da Pena, explica o Parques de Sintra, Monte da Lua. Finalmente, é procurar a Abegoaria da Quinta da Pena, aberta ao público, e partir para passeios a cavalo pelo parque.

Consoante a duração do passeio (de 30 minutos a seis horas) a experiência irá custar entre 15 e 100 euros. Depois é usufruir dos jardins, das horas, dos locais para piquenique. A pensar nas crianças existe também a opção de passeios de pónei, uma novidade, na zona da Quinta Ornamental. O pónei foi especialmente treinado para o efeito e o passeio é acompanhado por um guia. São sete euros por 15 minutos.

Na Tapada de Mafra, a informação disponível é bem sucinta, mas o essencial está lá: “Caminhos e trilhos menos habituais da Tapada” . Passeios de uma hora, na tranquilidade da floresta, na calma e plenitude de um passeio a cavalo. O custo: 30 euros por pessoa. No entanto deverá consultar o programa em vigor para mais informações e disponibilidade e horários.

Mais a Sul

Se prefere outro tipo de clima, no Alentejo, vai encontrar na  Comporta passeios de cavalo, de bicicleta ou em kayak. Foquemo-nos nos Cavalos na Areia. A região é um “autêntico paraíso natural que tem para oferecer, aos seus visitantes, praias lindíssimas”. É um areal a perder de vista, mas também campos de arroz, casas típicas de pescadores, além da gastronomia. E claro, como não poderia deixar de ser, uma diversidade de espécies de animais que ali escolheu viver. Aliás, pode recordar o artigo que publicamos recentemente sobre as praias desta zona.

Os cavalos, “dóceis e pacientes”, são dez e toleram inclusivamente crianças. Mas, o seguro morreu de velho e o instrutor José Ribeira “irá garantir o conforto e confiança para um passeio inesquecível pelas deslumbrantes paisagens que a Comporta tem para oferecer, mesmo que nunca tenha montado antes”. Mais uma vez os preços variam com a época, a duração do passeio e há até aulas de equitação. Os passeios variam entre 50 e 80 euros.

A cavalo -Quilometrosquecontam

De Grândola a Porto Covo

Um pouco mais a sul, encontra a Quinta do Almargem, uma propriedade e uma coudelaria que está na família desde o século XVII. É sempre interessante este tipo de visita, pois na zona da propriedade inicial ainda resiste a casa principal onde residem vários membros da família. Será que o acompanham no passeio? A coudelaria propriamente dita foi fundada em 1990, pelo arquiteto Luís Ressano Garcia Lamas e tem como objetivo principal a criação de cavalos de desporto, nomeadamente para a resistência equestre apostando na sua beleza e funcionalidade. Em 2010 começaram a promover passeios a cavalo, na serra de Grândola e na praia de Melides.

E, ainda por cima, não é preciso ter qualquer experiência equestre, pois os cavalos são calmos e mansos e fáceis de montar. Passear na serra, a cavalo, em qualquer época do ano, é então uma excelente opção. Os passeios seguem por trilhos pouco explorados da Serra de Grândola, onde a floresta centenária de sobreiros se desenvolve no seu estado natural. Consoante a época do ano ou as opções de degustação dos vinhos da quinta o passeio poderá variar entre 40 e 55 euros.

Com a paisagem da Ilha

Desta vez o mais a Sul que vamos é à Herdade do Pessegueiro, envolta pela beleza quase sufocante do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a 180 km de Lisboa, a Herdade oferece uma série de propostas muito diversas e graduais, que abrangem tanto uma aproximação informal ao mundo do cavalo com passeios curtos, durante cerca de uma hora, até viagens de seis dias para os cavaleiros mais experientes. O passeio de uma hora prolonga-se na costa entre a Ilha do Pessegueiro e Vila Nova de Milfontes, um percurso de íngreme formosura.

Os preços das experiências variam também entre os 15 euros (para crianças) a 150 euros. Neste caso é um dia específico para os amantes da equitação, onde tem o prazer de montar duas horas de manhã e duas horas à tarde, para desfrutar das belas paisagens bem como do prazer de trotar e galopar pelos campos e praia. No valor está incluído um piquenique à hora de almoço e alojamento por uma noite.

Há algo mágico nos cavalos e na sensação de liberdade e de contacto com os elementos. Este fim-de-semana a sugestão é experimentar um passeio a cavalo.