10 clássicos de natal para a música da consoada

Família que canta unida, celebra unida, e qualquer um destes “clássicos” de natal que a Goodyear escolheu é o ideal para acompanhar a vossa consoada.

Hoje é o grande dia. A família e, em alguns casos, os amigos mais próximos reúnem-se em torno de uma mesa composta pelas mais tradicionais iguarias da época. Bacalhau, lombo, filhoses, rabanadas. E, acima de tudo, espera-se, muita alegria por reunir todos em torno da celebração do nascimento do menino Jesus.

A Goodyear dispôs-se a ajudar na organização e escolheu para si 10 clássicos de Natal e criou uma lista para que toda a família cante e dance em conjunto, desde o momento dos aperitivos e da preparação da mesa e da decoração da casa dos anfitriões.

Já vestimos a nossa camisola kitsch de Natal e colocámos os gorros na cabeça. Pode agora colocar a tocar os melhores temas de Natal para a melhor consoada do ano.

Covers de Natal

Em novembro de 2013, Ariana Grande lançou este cover de Last Christmas, dos Wham, a banda de George Michael nos anos 80. Foi a primeira de uma série de músicas de Natal que a cantora e compositora norte-americana anunciou lançar semanalmente naquele ano. No final deu lugar a um EP, Christmas Kisses composto por covers de músicas clássicas de Natal. A cantora continuou a lançar músicas de Natal no ano seguinte a propósito do lançamento da edição especial para o Japão.

Por incrível que pareça esta versão já está a celebrar o sétimo aniversário. “Santa Claus Is Coming To Town”, de Justin Bieber, integra o álbum de 2011, “Under the Mistletoe”. Santa Claus Is Coming to Town (ou também Comin ou Coming’) é uma canção de 1934, escrita por J. Fred Coots e Haven Gillespie, e cantada pela primeira vez por Eddie Cantor. Mais de uma centena de artistas já interpretaram esta canção, incluindo, os Aerosmith, The Carpenters ou até Frank Sinatra. Não deixe de se surpreender – como nós – com a lista “interminável” de intérpretes nesta entrada da Wikipédia.

All I want for Christmas is you é uma das canções mais ouvidas no Natal. A música de Mariah Carey, de 1994, continua a tocar Natal após Natal, sendo incluída nas playlists de Natal de rádios, mas também daqueles que fazem compilações de músicas para ouvir em família. Segundo a revista “The Economist”, a cantora já ganhou mais de 60 milhões de dólares acumulados em royalties desde o lançamento da cancão. Em 2016, o tema foi tocado mais de 210 milhões de vezes no Spotify.

White Christmas é outra música com múltiplas versões. Escolhemos a versão, calminha, de Taylor Swift. Integra o álbum Sounds of the Season: The Taylor Swift Holiday Collection, mais conhecido por The Taylor Swift Holiday Collection. Foi lançado em 14 de outubro de 2007 pela gravadora Big Machine. Foi relançado em 2008, nas lojas digitais como o iTunes e a Amazon.com.

Mais clássico

Num outro estilo mais clássico e envolvente, Carol of the Bells é um cover de uma composição original do músico ucraniano Mykola Leontovych, aqui interpretado por Lindsey Stirling. Foi composto essencialmente para violinos, mas os sinos sintetizados dão à música um som mais moderno. É uma música de Natal que também tem sido alvo de inúmeras versões como é o caso dos Pentatonix que a cantam de uma forma harmónica e equilibrada.

Por falar em Pentatonix, escolhemos uma balada de Natal para acompanhar o tempo de reflexão que deve também fazer parte das celebrações do Natal. Where are you Christmas? Curiosamente a música original foi coescrita por James Horner, Will Jennings e Mariah Carey, para o filme Grinch, de 2000. Uma versão mail longa chegou a ser gravada por Carey, mas não chegou a ser publicada. A música veio a tornar-se conhecida na versão de Faith Hill. É mais uma música que conta com várias versões.

Mais antigo

Do They Know It’s Christmas? foi originalmente gravado em novembro de 1984, por um conjunto de artistas que se intitulou Band Aid, alcançado o primeiro lugar dos tops nos Reino Unido a 15 de dezembro. O objetivo de ajudar a mitigar a fome na Etiópia. Em 1989, um nova formação foi reunida (Band Aid II) com o mesmo objetivo e a canção voltou a conquistar o lugar de topo nos tops britânicos. Como não há duas sem três, em 2004, uma terceira formação (Band Aid 20) voltou a gravar a música para celebrar duas décadas do projeto. Novamente a música alcançou os tops. E, em 2014, uma nova geração de músicos (Band Aid 30) gravou nova versão.

Jingle Bell Rock é uma popular canção de Natal. Foi originalmente gravada por Bobby Helms em 1957, altura em que obteve um grande sucesso. Ao longo dos anos, a canção foi alvo de versões de diferentes artistas. A mais notável das covers terá sido a do grupo Bill Haley & His Comets. O single só foi liberado 30 anos, na década de 1990. Entre outros artistas que interpretaram a canção estiveram Brenda Lee (1964 e 1967). Depois a música teve também versões das Girls Aloud, de Hilary Duff, de Chris Brown ou de Lindsay Lohan.

Frosty, The Snowman de Ella Fitzgerald é conhecida certamente de todos. Um verdadeiro clássico. Faz parte do álbum Ella Wishes You a Swinging Christmas, de 1960. A cantora de jazz norte-americana gravou-o durante o verão de 1960, contando com arranjos de orquestra em estúdio conduzidos por Frank DeVol.

E porque o Natal, muitas vezes é pensado como algo para as crianças, terminamos com os Kidz Bop a cantar Santa Tell Me. À semelhança de projetos como os “Onda Choc”, em Portugal, há várias décadas, esta é um grupo de crianças, que vai mudando ao longo dos anos, A Kidz Bop foi fundada por Cliff Chenfeld e Craig Balsam em 2001. Os álbuns são compostos por versões de músicas de sucesso, sendo lançados dois álbuns por ano. Há ainda uma rede de rede social e site de compartilhamento de conteúdo, Kidzbop.com. Santa Tell Me é um exemplo das obras destas talentosas crianças.