Cinco pratos típicos dos Açores e onde os encontrar

Gastronomia açoriana: quais são os pratos mais característicos e onde encontrá-los.

A gastronomia do Arquipélago dos Açores é rica e variada. Pesquisámos e encontrámos cinco pratos típicos dos Açores que tem de experimentar quando der uma escapadela ou passar uma temporada de férias mais alargada nas ilhas. Cozido, bife, lapas e cracas, queijo da ilha e, para a sobremesa, Fofas da Povoação.

Cozido das Furnas

É provavelmente o mais típico, reconhecido e típico prato da ilha de São Miguel, nos Açores. Se for a esta ilha, uma das paragens obrigatórias é nas Furnas para comer o famoso cozido.

Os vários ingredientes, incluindo inhame (um tubérculo típico das ilhas), são colocados numa panela que é enterrada junto às caldeiras naturais. Aí coze, por acção da energia geotérmica durante cinco horas.

Devido a este método único de confecção, o sabor é igualmente único e inesquecível. Este prato típico regional pode ser apreciado num dos vários restaurantes da zona, que, para o efeito, reservam diariamente buracos para confeccionar várias doses para colocar à disposição dos seus clientes. O Turismo dos Açores, recomenda reservar mesa com antecedência, devido à forte procura desta iguaria.

Duas opções são o restaurante “O Mirona” ou o “Tony’s”. Mas a oferta é muito mais abrangente.

Lapas e Cracas

Além do peixe, sempre fresco, o sabor a mar é captado pelas lapas e cracas. As lapas estão disponíveis na maioria dos restaurantes da região. Comem-se grelhadas e regadas com sumo de limão. Para degustar cracas, terá de se deslocar a uma cervejaria ou marisqueira. Estas devem ser comidas ao natural para melhor tirar partido do seu forte sabor a mar.

Para experimentar as cracas, poderá, por exemplo, deslocar-se ao “Cais 20”, um magnífico espaço, junto ao mar, em São Roque, Ponta Delgada. Este é, segundo muitos viajantes, um dos melhores locais na ilha para comer marisco, incluindo naturalmente, as cracas, as lapas ou as cavacas. A sala tem um ambiente acolhedor e fresco e o serviço é diligente. A comida: saborosa.

Bife dos Açores

As vacas vivem felizes nos Açores, logo a carne é apetitosa e de gabarito internacional. Vaca, muro, verde, vaca, vaca, muro, verde, é a paisagem que vai observar enquanto viaja pelas ilhas. Por isso, se visitar as ilhas, não pode deixar de experimentar os bifes cozinhados como só por lá se faz. É que, dizem, que ir aos Açores e não comer um bife é como “ir a Roma e não ver o Papa”.
Para provar os melhores bifes não precisa procurar muito. Já sabe que, em caso de dúvida pergunte às habitantes locais.

Em Ponta Delgada, na Ribeira Grande deve visitar a Associação Agrícola de São Miguel. Aqui servem-se nove variedades e três cortes diferentes de vaca. Outra opção é o Alcides, um lugar antigo carregado de fama. O Bife a Alcides é um naco de carne de vaca com alho e pimenta da terra. Uma delícia.  Finalmente, poderá optar pelo Bar Aliança ou pela Casa do Bife O Galego que têm nas suas ementas as respectivas versões desta iguaria micaelense.

Cinco pratos típicos dos Açores e onde os encontrar

Queijo da ilha

Não é um prato propriamente dito, mas é uma iguaria que não pode deixar de experimentar in loco. É certo que no continente também encontra Queijo da Ilha, mas no local tem outro sabor. O mais conhecido é o queijo da Ilha de São Jorge, mas as outras ilhas também têm a sua oferta, como é o caso do Queijo das Flores.

Um dos locais onde pode encontrar uma grande concentração de especialidades açorianas é o Mercado da Graça. Aí poderá encontrar o “Rei dos Queijos”, que explica detalhadamente as diferenças entre as diversas variedades de queijos. E pode, inclusive, experimentar. É o caso do queijo Lorais, muito picante e com uma cura de nove meses.

Sabia que os “Queijos da Ilha” podem ser fabricados em qualquer ilha dos Açores? É o caso do Picaroto (do Pico), do Capelinhos (do Faial) ou do São Miguel (de São Miguel). No entanto, o queijo de São Jorge não é assim. Sendo um um produto com Denominação de Origem Protegida, só pode ser fabricado na ilha de São Jorge com leite de vaca cru e um tempo de cura mínimo de três meses.

Fofas de Povoação

Na vila de Povoação o melhor petisco é mesmo a sobremesa. As Fofas da Povoação são semelhantes a “éclairs”, recheados com creme de baunilha, muita manteiga e açúcar e cobertura de chocolate. São mesmo muitas calorias. Um dos sítios em que pode deliciar-se com esta super-sobremesa em na Tabacaria Povoacence, mas praticamente todos os cafés de Povoação têm este docinho à sua disposição.