Dança a Lua Azul no céu

28 Julho | 2015 | Goodyear

A Lua Azul rachará a escuridão do nosso céu no final da semana e também do mês. Não, não pense numa imensa bolinha azul a flutuar lá em cima tingindo da mesma cor as quase imperceptíveis nuvens da noite. A Lua Azul é um processo completamente diferente: o nome faz referência às contadas ocasiões em que um mesmo mês acolhe duas luas cheias diferentes. Falamos numa situação muito pouco habitual, que acontece em intervalos de dois anos pela disposição dos dias do mês e ao período de tempo entre luas cheias: 29,5 dias.

Se fez um cálculo rápido, já perceberia que Fevereiro é o único mês em que é impossível acontecer este fenómeno uma vez que até mesmo nos anos bissextos não tem o comprimento suficiente. Mas agora estamos em Julho, um dos meses mais longos do ano e propício para um evento como este.

No nosso país constata-se desde há tempo que a astronomia está na moda. É claro que isto tem de ser assim por contarmos com um céu espectacular, habitualmente limpo e favorável para uma exploração celestial cómoda. Também contamos com locais como a Alqueva que, como já temos comentado neste blogue, são observatórios perfeitos para deixar atrás as preocupações quotidianas e mergulhar num oceano de paz e escuridão quase cálida, semeada de estrelas.

 

Lua azul - Quilometrosquecontam

 

Nesta Sexta-Feira há ainda um novo miradouro de exceção para deixar escorregar os olhos pelo céu da noite. Na Serra de Sintra há programada uma excursão que, para além de um roteiro pela beleza indómita da região, permite acabar o percurso observando este fenómeno ímpar. Arrancando na Malveira da Serra ao longo de um trilho que conduz à Pedra Amarela, os participantes poderão viver a pôr do sol em companhia e observar o nascer desta lua incomparável por volta das 20:43 num local dificilmente melhorável. Ainda, o passeio levará os astrónomos até à Ermida de São Saturnino, uma jóia do século XII em que irão desfrutar um chá enquanto comentam as impressões da jornada.

O percurso arranca no parque do estacionamento da Escola Primária de Malveira da Serra e tem uma duração estimada de 4 horas, sendo o comprimento de 11 km. Como trilho campestre, exige uma preparação análoga para roteiros parecidos, que inclui lanterna, água, calçado apropriado e uma casaca de abrigo (as noites da serra não são o que chamaríamos de tórridas).

Se tiver interesse em participar desta enfeitiçante actividade e observar a lua com os olhos curiosos de um descobridor, não deixe passar esta oportunidade. A reservação pode ser feita até à quinta e a experiência promete estar bem lotada de romantismo. Porque, afinal, quem não sonhou nunca com erguer as mãos até aos céus e acariciar a Lua azul?

Good Year Kilometros que cuentan