10 destinos na costa de Portugal

Uma rota pela costa de Portugal neste final de Verão. Os 10 destinos mais clássicos, aqueles sem os quais o nosso verão não seria o mesmo. Quais são afinal as 10 melhores praias em Portugal?

Quais são as 10 melhores praias de Portugal? É difícil escolher. Na Goodyear consultámos vários rankings e listagens, e sem atribuir o primeiro ou o último lugar, de norte para sul, aponta aquelas que poderão estar entre os destinos mais clássico, aqueles sem os quais o nosso verão não seria o mesmo. Uma rota em que vamos recordar o que torna o verão em Portugal tão especial.

Praias do norte

Praia de Moledo

A Praia de Moledo, junto à pequena aldeia com o mesmo nome, e perto de Caminha, insere-se na mata do Camarido, após as dunas. Da praia avista-se uma pequena ilha rochosa, deserta, onde existe uma nascente de água doce. O acesso faz-se apenas por barco. Nesta zona pode visitar o forte Ínsua, construído no século XV, e um mosteiro. Como a generalidade das praias do norte do país, a beleza contrasta com o vento que domina na praia. É o vento e o iodo.

O areal é polvilhado por barracas de praia. Na água praticam-se desportos aquáticos como surf, windsurf, kitesurf ou stand up padlle.

Para chegar a Moledo poderá já ter passado por Caminha. Antes de ir para a praia ou depois, não deixe de passar algumas horas na vila, com as suas ruelas antigas, que revelam os vários povos que habitaram o território ao longo do tempo. Junto ao Chafariz, visite o Terreio, na praça central da vila. As esplanadas são várias. Para comer pode escolher o restaurante Chafariz, o Baptista ou o Amândio.

Praia da Apúlia, em Esposende

Se seguir, ao longo da Costa, pela A28, irá eventual chegar a Esposende onde poderá visitar a praia da Apúlia. Inserida no Parque Natural do Litoral Norte (PNLN), fica junto à vila da Apúlia. Também aqui o areal é extenso, os toldos coloridos e os barcos artesanais marcam a sua presença.

Os moinhos de vento, sinal de que o vento é uma presença constante, fazem parte da linha do horizonte terrestre, destacando-se entre as dunas da praia. Constante é igualmente a presença imperceptível do iodo e, mais perceptível, do sargaço, um tipo de alga marinha abundante na região. Aqui poderá voltar atrás no tempo e acompanhar a apanha do sargaço, que, depois de seco, será utilizado como fertilizante agrícola.

Mesmo no pino do verão a Figueira da Foz é um local de eleição para escapadelas a dois

Praia da Figueira da Foz

Bastante mais a Sul, a poucos quilómetros de Coimbra, fica a Figueira da Foz é, para muitos portugueses a norte, sinónimo de praias familiares. Foi uma das nossas escolhas de praias a visitar com crianças, durante o verão que agora termina. São 600 metros de areia, entre a marginal e o mar, por onde se distribuem chapéus e barracas de praia características.

Acima do Cabo Mondego, na vertente mais ventosa, a Praia da Tocha tem a seu lado uma vila pacata. Tem também um parque de merendas bem convidativo e um dos melhores restaurantes para se comer peixe ao sal. Experimente o Cova do Finfas. A sul do cabo, a Praia da Cova da Gala é uma delícia para crianças com as suas águas calmas e abrigadas. Se tiver filhos pequenos, esta é a praia para si. Por aqui, visite a Torre do Relógio, uma construção modernista, dos anos 40, desenhada pelo arquitecto António de Aguiar.

Selvagens ou familiares? 20 excelentes praias em Leiria

Praia da Gralha, São Martinho do Porto

Saia da Figueira da Foz e siga, por pouco mais de 100 quilómetros, pela A8. Irá chegar a São Martinho do Porto. Esta e uma praia em formato de baía natural e uma das mais bonitas do país. São mais de três quilómetros de areia fina. Por cima, garças e gaivotas. Uma das escolhas Goodyear para passar as férias numa praia pouco procurada não foi a famosa praia de São Martinho do Porto, mas a Praia da Gralha, na região. Uma praia deserta onde é preciso ter cuidado, segundo por quem já lá passou.

Ao contrário da tranquilidade da baía em formato de concha da praia mais conhecida, na Praia da Gralha, o mar é perigoso, há correntes fortes e a praia não tem vigilância. Para lá chegar, uma longa caminhada, ou um pouco menor para quem tenha veículos todo-o-terreno. Depois. Privacidade. Muita privacidade. O espaço tem pouca gente e quem lá vai não estende a toalha ao lado da sua. Para ficar nas imediações poderá optar pelo Hotel Santo António da Baía. Para comer, por que não o Restaurante Royal Marina.

Selvagens ou familiares? 20 excelentes praias em Leiria

Praia do Baleal

Saindo de São Martinho do Porto, apanhe a A8 até ao Baleal. Este é um dos dos muitos exemplos de praias simpáticas na região de Leiria. A pequena ilha do Baleal fica no extremo norte da baía e para lá chegar temos que percorrer uma estrada que atravessa a praia.

Na zona sul o mar é mais tranquilo, enquanto os surfistas rumam para o areal norte, o Lagido. Em qualquer dos casos, o espaço para estender a toalha é generoso. É outro destino considerado um paraíso pelos surfistas.

Ericeira

Ericeira

Esta praia foi escolhida pela oferta de restaurantes e mariscos, mas é igualmente uma magnífica terra de pescadores, com 3000 anos de história que se contam pelas ruas da Ericeira. A praia apresenta regularmente neblina pela manhã, que se desvanece lá para meio do dia. A prática de surf é um dos grandes atractivos deste local.

Na Ericeira, a Praia dos Pescadores é o ponto principal de atração e é o local onde podemos encontrar o restaurante “Mar à Vista” , onde os percebes e o camarão da costa nos cumprimentam mal nos sentamos à mesa. No restaurante “Terra Mar” , o destaque vai para as gambas panadas e para a sopa rica do mar, ambos belíssimos motivos para uma visita a esta vila piscatória.

Praia do Guincho

É para alguns um paraíso a cerca de uma hora de Lisboa. A Praia do Guincho é uma das praias mais populares da zona de Cascais/Sintra e é procurada tanto pela sua beleza natural como pelas boas condições para o surf e windsurf.

A praia é batida pelo vento que influência a ondulação e fica “paredes meias” com a Serrada de Sintra, o que torna o clima e a temperatura um pouco instáveis face às praias da Baía de Cascais. Uma passagem pela praia do Guincho obriga a uma visita ao Forte do Guincho, também conhecido como Forte das Velas ou Forte do Abano e construído em 1642.

Para comer, poderá optar pelo restaurante Furnas do Guincho, que apresenta um preço justo adequado à qualidade da comida e do serviço.

Destinos na moda em 2018

Odeceixe

Para chegar ao próximo destino terá de percorrer 255 quilómetros pela A2. É a primeira praia do Algarve, onde o Alentejo encontra os “Algarves”. Depois de sair da auto-estrada ainda terá de percorrer alguns quilómetros de estradas cheias de curvas. É considerada uma das 7 Maravilhas – Praias de Portugal. Aqui as opções de areal são variadas. Quando a maré baixa, criam-se piscinas naturais que são a delícia dos mais pequenos e, porque não, dos mais graúdos.

Praia da Marinha

Já dentro do Algarve, a próxima paragem é a Praia da Marinha. A menos de 80 quilómetros de Odeceixe pela A22, é um autêntico “postal ilustrado” do melhor que Portugal tem.

Escondida entre as arribas, é outra praia que se pauta por ser adequada para crianças. O areal é dourado, existem arribas e grutas naturais. As águas são temperadas e transparentes. É considerada uma das 10 mais belas praias de Portugal e nem as escadarias que têm de se descer para lá chegar desincentivam os veraneantes de lá passar algum tempo.

Praia Verde

Na extremidade de Portugal Continental, junto à fronteira espanhola, fica a Praia Verde. São 100 quilómetros pela A22 para chegar a mais um paraíso português. A Praia Verde é uma das mais pacíficas daquela região algarvia e, tem também águas quentes e areias cristalinas, sendo inclusivamente considerada uma “joia” do Algarve. É um quadro perfeito, a que não falta a proximidade de Vila Real de Santo António e Castro Marim para uma escapadela gastronómica.

Na praia, onde o mar termina serenamente, fica um poço romano. Sossegada, a praia foi também considerada uma “praia acessível” que reúne condições para que pessoas com mobilidade condicionada possam tirar partido da praia e dos mergulhos na água com o mínimo e limitações possível. As crianças têm aqui um sítio ideal para brincar tranquilamente.

E chegámos ao final da viagem de norte a sul do país. Uma rota que acompanha a costa de Portugal neste final de verão que, se for como em Outonos anteriores, poderá ainda ter bastantes dias solarengos em que só apetece estar na praia. Estes são 10 destinos clássicos, aqueles sem os quais o nosso verão não seria o mesmo.