Oito destinos românticos para comemorar o Dia dos namorados

8 Fevereiro | 2019 | Goodyear

Para fazer uma escapadela a dois, qualquer motivo é bom. Na companhia de quem se ama, o fim-de-semana pode ser passado em qualquer lugar, mas se a paisagem for a mais bela, melhor. Pegue no carro e siga pelas estradas fora à descoberta de Portugal. Se tem filhos, deixe-os com familiares ou amigos, desligue o telemóvel e siga para dois dias de namoro, por ocasião do dia de São Valentim.

1. Minho

Romântico, porquê? Do Gerês ao mar com cascatas a pontilhar toda paisagem, com o rio Minho a marcar a fronteira, as paisagens bucólicas do Minho não precisam de muitos adjetivos para explicarmos como se encaixam bem no coração de qualquer par apaixonado. Com o inverno ainda presente, o conforto da lareira é prazer para ser sentido a dois, depois de um dia de passeio de mãos dadas pelo verde Minho ou pelas belas cidades e aldeias da região.

Onde? Em Guimarães, o Santa Luzia ArtHotel, fica no centro da cidade e é uma proposta bastante sofisticada para contrastar com um dia passado numa terra milenar. O programa especial de São Valentim inspirado pela arte, para vivenciar a dois no coração de Guimarães inclui tratamento VIP e decoração romântica, massagem nas costas para duas pessoas e acesso ao Spa. Na costeira Viana do Castelo, a Pousada Viana do Castelo fica no alto do monte, com uma bela vista sobre a cidade e o rio Lima, e é rodeada por uma mancha de verde, excelente para passeios a dois.

2. Douro

Romântico, porquê? O tempo parece não passar nas margem do rio Douro, vinhateiro. O vale é maravilhoso e é, não poucas vezes, a primeira opção para quem pretende passar um fim-de-semana romântico. De há uns anos para cá, os cruzeiros no Douro são uma opção viável, para ver e apaixonar-se pelas vinhas em socalcos, pelos velhos edifício agrícolas, muitas vezes associados à viti-vinicultura, e pelos solares históricos. Acresce a mais bela estrada do mundo. Se não vem apaixonado, irá ficar certamente.

Onde? O Six Senses Douro Valley está situado numa quinta do século XIX, totalmente renovada. É um dos caminhos possíveis para conhecer o Douro vinhateiro como ele era para as famílias abastadas do século XIX. No alto de uma colina, com uma vista deslumbrante, uma antiga quinta recuperada tem agora um Spa e uma Wine Library. Com o seu ar nobre, a Casas da Calçada é a recomendação para pares apaixonados que partilham um gosto por séries de época, repleta de pormenores deliciosos que sobrevivem do tempo em que era uma casa agrícola e, mais tarde, uma colónia de férias.

3. Porto

Romântico, porquê? A luz que cai sobre a Ribeira ao pôr do sol bastaria para garantir a presença do Porto no coração de qualquer par de namorados. Há uma magia especial na forma como os brilhos se refletem nas águas do rio e criam uma cidade cheia de sombras e contrastes. Moderna e atarefada, a cidade do Porto tem, mesmo assim, uma alma romântica e nostálgica impossível de esquecer e muitas ruas e jardins por onde dois apaixonados podem perder-se durante um fim-de-semana..

Onde? Em Vila Nova de Gaia, o Holliday Inn pode ser uma belíssima opção para passar a noite na margem oposta, com uma romântica vista para as luzes da Ribeira durante toda a noite. O hotel oferece também o acesso ao Spa, com um circuito de hidroterapia e massagem com velas a fazerem parte das opções. No Porto, Avenida da Boavista, o Crowne Plaza também tem um programa especial para o São Valentim que inclui um jantar romântico no Poivron Rouge. O programa inclui um menu exclusivo criado especialmente para celebrar a data mais romântica do ano e condições especiais de alojamento. Se for esta a sua opção, não saia no dia seguinte sem provar um dos melhores brunches da cidade.

sao-valentim-aqueduto-serralve

4. Serra da Estrela

Romântico, porquê? A neve e o ar puro da Serra da Estrela são o prazer que enche a vista e os sentidos, enquanto o frio é o melhor convite para um par passar um dia muito juntinho. À noite, a lareira e as delícias dos restaurantes da Beira http://quilometrosquecontam.com/comer-na-serra-da-estrela, são tudo o que se necessita para momentos inesquecíveis a dois.

Onde? A Pousada da Serra da Estrela tem uma vista fabulosa sobre o vale rodeado de árvores e neve. É um edifício recuperado por Eduardo Souto Moura, com o seu design característico e a total integração na paisagem. Além do seu enquadramento, fica num excelente ponto para visitar toda a Serra. A Casa das Penhas Douradas conta com uma piscina interior e janelas panorâmicas sobre a Serra. De tirar a respiração. Para um par de namorados, oferece uma massagem de casal e um jantar gourmet,

5. Sintra

Romântico, porquê? Atrai cada vez mais gente, sendo por isso difícil fugir às multidões que assaltam Sintra em qualquer altura do ano. Mas, a esperança existe. E é possível perdermo-nos pelas verdes estradas da Serra e esquecer o mundo lá fora. De Seteais à Regaleira, com uma paragem para uma queijada ou travesseiro é uma excelente recomendação para o dia dos namorados.

Onde? Na encosta, com vista para o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros, o Palácio Seteais Tivoli é uma proposta de luxo e uma demonstração de amor. Neste dia dos namorados deixe-se envolver pelo romantismo. Saboreie um sofisticado jantar, em que a garoupa a vapor e o magret de pato farão as suas delícias e termine a sua noite no romantismo dos deslumbrantes quartos deste palácio do séc. XVIII. Mais acessível, no centro da vila o Challet Saudade é a escapada romântica perfeita, num delicioso edifício recuperado com uma linha vintage de muito bom gosto.

sao-valentim-lisboa

6. Alentejo

Romântico, porquê? Entre os prazeres do vinho, ou a calma das águas do Alqueva, o Alentejo tem o ritmo ideal para um par de apaixonados. Nesta altura do ano começam a sentir-se alguns sinais de que o Inverno está a caminhar para o final. Nada melhor para viver uma paixão.

Onde? O Convento do Espinheiro fica a apenas uma hora de Lisboa. Nasceu dentro de um convento do século XV, classificado como monumento nacional. Alguns dos pacotes de dia dos namorados incluem garrafa de espumante edição especial Convento Espinheiro e chocolates, além de um jantar romântico com vinhos premium servido por um mordomo. A Casa Ladeira do Castelo é um marco histórico de Monsaraz. É também um alojamento turístico em estilo rústico, com paredes de xisto. É uma proposta mais discreta, para um casal que queira privacidade, mas com acesso ao terraço, onde se pode tomar um pequeno-almoço com uma bela vista.

7. Algarve

Romântico, porquê? Fora de época e longe do bulício das praias, o Algarve tem um dos climas mais amenos e acolhedores do país. E por isso é também um destino de exceção para escapadelas antes que o calendário do bom tempo chegue oficialmente. Feitas a dois, com a Ria Formosa ou Monchique no horizonte, são viagens ao coração da paixão.

Onde? Um dos locais para ficar é o Conrad Algarve, com o seu ambiente romântico, sofisticado e de golf. Mesmo que não venha pelo golfe, o Amendoeira Golf Resort é também uma boa sugestão para casais, com toda a calma da envolvente verde.

Desta vez escolhemos apenas 7, mas aqui no QuilómetrosQueContam só falamos de sítios apaixonantes, por isso visite a nossa secção de Escapadelas de Fim de Semana para conhecer um mundo de destinos perfeitos para celebrar este dia dos namorados e torná-lo inesquecível!

 

Good Year Kilometros que cuentan