00000000 Duração dos pneus: tudo o que precisa saber - quilometrosquecontam

Duração dos pneus: tudo o que precisa saber

4 Dezembro | 2019 | Goodyear

Partilhamos consigo tudo o que precisa saber sobre a duração dos pneus e alguns conselhos para que durem mais. Informe-se

A lei determina que deixa de ser legal circular com um pneu (turismo e camiões ligeiros) quando a profundidade do desenho é inferior a 1,6 mm. Determinar em quanto tempo isso ocorrerá não é fácil, pois depende de muitos fatores, como o tempo, tipo de veículo e condições de uso (carga, velocidade, pressão, manutenção, etc.).

Uma rotação adequada dos pneus entre os dois eixos pode prolongar a duração dos quatro pneus, otimizando os seus níveis de desgaste.

Sabia que 73% dos condutores que trocam de pneus o fazem por estarem gastos, em comparação com 16% que antecipam o desgaste e procuram melhorar a segurança? De acordo com um estudo da OCU, realizado entre mais de 33.000 condutores de Espanha, França, Itália, Portugal e Bélgica, percorreram em média 42.693 quilómetros antes de trocar os pneus. Mas quando devem os pneus ser trocados? Como se calcula a sua vida útil?

Que fatores influenciam a duração dos pneus?

 A vida útil de um pneu depende de muitos fatores, por isso é muito difícil estimar a duração esperada. Explicamos alguns deles, para que possa tê-los em consideração.

Um dos fatores que influenciam a duração dos pneus é a maneira de conduzir. Se é um daqueles condutores que passam pelas poças de água sem desacelerar, que preferem travar bruscamente ​​em vez de o fazer mais suavemente ou que batem no passeio quando estacionam, a vida útil dos pneus do seu carro será mais curta.

Os locais de condução também influenciam a duração dos pneus. Uma estrada mal pavimentada não é a mesma coisa que uma auto-estrada. Assim como não é a mesma coisa conduzir em terreno rochoso ou com terra se o fizer de modo convencional. Aqui também deve ter em consideração o tipo de pneus usados. São adequados para o terreno a que está habituado a conduzir?

O clima é um fator que também influencia a duração dos pneus. Em lugares onde as temperaturas são normalmente altas ou no verão, o pneu cria mais atrito com o asfalto, geralmente quente, pelo que os pneus se desgastam mais depressa. Por outro lado, em climas frios ou no inverno, os pneus podem perder parte das suas propriedades. Por isso, é essencial verificar se o tipo de pneu que você utiliza regularmente é o mais correto.

A cilindrada do carro também tem influência: quanto mais cilindrada,, maior o desgaste dos pneus. E, finalmente, a qualidade do pneu. A vida útil de uns bons pneus será muito maior do que os de baixa qualidade.

Conhece os indicadores de desgaste da banda de rodagem?

As letras “TWI” indicam onde estão localizados os indicadores de desgaste da banda de rodagem. Quando a altura da borracha do desenho atinge o nível do indicador, é muito provável que a profundidade do desenho esteja próxima do limite legal. Na maioria dos países da UE, a profundidade mínima obrigatória da banda de rodagem é de 1,6 mm. É aconselhável examinar estes indicadores regularmente para garantir que a banda de rodagem mantém profundidade suficiente e não esperar até que os pneus atinjam essa profundidade, especialmente na estação chuvosa (com mais tração, melhor travagem e melhor aderência no solo molhado ao evacuar melhor a água). No caso de pneus aprovados para o inverno, como o Goodyear Vector 4Seasons Gen-2 estes têm um limite duplo: 1,6 mm e 4 mm, o momento em que começam perder a sua eficácia para utilização na neve.

Quanto tempo demora um pneu a chegar ao limite legal de 1,6mm?

Neste caso, existem também fatores que influenciam o desgaste:

  • Pressão: um dos fatores que influencia o desgaste dos pneus é a pressão correta, tendo em conta o que o fabricante do veículo diz e também a do fabricante do pneu e, claro, as condições de carga (a pressão não é a mesma quando vai de férias ou quando está sozinho na cidade ou, pelo meno, não deveria).
  • Estado da estrada: outro fator não menos importante é o estado das estradas em que viaja. Conduzir em auto-estrada 90% do tempo ajuda a prolongar a vida útil do pneu.Uma condução eficiente (velocidade constante, acelerar progressivamente, uso correto do travão do motor em antecipação das necessidades de condução…) contribui não apenas para economizar combustível mas também para uma vida útil mais longa dos pneus. Em caso de queda de neve, recomenda-se que o limite legal de 1,6 mm suba para 3 mm para aumentar a eficácia.
  • Posição: a posição dos pneus traseiros multiplica sua duração até o dobro em relação aos pneus dianteiros.

A vida útil de um pneu: sinais de envelhecimento

Após cinco anos ou mais de serutilização, os pneus devem ser inspecionados pelo menos uma vez por ano. Se necessário, siga as recomendações do fabricante do veículo sobre a substituição dos pneus originais. Como precaução, se os pneus não forem trocados aos 10 anos a partir da data de fabrico, verifique também a vida útil e os sinais de envelhecimento.

A data de fabrico (DOT) não está relacionada com a data de validade e não indica a sua eficácia. A vida útil começa quando o pneu é instalado no carro. Desde então, as capas devem ser examinadas cuidadosamente por profissionais assim que completem os primeiros 6 anos de vida, independentemente do número de quilómetros acumulados, e antes de atingir os 1,6 mm, devem ser substituídas.

Já alguma vez se questionou porque motivo a data de fabrico do pneu (DOT) é anterior à data de entrega? Para oferecer um catálogo atualizado de produtos ao longo do ano, a Goodyear fabrica alguns produtos específicos (pneus de inverno, UHP, SUV …) antes da temporada e da procura do mercado. Portanto, é normal que um pneu tenha marcada uma data de fabrico anterior à data em que a entrega ocorre. Isto não compromete a sua qualidade.

Existem muitas circunstâncias que afetam a vida útil do pneu, como a exposição a temperaturas, carga do veículo, pressão do pneu, condução e até desgastes ocasionais. Um desgaste anormalmente irregular, nalguma área isolada, no centro ou nas bordas, geralmente indica um problema mecânico, como alinhamento inadequado ou problemas de equilíbrio, que devemos ter em consideração para uma condução eficiente e garantir a boa saúde de nossos pneus.

Pneus All Season: um jogo único de pneus

Os pneus precisam de adaptar-se clima e s seu desempenho é condicionado pelas condições climatéricas. Os pneus All Season (para todas as estações) foram desenhados para oferecer qualidade e segurança num único jogo de pneus, independentemente dos rigores do clima associados a cada estação. O Goodyear Vector 4Seasons foi desenvolvido para as diferentes condições climáticas das estradas. A combinação da tecnologia SmartTred e a maior proporção de sílica permitem melhor desempenho em piso molhado, gelo e neve. Os sulcos hidrodinâmicos melhoram a resistência à aquaplanagem em estradas molhadas. Mas um pneu preparado para o inverno pode enfrentar o verão? A rigidez da banda de rodagem e as lâminas 3D melhoram a capacidade de manobra em piso seco.

Existem diferentes tipos de pneus pensados e desenvolvidos para atender às diferentes necessidades de condução. Conhecer as suas características e características é uma ferramenta útil na manutenção dos nossos pneus o primeiro elemento de segurança do veículo.

Conselhos para os pneus durarem mais tempo

Conseguir que os pneus do carro durem mais é simples, seguindo uma série de conselhos:

  • Não corra. Cada pneu possui um código indicador que indica a velocidade com que deve ser usado. Quanto mais rápido você conduz, maior será o desgaste dos pneus, especialmente se conduzir acima da velocidade recomendada pelo código do pneu.
  • Evite produtos de limpeza. Água é suficiente para limpar um pneu. Quando usamos produtos químicos, estes podem afetar as propriedades dos pneus e reduzir a sua vida útil.
  • Acelere e trave com suavidade. evitará não só o desgaste dos pneus como também dos travões e do automóvel em geral.
  • Suspensões corretas. A manutenção adequada das suspensões fará com que os pneus do seu veículo durem mais.
  • Verifique a pressão. Como indicámos anteriormente, uma pressão correta dos pneus prolonga a sua vida útil.

A tecnologia de fabrico de pneus avançou nos últimos anos de modo amelhorar o desempenho e adaptar-se ao ritmo da vida do dia a dia. Mas a duração dos nossos pneus em perfeitas condições tem muito a ver com a prevenção, a informação e a manutenção adequada do nosso veículo.

Good Year Kilometros que cuentan