Turismo sustentável: 5 escapadas ecológicas

4 Outubro | 2019 | Goodyear

Portugal foi, em Março deste ano, eleito como o melhor destino sustentável da Europa, com casos de sucesso como Cascais, Sintra ou os Açores. Por turismo sustentável entenda-se aquele que salvaguarda o ambiente e os recursos naturais em que o próprio visitante tem um impacto positivo no ambiente. Apresentamos uma mão-cheia de sugestões para uma escapada verdadeiramente ecológica.

Zmar (Odemira)

A escassos sete quilómetros da Zambujeira do Mar fica o Zmar, um eco-resort que, para além de juntar o campo com o mar, dada a sua localização, oferece uma experiência verdadeiramente sustentável. Os bungalows são de madeira e o mobiliário foi construído com materiais recicláveis e renováveis. Para além disso, a energia é capturada através de painéis solares. Tem spa e piscina de ondas.

Bukubaki (Peniche)

Inaugurado há pouco mais de dois anos, o Bukubaki Eco Surf Resort tem nome tudo aquilo que oferece: surf, natureza, turismo sustentável. Situado perto da Atouguia da Baleia, em Peniche, no meio de uma floresta de eucaliptos e pinheiros, o Bukubaki tem duas possibilidades de alojamento: as tendas e as casas nas árvores. “Quando um homem se afasta da natureza o seu coração endurece”, lê-se na página do resort. Entre as suas variadas atividades, o destaque vai, naturalmente, para o surf mas também pode aprender a andar de skate, fazer uma aula de ioga ou pilates, mergulhar na piscina aquecida por painéis solares ou relaxar na sauna finlandesa.

Cocoon Eco Design Lodges (Comporta)

Não muito longe da praia da Comporta fica o Cocoon Eco Design Lodges, um resort de 30 hectares onde a tranquilidade é quase extrema. O alojamento é feito em 17 lodges de madeira assentes em estacas e que disponibilizam várias comodidades com pegada ecológica zero. Os lodges estão colocados em redor do lago biológico de água doce, não faltando as espreguiçadeiras para relaxar ao som do silêncio. Há também bicicletas que os hóspedes podem utilizar gratuitamente para explorar as redondezas.

Quinta da Fornalha (Castro Marim)

Em pleno interior algarvio, no concelho de Castro Marim, encontramos a Quinta da Fornalha,  um projecto piloto de sustentabilidade, gerido por uma pequena empresa familiar, que desenvolve uma série de actividades ligadas ao meio envolvente de modo a criar uma economia sustentável baseada na utilização dos recursos disponíveis. Inserida parcialmente na Reserva Natural do Sapal, a Quinta da Fornalha recupera a cultura tradicional algarvia da produção agrícola e proporciona ao visitante acomodações tradicionais recuperadas, experiências de participação no fabrico natural de produtos biológicos certificados assim como comunhão com a fauna e flora locais.

Imani Country House

No coração do Alentejo, a 15 quilómetros de Évora, perto da aldeia de Guadalupe, fica a Imani Country House, uma casa de campo inserida numa herdade de 11 hectares que tem pomares e cedros e oliveiras centenários. O respeito pela natureza é o lema do estabelecimento, onde a água é aquecida através de painéis solares e a lenha é proveniente da limpeza da floresta. O vinho e o azeite são produzidos na quinta e, agora que o tempo frio está quase a chegar, pode contar com a lareira já acesa na suite quando chegar.

Sugestões dadas, resta escolher a que para si é mais apetecível para uma escapadinha ecológica de início de outono.

 

Good Year Kilometros que cuentan