000000000000 Escapadas de Primavera: 5 propostas para o bom tempo - quilometrosquecontam

Escapadas de Primavera: 5 propostas para o bom tempo

22 Março | 2019 | Goodyear

O país acorda para a Primavera e fomos à procura de 5 recantos portugueses para receber a nova estação. Aproveite este fim de semana para uma escapadela.

Já se sente no ar a poderosa mistura capaz de provocar tantas alegrias como alergias: a primavera está a chegar com toda a força e acorda-nos da letargia que nos preencheu durante o inverno. Fomos à procura de 5 propostas de primavera.

É certo que não hibernámos durante os últimos meses. Mas, o que é certo, é que os dias mais longos, o aroma dos campos floridos dá-nos vontade de sair para a estrada.

Vamos então pegar no carro e partir ao encontro da natureza. Cheios de vontade de viver. Felizmente, Portugal e a primavera sempre tiveram uma ótima relação e o país abre as portas com alegria para receber a estação mais exuberante de todas.

A Goodyear foi à procura de 5 recantos em Portugal perfeitos para receber a Primavera e foi este o resultado da nossa seleção. Boa viagem entre árvores floridas e solos cobertos de múltiplas tonalidades de verde, com a Goodyear.

Parque Nacional da Peneda-Gerês

Árvores de todos os tipos, muitas autóctones, plantas, crias a nascer. Tudo é magia no Parque Nacional da Peneda-Gerês, a única área protegida portuguesa classificada como Parque Nacional.

Poderá revisitar a Mata da Albergaria. Basta deixar o carro à entrada da Mata e prosseguir a pé até ao Rio Homem e à Portela do Homem.

No regresso, poderá descansar nas termas de Caldas do Gerês. Por aqui poderá seguir o traçado bem conservado da geira romana. Os seus marcos miliários com quase dois mil anos assinalavam a antiga Via Romana que ligava as cidades imperiais de Bracara Augusta (Braga) e Asturica Augusta (Astorga).

A diversidade e abundância de flora e fauna locais proporcionam um contacto único com a natureza.

Rota das Amendoeiras

Poderá ainda ter oportunidade de ver a rota das amendoeiras no seu estado mais belo. É uma forma diferente de conhecer o Douro sem estar centrado no vinho. O branco e rosa das amendoeiras em flor sobrepõem-se ao habitual panorama das vinhas.

Até ao final de março, a rota das amendoeiras é uma proposta a ter em conta. Provavelmente até à Páscoa.

A amêndoa é um dos frutos mais produzidos na região do Douro, principalmente nos concelhos de Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Torre de Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa.

Baixo Alentejo

Outra opção para passar um belo fim-de-semana é no Baixo Alentejo. É que as terras além do tejo têm uma magia própria quando chega o tempo mais ameno, antes do verdadeiro calor do verão.

As culturas estão a germinar e o horizonte não tem fim no Baixo Alentejo. Cor, Sol, temperaturas agradáveis – pelo menos na maioria do ano – compõem o ambiente que se sente.

A produção é variada: cortiça, azeitona, trigo, uvas. Bovinos, caprinos e suínos. Além dos animais de criação, há também espécies cinegéticas que vagueiam pelos montes. Javalis, coelhos, lebres, perdiz. Cães de caça acompanham os seus donos na época determinada por lei. Para proteger os rebanhos dos animais selvagens, rafeiros alentejanos patrulham os campos.

A gastronomia é património da humanidade. Na mesa não pode faltar o pão. As ervas aromáticas dão sabor aos pratos típicos. Sopas, migas, ensopadas, açordas, carne, peixe, queijos, presunto são apenas algumas alternativas. E para acompanhar: vinho alentejano.

Belmonte

Belmonte, na Serra da Estrela, é a nossa próxima sugestão. Com vista para a serra da estrela, esta é uma vila portuguesa do distrito de Castelo Branco, Beira Baixa, no centro do país, com cerca de 3500 habitantes.
Poderá ser o seu ponto de partida para uma escapada diferente na serra. Provavelmente há sem neve. É que no verão irá certamente para outros destinos e este será uma opção que irá ficar para o próximo ano.

Afinal, esta é uma região que, seja qual for a altura do ano, é sempre agradável visitar.

Fica na Cova da Beira tem uma vista magnífica sobre a encosta oriental da Serra da Estrela. É também a terra onde nasceu Pedro Álvares Cabral, que liderou a frota que descobriu oficialmente o Brasil já lá vão mais de quinhentos anos. A Aldeia, que integra a rota das aldeias históricas de Portugal tem inúmeros museus únicos e lugares com grande interesse histórico, cultural e religioso.

Mafra


Entre os montes e vales da região saloia, a Aldeia da Mata Pequena é um pequeno povoado rural dentro da Área de Proteção Especial do Penedo do Lexim com uma dúzia de habitações, onde ainda se vive em comunhão com a natureza e se respira pacatez e autenticidade.

Simples, rústicas, pequenas e muito acolhedoras, as casas rigorosamente recuperadas, das quais pouco mais restava do que paredes e ruínas, são fruto do muito trabalho de pesquisa, e sobretudo, da persistência de Ana e Diogo Batalha que lhes dedicaram um carinho só imaginável a gente apaixonada pelo que faz. São 13 habitações, com diversas tipologias, capaz de seduzir desde casais a famílias grandes.

Cinco escapadas para aproveitar nesta primavera.

Good Year Kilometros que cuentan