Tapada de Mafra nao dorme no inverno

A vida continua mesmo nos meses mais frios. Traga a sua família à Tapada para conhecer a vida animal também no inverno

A vida na Tapada de Mafra não para no Inverno. O clima fica mais frio, os dias mais curtos, e a fauna local inicia novos rituais para resistir à temperatura. Desta vez a nossa proposta é que leve os seus filhos para um passeio entre a vida selvagem e que aproveitem ao máximo o ar fresco que agora respiramos. Venha daí numa visita diferente, a apenas 30 minutos de Lisboa, para descobrir a magia do Inverno na Tapada.

 

Em Mafra não se hiberna…

Se já nos lê há algum tempo sabe o quanto gostamos de levar as nossas crianças em passeios ao ar-livre e em actividades que as eduquem. Desta vez a nossa proposta inclui as duas vertentes e é ainda um óptimo antídoto contra a inactividade que ataca todas as famílias no inverno.

Chegado o frio, o programa de actividades da Tapada Nacional de Mafra adapta-se aos novos ritmos e o ar enche-se de sons e cheiros diferentes. Também aqui, e apesar dos seus quase três séculos de existência, a paisagem muda e respeita os ciclos da natureza, criando o cenário ideal para apresentar os seus filhos a momentos que nunca poderiam conhecer se ficassem em casa.

Criada durante o reinado de D. João V, após a construção do Convento, este monumento nacional possui 819 hectares protegidos por um histórico muro de 21 quilómetros. Lá dentro, um enorme manto verde é a casa para uma quantidade invulgar de espécies selvagens e uma flora exuberante. Entre as árvores e plantas que aqui vemos, o sobreiro, o pinheiro-manso e diferentes variedades de carvalhos, salientam-se e, pelo menos três exemplares já foram classificados como de Interesse Público: um castanheiro-da-índia, uma olaia com aproximadamente 120 anos, e um sobreiro com cerca de 300 anos.

A época da Brama

Se aceitar a nossa sugestão e visitar a Tapada até Março, irá descobrir o que é a “brama”. Ao amanhecer e anoitecer, esta é a época em que veados e gamos cortejam. Irá escutar os bramidos inconfundíveis que estes animais fazem para atrair as suas parceiras e defender o território. Chegou a época do acasalamento e podemos ter um vislumbre desta magia através de um passeio guiado na floresta. Se as suas crianças tiverem mais de sete anos, poderão ainda experimentar um passeio noturno. (actividades sujeitas a marcação).

Para além dos múltiplos passeios pedestres ou em BTT (com diferentes durações e níveis de dificuldade, de forma a adequarem-se a toda a família, em bicicletas próprias ou alugadas no local), a floresta pode ser também visitada num relaxante circuíto em charrete. De qualquer uma destas formas, será possível descobrir e aproximarmo-nos dos grupos de veados e javalis.

Jabalís Mafra - Quilometrosquecontam

Mais atenção e silêncio serão necessários para avistarmos um texugo ou uma raposa, mas esteja seguro que eles andam por aqui. No céu, a riqueza natural deste parque salta também à vista: águias, bufos e açores são visão habitual e pode participar numa pequena workshop de falcoaria. Duas vezes por dia há ainda um espectáculo com os diversos exemplos de aves de rapina do parque.

Se sempre teve curiosidade (ou o apetite) de saber mais sobre o mel e as abelhas, um atelier diário de apicultura poderá responder às suas questões e dos seus filhos, dando-lhes a conhecer o mundo das mais de 80 mil abelhas que aqui habitam. Mas, se nada disto seduzir a sua família, não faltam ainda mais opções que vão desde passeios em carro eléctrico, baptismos equestres a iniciações ao tiro com arco. Uma visita à Tapada de Mafra é a forma perfeita de abraçar o Inverno e tirar dele o melhor partido.

Fonte das Imagens: Tapada Nacional de Mafra (todos os direitos reservados)