Lojas históricas em Portugal. Visite-as e aproveite para conhecer a região

Conheça connosco algumas lojas históricas, muitas vezes centenárias, de Portugal. Faça dessas lojas o ponto de partida conhecer a região.

A história dos lugares faz-se também das suas lojas mais antigas. Cafés, restaurantes ou livrarias. Em Lisboa, a Livraria Bertrand, no Chiado, foi reconhecida como uma Loja com História, um programa Municipal que tem como obetivo trabalhar com o comércio tradicional e histórico para preservar e salvaguardar os estabelecimentos enquanto dinamiza e reactiva a atividade comercial do local.

Mas este é apenas um exemplo das muitas lojas centenárias – ou até mais – que existem pelo país. Um entre muitos motivos para conhecer melhor Portugal.

Bertrand do Chiado: uma “Loja com História”

A livraria mais antiga do mundo, reconhecida pelo Guinness World Records, integrou recentemente a lista do programa municipal da capital “Lojas com História”.

Este programa foi criado pela Câmara Municipal de Lisboa em 2015, e tem como prioridade trabalhar com o comércio tradicional e histórico de Lisboa para preservar e salvaguardar estabelecimentos e o seu património material, histórico e cultural. Mas também para dinamizar e reactivar a atividade comercial.

A Bertrand do Chiado abriu as portas em 1732, sendo considerada a livraria mais antiga do mundo. A cadeia de lojas – sim, a do Chiado é apenas uma das muitas “Bertrands” de Portugal – acaba por ser um agente dinamizador da cultura.

O catálogo da Bertrand é diversificado incluindo quer os títulos mais procurados quer outros menos comercialmente menos apelativos mas de reconhecida importância, não obstante a ausência da estante. A livraria promove ainda uma agenda cultural também diversificada onde se incluem eventos de apresentação de livros, sessões de autógrafos, debates e tertúlias literárias, além de clubes de leitura.

Pode partir da livraria para fazer uma autêntica viagem no tempo para conhecer a cidade. Achados arqueológicos, testemunhos judaicos, as muralhas da cidade ou monumentos arquitectónicos como o Aqueduto das Águas Livres. Ou aproveite para conhecer muitas outras Lojas com História em Lisboa.

Travesseiros da Piriquita, em Sintra

Quem não conhece a Piriquita, em Sintra? A padaria que mais tarde viria a ser conhecida por Piriquita foi fundada em 1862. Aí trabalhavam Amaro dos Santos, padeiro de profissão, e sua mulher Constância Gomes.

O nome Piriquita advém da alcunha que o rei D. Carlos I deu a Constância Gomes, devido à sua baixa estatura. Foi inclusivamente o Rei D. Carlos I que encorajou o casal a confecionar as famosas Queijadas, um doce que desfrutava durante os seus verões em Sintra. O sucesso foi imediato e depressa a padaria se transformou em Pastelaria.

É um negócio familiar, na quinta geração e é reconhecido não pela receita original, mas pela iniciativa da filha da fundadora, Constância Luísa Cunha, que criou o Travesseiro: um pastel recheado com doce de ovos e com um toque amendoado, mas com o segredo tão bem guardado que apenas a família direta tem acesso à receita do recheio.

Não é o único sítio em que se podem comer queijadas e travesseiros em Sintra, mas é aquele onde a receita deste nasceu.

Mas, a História está em todas as esquinas da vila. Desde o Palácio da Vila, ao Centro Histórico, passando pelo magnífico Palácio da Quinta da Regaleira, um fantástico edifício do século XIX, comprado em 1997 pela Câmara Municipal e palco hoje em dia de uma série de atividades culturais.

Por perto da Regaleira fica o Palácio de Seteais, edifício do século XVIII, hoje convertido em hotel. A não perder ainda Palácio da Pena ou o Castelo dos Mouros.

Vista Alegre junto da Torre dos Clérigos

No Porto, na Rua das Carmelitas, próxima à Torre dos Clérigos, fica a loja da Vista Alegre. Está no local desde 1824. A visita à loja tem de estar na agenda de qualquer um que visite a cidade do Porto. Afinal, é rara a casa que não tem pelo menos uma peça Vista Alegre.

A Vista Alegre foi a primeira unidade industrial dedicada à produção da porcelana em Portugal e ainda é uma marca de renome tanto a nível nacional como internacional.

Já que foi espreitar a loja da Vista Alegre aproveite para conhecer o resto da cidade, considerada pela UNESCO como Património Mundial. Visite a Torre dos Clérigos, o Paço Episcopal ou faça um passeio fluvial no Douro.

Na capital do norte do país não deixe de provar as verdadeiras francesinhas. Foi nesta cidade que nasceu a clássica iguaria, a partir da imaginação de Daniel David Silva. Daniel era um emigrante regressado de França que quis trazer para a gastronomia portuguesa uma receita tipicamente francesa, o croque-monsieur. A base foi melhorada com o molho, uma “poção” a que cada cozinheiro de francesinha acrescenta um segredo.

Pastelaria Arade: renovada para o futuro

A Pastelaria Arade, em Portimão, ocupou o lugar da pastelaria Almeida e é um lugar em que a imagem de marca passa pelos doces Dom Rodrigos. Aqui, na “doce tradição de Portimão“, fabricam-se e comercializam-se doces regionais. Além dos Dom Rodrigos a ementa inclui outros tradicionais doces algarvios como doces de amêndoa, suspiros, bolo de chocolate, folhados de ovos moles.

A Arade fica no centro histórico de Portimão, em frente ao teatro municipal. Foi recentemente remodelada e está situada também numa zona em que já se nota alguma requalificação de espaços mais antigos. A história da nova pastelaria pode ser lida num artigo recente do jornal O Barlavento Algarvio que destaca “o ambiente calmo” que “remete para os salões de chá à antiga”, sendo que, “até os azulejos são iguais aos originais e centenários”.

Parta da pastelaria Arade para conhecer as várias perspectivas de Portimão. Quando chegar o verão, praias de Bandeira Azul, a fama do bom peixe e uma série de atividades desportivas, são os chamarizes que enchem a região e as localidades circundantes, mas não faltam outros motivos para se fazer uma visita.

Há uma cidade muito agradável para se conhecer e até alguns recantos discretos para uma escapadela em pleno verão. Conheça de seguida as nossas recomendações do que ver, provar e conhecer numas férias por Portimão.