Pela sua segurança! Luzes e faróis em topo de forma

As luzes e faróis do seu carro são essenciais para que veja e seja visto. Conheça 7 dicas e cuidados que deve ter e em que casos deverá substituí-los.

Os faróis e restantes dispositivos de luz do seu carro desempenham um papel crítico na segurança na estrada. Além de permitirem uma melhor visão de tudo o que nos rodeia, são fundamentais para que sejamos também vistos. Se o condutor não conseguir ver o que o rodeia, não pode reagir. Melhores faróis, com as modernas tecnologias que temos hoje melhoram a segurança e o conforto, mas mesmo os antigos são perfeitamente adequados, desde que em bom estado. Conheça de seguida alguns cuidados que ajudarão a obter o desempenho máximo das luzes do seu carro.

Apesar de cada vez mais potentes e duradouras, as luzes automotivas necessitam também de manutenção e atenção. São peças de desgaste e, inevitavelmente, precisarão de ser substituídas. Além de as trocar tão depressa quanto possa, alguns cuidados poderão ajudá-lo a aumentar a sua eficácia e duração. Para evitar problemas é necessário assumir uma postura pro-activa e resolver problemas logo que os detecta. Não se esqueça que, sentado, nunca terá a noção correta se tudo está a funcionar da melhor forma. Se necessário peça ajuda, mas assegure-se que tem um par de olhos que possam analisar a situação a partir do exterior.

Exame visual

Comecemos por um simples exame visual para verificar se está tudo em perfeitas condições. Depois de verificar todas as luzes e que não há problemas com as ópticas, o passo seguinte é a limpeza. O efeito poderá não ser muito notório, mas quaisquer sujidades que acumular em cima das ópticas vai prejudicar a visibilidade. Uma lavagem à mão não precisa de leva muito tempo e poderá ser tudo o que necessita.

Assegure-se também que tem os faróis corretamente alinhados. Aponte as luzes para uma superfície lisa e verifique se os dois lados apontam para a mesma altura. A linha da luz deve estar ligeiramente para baixo. Aconselha-se a visita a um profissional para efetuar o realinhamento. A oficina dispõem de aparelhos precisos e os novos sistemas de faróis não se prestam a alinhament manual.

Se detetar qualquer redução de luminosidade, efetue a substituição antes de ter uma falha definitiva. A verdade é que a perda de eficácia de uma lâmpada poderá ser progressiva e o condutor não dar por isso. Assim, esteja principalmente atento à diferença de luminosidade entre os lados esquerdo e direito. Seja pro-ativo e tente não ser aquele condutor “zarolho” que coloca todos em perigo.

Pela sua segurança! Luzes e faróis em topo de forma

Se precisar de reparação

Faça sempre a substituição de lâmpadas aos pares. Evita assim a diferença de potência entre a peça nova e a antiga e até a possibilidade de terem características diferentes. Caso contrário, os outros condutores que se cruzam consigo não terão a noção exata das dimensões do seu veículo.

Em situações simples e observando as instruções do manual do fabricante, o condutor mais habilidoso poderá realizar a substituição sozinho. Não há nada que não se aprenda com um vídeo de YouTube e o processo não demora mais do que alguns minutos. Novamente: respeite as instrução da marca e use as ferramentas adequadas.

Com carros mais antigos as próprias ópticas poderão não estar já em topo de forma. Os elementos, como a chuva e o sol, causam uma degradação das superfícies translúcidas e reduzem a eficácia dos faróis. Há oficinas que poderão fazer um bom trabalho de restauro desses plásticos e também soluções do tipo faça-você-mesmo. Esses kits oferecem também um revestimento UV que protege os faróis. Um bom kit de restauro pode permitir até três vezes mais luz.

Se, apesar de tudo, está descontente com os faróis do seu carro, saiba que o mercado tem várias soluções para si. Qualquer upgrade acima das suas luzes originais ajudará a criar uma experiência melhor e mais segura para o condutor. Escolha faróis que ofereçam melhor visibilidade a baixas velocidades, com luz branca para máxima clareza. A luz mais branca melhora o contraste, permitindo que um motorista distinga melhor os objetos na berma da estrada.