Música de Outono para combater a melancolia

Não deixe que a chuva, o frio e os dias curtos acabem com a boa disposição. Temos 10 grandes temas de música de outono, perfeitos para sorrir ao volante!

Ao volante no meio do trânsito, num engarrafamento infernal, vamos chegar a casa já de noite. Chove lá fora e o mundo parece não avançar: não é só frio que nos faz ter saudades do verão. Está na hora de voltar a sorrir ao volante, afastar os maus espíritos e meter a música mais alto. Fuja à monotonia da estação com o nosso top de música de outono para regressar à boa disposição!

Eminem está de regresso, com a sua clássica pose ainda mais furiosa do que o costume. Walk on Water foi o single supresa com a colaboração de Beyoncé, que funciona aqui como contraponto ao azedume do rapper. Apesar disso, a presença de Queen Bey não basta para apaziguar Eminem que não sabe como é que o público receberá Revival.

Como prometido, Lorde editou uma remistura para Homemade Dynamite com as colaborações de SZA, Khalid e Post Malone. Os três artistas contribuem com novos versos e tornam o refrão ainda mais viciante. A cantora neozelandesa irá fazer uma digressão mundial em 2018 e conta-se que também passará por Portugal.

Quem passou este ano pelo nosso país foram os Chainsmokers, onde também tocaram este Bloodstream. A terceira faixa do álbum diminui o número de batidas e mostra uma face mais emocional da banda. Depois dos hinos apoteóticos, este é um sinal que o duo nova-iorquino tem inspiração para voltar a surpreender-nos no futuro.

Taylor Swift não quer deixar nada por dizer. Esta já não é a mesma cantora que se calava timidamente quando Kanye West subia ao palco. “I don’t like you” repete várias vezes, enquanto ataca diretamente os críticos e mata a sua antiga personagem. “The old Taylor can’t come to the phone right now. She is dead”.

Ecos das pistas de dança

Com o seu segundo single a solo, Liam Payne prova a eficácia do falsetto. Bedroom Floor é o típico tema 4-por-4, com o bombo a marcar bem a inspiração de clube. O álbum só deverá chegar em 2018 mas esta colaboração com Charlie Puth já começa a dar sinais de trazer uma boa colheita pop.

Temas lentos e românticos não são a primeira coisa de que nos lembramos quando falamos de Kendrick Lamar. Mas Damn. fica para a história dos grandes álbuns de 2017 também pela vontade do rapper experimentar com novas linguagens. Acompanhado por Zacari, Love, não engana ninguém: é um Kendrick doce e pronto para passar nas rádios.

Fechamos a porta ao som de November, de Tyler, The Creator, para mais uma dose de hip hop emocional. Funciona a preceito para a estação melancólica, com a chuva lá fora a convidar à introspeção à lareira. “Take me back to November, can you go back to November?”. Sim, “my November is right now!”

A vingança dos ícones pop

Podemos estar a entrar na estação fria mas ainda dá para aquecer a pista de dança com ritmos do Caribe. Jason Derulo juntou-se a Nicki Minaj e Ty Dolla $ign e levam-nos para as praias de Trindade e Tobago. 2017 teve os sons das ilhas nas playlists de rádio e este é um dos exemplos mais viciantes.

Escrito a meias com Ed Sheeran, Your Song é o single de apresentação do segundo disco de Rita Ora. A cantora tem estado concentrada no seu trabalho de TV e cinema, incluindo a participação em Fifty Shades Darker. Regressou em 2017 para apresentar este tema mas só teremos novo disco na primavera de 2018. Também no próximo ano deverá arrancar uma nova tournée mundial que poderá passar por Portugal.

It Ain’t Me começa como um tema folk antes de entrar a batida electro. Chegam depois os efeitos vocais e o ritmo 4-por-4 para esclarecer afinal o que se passa. Seja o que for, a alma é pop, Kygo e Selena Gomez não o sabem fazer de outra forma. É uma clássica história sobre o fim de uma relação, mas é para ser ouvida na pista de dança, enquanto Justin Bieber se rói de ciúmes!