Top 10 Réveillon: destinos da moda para a passagem de ano

Réveillon: quais são os 10 destinos da moda para a passagem de ano?

É verdade. O tempo passa a correr. Parece que foi ontem que 2018 chegou e já estamos a ver o próximo ano a aproximar-se em velocidade acelerada. É já para a semana. O mais certo é que já tenha planos, mas nunca é demais ficar a conhecer alguns locais, que podem ser eleitos para passar com o pé direito para o ano de 2019.

Réveillon. A palavra francesa tem vindo a conquistar espaço além fronteiras. É uma moda? Talvez. É a passagem de ano, o que interessa de facto o nome que se lhe dá? O mais importante é estar rodeado de amigos ou familiares para abrir o champanhe (mais provavelmente espumante), comer 12 passas às 12 badaladas, saltar para cima de cadeiras, bater com panelas à janela, ver fogo-de-artifício e tantas, tantas outras tradições para dar as boas-vindas ao novo ano.

Figueira da Foz

A praia é iluminada, há animação e muitos festejos na rua. É assim que se passa o ano na Figueira da Foz. Segundo a Trivago, as atenções voltam-se para a Praça Forte, que tem um programa recheado, perfeito para grupos de amigos e famílias. Os concertos fazem parte do programa bem como o magnífico fogo de artifício ao soar das doze badaladas. O fogo é largado da outra margem do rio e as luzes refletem-se na água, criando um efeito visual fantástico.

Se a Figueira da Foz lhe enche as medidas, não deixe de aproveitar. Recorde como é passar o Verão nesta região de praia que se mantém atrativa também no pico do Inverno. Para quem gosta de passar o ano ao ar livre é importante chegar cedo à praça do Forte, pois pode haver muita gente. Cada um deve levar também as suas taças, o champanhe e, claro, as passas.

Lisboa

A capital também se tem vindo a tornar numa opção para quem quer ter uma passagem de ano o ar livre. Por toda a cidade há concertos e festas que convergem para o Terreiro do Paço, onde, logo após a Passagem de Ano há um espetáculo de foto de artifício, segundo alguns, inesquecível. Todos os anos há concertos, especialmente com músicos e artistas nacionais e a generalidade das atividades são gratuitas para os portugueses – e turistas estrangeiros – que escolhem a capital para entrar no novo ano com o pé direito.

Tome nota de alguns dos locais e petiscos que pode provar em Lisboa antes da derradeira noite do ano.

Tal como na Figueira, caso pretenda chegar a tempo de ver o fogo de artifício junto ao rio Tejo, convém jantar cedo e caminhar para o local tão cedo quanto possível, de preferência caminhar mesmo, pois haverá ruas cortadas ao trânsito e o metropolitano poderá estar demasiado cheio rumo ao Terreiro do Paço. Para que não falte nada não se esqueça do seu champanhe e das passas.

Não tem planos para a passagem de ano? Propomos-lhe 10!

Braga

No Minho, a sugestão da Trivago vai para Braga, uma cidade com um encanto especial. Aqui cada monumento esconde uma história. Na festa de passagem de ano poderá contar com um grande espetáculo de música e fogo de artifício na Avenida Central.

O Bom Jesus do Monte é um dos sítios que poderá escolher para celebrar. Não deixe de aproveitar para percorrer a escadaria, subir o funicular, passear pelo Parque Natural e andar a cavalo. Um dos melhores sítios para assistir ao fogo de artifício é do alto da colina, de onde se vê Braga iluminada pelo fogo de artifício e pela festa.

Escapadela de reveillon: 5 destinos na passagem de ano

Porto

Ainda muitos se lembram da passagem de ano em que o fogo de artifício não funcionou, mas a probabilidade de tal voltar a acontecer não é grande. A passagem de Ano na capital do norte, decorre na Avenida dos Aliados.

Habitualmente está repleta de gente, afinal é uma das passagens de ano mais populares de Portugal. Haverá concertos e, claro, fogo de artifício. Este espetáculo prolonga-se normalmente por cerca de 15 minutos, fazendo as delícias dos portuenses e visitantes junto à zona ribeirinha.

Este é apenas mais um motivo para visitar o Porto. Recorde connosco algumas esplanadas onde poderá passar tempo enquanto aguarda pela passagem de ano.

Uma das sugestões dos locais é passar o ano a bordo de um cruzeiro no Rio Douro, perto da festa, mas longe da confusão.

A melhor vista do fogo de artifício da passagem de ano Albufeira

No Algarve, Albufeira é um dos destinos mais procurados tanto por portugueses como por estrangeiros para terminar o ano. Segundo o Trivago, a Praia dos Pescadores enche-se de luz e animação, com um cartaz repleto de artistas bem conhecidos do público nacional.

Os concertos começam pelas 22h00 e termina pela meia-noite, seguido de fogo de artifício.

Poderá não estar, na noite de passagem de ano, bom tempo para ir ao mar. Mas poderá passear por alguns dos areais mais bonitos da região, agora que há espaço para estender a toalha.

Segundo quem por lá já passou, poderá alugar uma vivenda para usufruir da passagem de ano, jantar por casa e seguir, por volta das 22h00 para a Praia dos Pescadores. Depois de escolher um bom lugar para assistir, é divertir-se, sem esquecer de levar, claro, o champanhe e as passas.

Serra da Estrela/Covilhã

Apesar do frio, a Covilhã é um dos destinos mais procurados para a Passagem de Ano. É que pode juntar duas (ou três) diversões numa só: a passagem de ano, a visita ao ponto mais alto de Portugal Continental e, se houver neve, uma boa luta de bolas de neve. Segundo a Trivago, o manto branco da neve, a paisagem natural, a gastronomia regional e as aldeias históricas são apenas alguns dos muitos atrativos que tornam este destino tão apetecível nesta altura do ano. Se prefere algo mais tranquilo, pode escolher um local com lareira, comum na Covilhã.

Se sobrar tempo, não deixe de visitar Belmonte, o Museu do Brinquedo e tantas outras coisas que há para ver, em família, na Serra da Estrela.

Quem já lá esteve recomenda chalés e casas de montanha, com lareira, para passar um serão confortável. Com ou sem neve, a paisagem é maravilhosa.

Nazaré

Mais uma localidade à beira-mar que os portugueses – e outros turistas – elegem para a passagem de ano. Música, espetáculos de luzes e fogo de artifício fazem parte da ementa. É provavelmente uma das maiores festas de passagem de ano, na rua, na região centro. Habitualmente há vários palcos instalados ao longo da marginal. O fogo de artifício é lançado a partir do areal da praia. Tal como noutros locais, é importante que não se esqueça do champanhe e das passas.

E já imaginou andar pela região, ver as magníficas ondas e, quem sabe, assistir em direto a mais um recorde de onda surfada em Portugal?

Os locais recomendam reservar uma apartamento perto da praia, de onde possam partir e chegar a pé dos locais onde as bandas tocam e o fogo de artifício alegra o ambiente.

Onde é que vão passar o fim de ano?

Portimão

Outro local à beira-mar plantado de eleição pelos portugueses para a passagem de Ano, desta feita, no Algarve. Segundo a Trivago, o clima é ameno, a história da cidade é riquíssima e os sabores do mar tornam este num lugar convidativo para a passagem de ano. As opções: a Praia da Rocha e a Zona Ribeirinha. À meia-noite, a praia ilumina-se com o fogo de artifício e a festa prolonga-se pela noite dentro.

Naturalmente, a zona é mais frequentada no verão. Recorde aqui o que a Goodyear escreveu para si sobre Portimão.

Quem por já lá passou o ano, recomenda um alojamento perto da Praia da Rocha e a animação perto da Zona Ribeirinha. Recomendam também cuidado na escolha do local para estacionar, pois não irá gostar de terminar a noite com uma multa ou com o carro rebocado.

Sesimbra

E, mais um destino à beira do Atlântico. Sesimbra é um dos locais que certamente não o irá desapontar. Junto à Serra da Arrábida e com uma zona marginal que tem vindo a ser renovada ao longo dos anos, é muito agradável assistir ao fogo de artifício da janela (caso tenha visibilidade para o local) ou da praia. Com em outros casos, se pretende passar o ano ao ar livre, lembre-se de levar a sua garrafa, taças e passas. Pois de que vale ter o fogo de artifício sobre o porto de abrigo se não pode cumprir as restantes tradições.

Temos vindo a falar sobre Sesimbra pelos mais diferentes motivos, recorde aqui o artigo sobre as praias adequadas para ir com crianças.

Além da gastronomia – em particular o peixe que chega ao porto de abrigo diariamente – quem já passou o ano em Sesimbra recomenda chegar cedo, pois pode ser complicado estacionar e os fiscais estão atentos. Depois, ande a pé, pois é a melhor forma de apreciar as ruas e ruelas desta vila piscatória. Quando for a sair (ou antes de chegar) passe pelo Castelo para apreciar a vista ou pelo Cabo Espichel.

Em ambiente rural

A maioria das soluções apresentadas inclui uma passagem de ano na praia ou perto dela. Mas se prefere locais mais recatados, as opções são inúmeras. Por exemplo, uma casa de turismo rural, longe da confusão e em contacto com a natureza. As opções existem em todo o país. E aqui não é preciso fogo de artifício e concertos organizados. Leve a sua guitarra, faça uma fogueira ou acenda a lareira e divirta-se no Alentejo, no centro ou no norte do país, na Madeira ou nos Açores.

Aproveite para observar a natureza, leve jogos de tabuleiro para jogar com os amigos e família. E claro, champanhe, passas e copos para que possa brindar à passagem de ano.