Passeios literários em Lisboa: a calçada e as letras

Fomos descobrir a cidade através das palavras dos mais exímios mestres da lingua portuguesa e temos 3 passeios literários em Lisboa para vos recomendar.

Os passeios literários em Lisboa são uma forma original de conhecer a cidade e os vultos que aqui viveram. Muitos dos nomes essenciais da lingua portuguesa assentaram arraiais na capital e tornaram-na parte das suas próprias narrativas. De Camões a Saramago, o rol de autores que dedicaram parte substancial da sua vida à cidade, marcou Lisboa de forma indelével e ainda hoje esses sinais resistem e podem ser visitados. Além de terem deixado para a História preciosos retratos da vida dos seus contemporâneos, transformaram Lisboa numa figura mítica. É um ponto de fuga, um local de reencontro ou um cenário para o amor. Mas é sempre Lisboa e, quando é enfeitada pelas palavras destes mestres, torna-se ainda mais bela. Aceite o nosso convite para ouvir falar de História e histórias, de factos e fantasia. Aproveite os Passeios Literários que lhe sugerimos para este mês.

Lisboa com passeios autênticos

A Lisboa Autêntica é uma equipa de gente com gosto pela cidade e que adora partilhá-la. Oferecem variadíssimos passeios, desde a gastronomia à arqueologia, mas, com tantos autores que aqui viveram, a literatura tem espaço especial. Antero de Quental e a Geração de 70 são o mote para uma visita à vida de Lisboa no século XIX. Eça de Queiroz deixou marca indelével na sociedade portuguesa e lisboeta que descobrimos ao percorrer os cenários de “Os Maias”. Depois dos jantares e discussões políticas no “Tavares”, Carlos da Maia regressava a casa pelas ruas de uma cidade única. Fernando Pessoa é também personagem obrigatória para estes passeios, tendo sido Lisboa a cidade por ele mais amada, onde nasceu e viveu. Passamos pelos sítios mais significativos da sua vida, deixando-nos acompanhar pelas palavras que o poeta escreveu sobre a capital. As casas onde morou, os bares que frequentou, as ruas que percorri,a e ainda os lugares “visitados” pelos heterónimos. António Tabucchi, Cesário Verde e, claro, Saramago, são outros dos nomes aos quais a empresa dedica percursos temáticos.

Pé ante pé, à descoberta de histórias na calçada

A Lisbon Literary Tours é um grupo de guias-intérprete que se reuniu à volta da paixão comum pela literatura portuguesa. Os seus passeios foram inicialmente pensados para alunos do Ensino Secundário, mas alargaram a actividade e adaptaram-se a todo o tipo de públicos. Eça de Queiroz é recordado através de três percursos, pelos “Maias” em Sintra e Lisboa, e pela Colina de Sant’Ana de “A Relíquia”. O itinerário pessoano leva-nos do Rossio ao Martinho da Arcada, com leitura de excertos ao longo do percurso. Garret também deixou a sua marca na cidade, assim como em Santarém, outro dos passeios propostos. O “Memorial do Convento” leva-nos pelos passos de Baltasar Sete-Sóis, desde que chega a Lisboa, até que morre em matéria, à nossa despedida. Pelo caminho saberemos mais sobre a família real, o Padre Voador, o Sr. Escarlate e a inseparável Blimunda Sete-Luas, entre outros.

Fevereiro, mês de letras em Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa organizar regularmente passeios pelas letras dos grandes autores que passaram por Lisboa. Este ano há muita oferta concentrada em fevereiro e o mês está cheio de propostas com diversos nomes. O mês começa com um percurso entre o Largo de São Domingos e a Casa dos Bicos, para descobrir Saramago. Baltasar e Blimunda, de O Memorial do Conventoserão os cicerones. Dia 16 vamos poder conhecer Cesário Verde, seguindo os passos do poeta pela capital. Fernando Pessoa tem dupla aparição, a 10 e a 27 de fevereiro, para nos levar do Largo de São Carlos, onde nasceu, até ao Martinho da Arcada. Dia 23 o encontro fica marcado para o Largo de Camões para partirmos numa epopeia ao encontro do poeta. As marcações deverão ser feitas através do email lisboa.cultural@cm-lisboa.pt