Família que viaja unida, canta unida

10 canções que toda a família conhece, para uma road trip divertida à procura do sol e da nova estação. Toda a gente no carro a cantar em únissono!

O pai gosta dos clássicos dos anos 80, a mãe diverte-se a abanar a anca ao som de música latina, o filho adora hip hop e a filha adolescente só ouve pop… É uma tarefa complicada meter o rádio do carro a tocar algo que satisfaça a família toda. Mas, agora que nos estamos a preparar para viagens de férias, curtas escapadelas e fins de semana em passeio, precisamos mesmo de uma solução para este desafio… Não se preocupe! A Goodyear reuniu 10 canções que toda a gente no carro vai reconhecer imediatamente, com refrões viciantes para se cantar em coro e ritmos desenhados a preceito para fazer explodir a festa.

É o grande sucesso da temporada e, se Despacito não conseguir arrancar a diversão pela porta grande, é porque você leva gente muito rezingona dentro do carro. A fusão latina/reggaeton do porto-riquenho Luís Fonsi, aqui com Justin Bieber, é exatamente o tipo de ritmo quente que o verão exige.

Os Chainsmokers são uma das bandas de maior sucesso nas ondas da rádio portuguesa no último ano e vão visitar a Zambujeira em agosto para um concerto no Sudoeste. Lançaram recentemente esta colaboração com os Coldplay e Something Like This tornou-se imediatamente num dos hinos da estação.

Passou no princípio de maio por Lisboa, com um concerto na MEO Arena, mas Shawn Mendes já é um favorito do público nacional há alguns anos. There´s nothing holding me back aparece aqui como uma declaração de intenção: nada vai impedir esta família de se divertir e partir para as férias com a melhor disposição possível.

Outra banda que está a estagiar para visitar o NOS Alive em julho (o concerto já está esgotado!), os Imagine Dragons têm em Believer o cartão de apresentação do seu terceiro álbum. Com um ritmo a compasso de marcha e um refrão de tons épicos, é um desafio para descobrir quem no carro tem mais pulmão.

Voltamos à inspiração dos ritmos afro-latinos com o ex-Da Weasel e ex-Nu Soul Family, Virgul e o seu mega-sucesso Só Eu Sei. Com produção ao nível dos grandes nomes da pop, através da colaboração com Vinay Vyas que já trabalhou com David Guetta ou Nicki Minaj, o álbum de 2016 do cantor continua a debitar poderosos singles a que ninguém fica indiferente.

Depois de um primeiro álbum surpreendente, do=s é a confirmação de Diogo Piçarra como um dos nomes mais interessantes da nova pop nacional. O disco arranca com este Dialeto mas conta com mais uma série de singles que estão destinados a marcar o ano de 2017 com o ascendente do músico algarvio.

Depois de ter invadido as playlists de todas as rádios mainstream em 2010 e já passado o período necessário para desenjoarmos, volta a ser seguro tocar Hey Soul Sister dos Train sem ofender ninguém. E, sejamos honestos, com um ritmo destes e um refrão assim efusivo quem é que se arrisca a dizer que não funciona a preceito para ser cantado pela família toda em uníssono?

É altura de batermos palmas a compasso e celebrar o princípio das férias? O trabalho e a escola ficaram lá atrás e já pudemos dizer que The Dog Days are Over? Florence + The Machine têm uma forma muito própria de nos convencer que aquilo que aí vêm são os dias radiosos do verão. E é muito difícil resistir.

As abelhinhas andam pelos campos a cumprir a sua tarefa principal, por isso está na altura de recuperarmos um dos maiores sucessos da Queen B (Beyoncé), Single Ladies. Vá, obedeçam às ordens da “rainha”, metam as mãos no ar e dancem como se o carro fosse a vossa discoteca privada. Da cadeirinha do bébé até ao assento do condutor, toda a gente vai berrar “oh-oh-oh-oh-oh-oh”.

Sempre em ritmo de festa, regressamos a um dos maiores sucessos de verão dos últimos anos, com os Maroon 5 e o seu Moves Like Jagger. Com um ritmo sensual, mesmo à figura dos movimentos do histórico vocalista dos Rolling Stones, é uma canção quase com sabor a limonada fresca: não será nunca a proposta mais inovadora a bater-nos à porta, mas poucas coisas sabem tão bem quando o calor aperta.