0 Como fazer a manutenção adequada dos pneus no outono - quilometrosquecontam

Como fazer a manutenção adequada dos pneus no outono

27 Novembro | 2019 | Goodyear

É muito importante fazer a revisão dos pneus no outono. A Goodyear diz-lhe como fazer a manutenção correta

Quando circulamos na estrada, a única coisa que mantém nosso veículo preso ao asfalto são quatro pequenas superfícies de borracha, que a todo momento tocam o chão. Se os pneus não tiverem ar suficiente ou a borracha estiver desgastada, a nossa ligação ao asfalto ficará fragilizada. Por outras palavras, a manutenção dos pneus é tão essencial para uma condução segura quanto a colocação do cinto, e nem sempre prestamos atenção a isso.

Pneus em bom estado são necessários todos os dias do ano, especialmente quando as condições da estrada pioram como resultado do clima, como no outono. Com a queda das temperaturas, as horas de sol diminuem e chove com mais frequência, por isso é comum encontrarmos asfalto húmido ou até mesmo gelo quando viajamos. Para tornar a sua condução o mais segura possível, dizemos-lhe como escolher o melhor pneu no outono.

Aderência

A primeira coisa que precisa de avaliar é a profundidade do sulco. Quanto mais profunda, melhor o pneu agarrará ao asfalto e, logo, terá menos hipóteses de patinar e sofrer a temida aquaplanagem. A lei impede a condução quando a ranhura é inferior a 1,6 milímetros, mas isso não significa que precise de manter os pneus até que atinjam essa altura, antes pelo contrário. De facto, a aderência ideal em superfícies molhadas é de 2,3 milímetros.

Que pneu escolher: All Season vs pneu de inverno

Recomenda-se que, se estiver mau tempo e os pneus forem antigos, seja feita a troca por novos. Se conduzir em locais onde neva com frequência, pode optar por pneus de inverno para obter a melhor aderência. Os pneus de inverno foram pensados para mostrar todas as suas capacidades em climas frios com temperaturas de +7 ° C e inferiores e incluem bandas de rodagem desenhadas para maximizar a capacidade de aderência e travagem no gelo e na neve. A Goodyear aposta num composto especial para as bandas de rodagem Winter Grip, que oferece maior tração em estradas cobertas de gelo e neve durante todo o ano, além de lâminas 2D na área central para facilitar o arranque e a travagem na neve e no gelo.

Os pneus de inverno são reconhecidos pelo símbolo da montanha com três picos e pelo floco de neve impresso nos lados do pneu. Fabricantes como a Goodyear recomendam não misturar pneus de inverno e verão, pois isso pode tornar a condução numa estrada escorregadia mais perigosa e afetar a manobrabilidade, especialmente se forem combinados modelos com um desenho diferente na banda de rodagem e desempenho dispar.

Tendo em conta que os pneus de inverno devem ser substituídos por um conjunto de pneus de verão ou multi-estação quando as temperaturas começam a subir e se não quiser trocar de pneus a cada seis meses, uma das opções que ganha adeptos em climas amenos são os pneus All Season. Os Goodyear Vector 4Seasons foram desenvolvido para obter o máximo desempenho, tanto em clima quente como com chuva forte e granizo. A sua área de contacto é mais larga e plana, e os sulcos hidrodinâmicos melhoram a resistência à aquaplanagem.

Ao escolher os All Season poupamos o trabalho de substituir os pneus duas vezes por ano e, além disso, podemos circular em condições climatéricas adversas, já que os Goodyear Vector 4Seasons estão homologados como pneus de inverno, pelo que não necessita de usar correntes para a neve.

O risco de sofrer uma colisão é maior no outono do que na primavera ou no verão, devido à fraca visibilidade, pelo que um conjunto de pneus que reduza a distância de travagem é bastante recomendável nesta época. Além disso, lembre-se de que, geralmente, conduzir com água multiplica essa distância por dois. Portanto, escolha bem os seus pneus e, acima de tudo, mantenha a distância de segurança quando circular com chuva.

Pressão adequada

Tão importante quanto evitar os pneus gastos é evitar os que não têm pressão suficiente. Vigie o ar nos seus pneus para que permaneçam nos níveis definidos pelo fabricante, nem mais nem menos, já que se perderem pressão não terão aderência adequada e desgastar-se-ão na zona exterior. Se excederem a pressão, desgastar-se-ão primeiro no centro..

Regular a pressão não é parvoíce e muito menos depois do verão, quando as condições da estrada dificultam a condução (e, além disso, o clima pode não ser o melhor para sair do carro se estiver com um pneu furado).

O estado dos pneus

É possível que, mesmo com a pressão certa e o desenho perfeito, os pneus do seu carro não estejam em perfeitas condições. Isso acontece porque a borracha nem sempre é bem conservada, especialmente se o nosso carro não fica numa garagem e está permanentemente sujeito a intempéries.

É igualmente possível que nos casos em que não utilizamos um carro por um longo tempo, nos deparemos com vários problemas. Um deles será encontrarmo-nos sem bateria, algo habitual após longos períodos sem usar o veículo; mas ainda mais importante é a condição dos pneus: podem deformar-se ao longo do tempo e causar acidentes graves.

Este problema não acontece apenas devido ao mau tempo ou a longos períodos sem utilizar o carro: os pneus também se danificam por vários motivos.

  • Pressão errada.
  • Não substituí-los quando chegam ao fim da sua vida útil. 
  • Alinhamento incorreto ao montá-los.

Todos esses motivos, juntamente com outros mais comuns, como solavancos ou cortes inesperados, podem danificar os pneus antes do tempo e obrigar à sua substituição para garantir a segurança na condução.

Lembre-se: nesta estação, verifique se os pneus estão com os sulcos e a pressão certa. E só lhe faltará fazer-se à estrada e aproveitar. Desfrute de quilómetros e quilómetros de paisagens coloridas com tons de outono.

 

Good Year Kilometros que cuentan