Como escolher os pneus adequados para conduzir durante o verão

Pneus de desempenho, pneus de verão, pneus todas-as-estações?… Quais os pneus indicados para o verão em Portugal e que cuidados devemos ter na escolha?

Aproveite a mudança de estação para trocar os seus velhos pneus e partir para as férias com mais segurança e conforto. Vai encontrar diversas gamas e ofertas no seu agente Goodyear, entre os quais Pneus de Verão e Pneus Todas-as-Estações, e irá com certeza ter algumas dúvidas. Nós explicamos para que serve cada tipo e qual o indicado para si.

Ao contrário do que acontece noutros países europeus, no nosso país não há obrigatoriedade legal no uso de tipos diferentes de pneus conforme a estação do ano. Com um nível de ruído inferior e um comportamento perfeitamente aceitável, os condutores portugueses só têm por hábito recorrer aos comuns pneus de verão ou todas-as-estações, recorrendo às correntes só em última opção e ignorando os comuns pneus de inverno.

Pneus todas-as-estações

A Goodyear tem créditos acrescidos quando o tema são os pneus “todas-as-estações”/”All-Weather: foi depois do sucesso da gama Tiempo, em finais dos anos 70, que o mercado percebeu a relevância da nossa nova oferta e multiplicou-se em produtos concorrentes que deram origem a um novo segmento de mercado.

Com certificação M+S e Neve, os pneus “all weather” são um compromisso entre o comportamento de um pneu de inverno e um de verão. Apresentam um nível de ruído e consumo superiores aos seus congéneres de verão, mas são uma solução interessantes para condutores de regiões onde é habitual a queda de granizo ou até de alguma neve. O condutor que procura o maior desempenho em todas as situações evita assim a necessidade de ter dois jogos de pneus.

Não são muitas as zonas de Portugal a descer abaixo dos -5 °C que aconselham a troca para pneus de inverno, por isso é este o tipo de pneu aconselhado para os casos mais extremos. Se, contudo, vai trocar de pneus e a sua condução o leva habitualmente por Trás-os-Montes no pino do inverno ou provações semelhantes, pode ser uma boa altura equacionar um conjunto de todas-as-estações.

Pneu Goodyear

Pneus de verão

Os pneus de verão são fabricados com uma borracha mais dura, que alcança o seu maior grau de aderência a temperaturas mais elevadas e, abaixo dos 7 °C, os pneus de verão vêm reduzidas drasticamente as suas prestações. Os pneus de verão têm flancos reforçados e um composto mais flexível, de forma a obterem o máximo de durabilidade e aderência possível perante as temperaturas superiores do verão, com menor resistência e um piso menos profundo. Ao mesmo tempo, com o desenho do piso pensado para obter o máximo de contacto com a estrada, apresentam uma capacidade de travagem e curva superior aos outros tipos, o que lhes valeu também a designação de “pneus de performance/desempenho” em alguns fabricantes e mercados.

Em comparação com os seus congéneres todas-as-estações, trocam a aderência em piso com gelo por uma capacidade de direção mais precisa e menor resistência ao rolamento, o que resulta em menos consumo e ruído. Como a maioria do país se mantém a temperaturas mais amenas durante todo o ano, os consumidores portugueses podem não usar mais do que um conjunto de pneus de verão, até ao momento em que a profundidade do piso ou alguma perfuração obriga à aquisição de uns novos.

E ainda…

Se, depois de análise apurada, verificar que não necessita de trocar de pneus, mesmo assim não é altura de baixar a guarda. O verão traz dificuldades acrescidas à condução e os pneus do seu carro são os primeiros a sofrer os resultados. Entre outros cuidados, atente à pressão de ar, verifique-a uma vez a cada duas semanas e se o estado do piso está acima dos 1,6 milímetros obrigatórios por lei. À medida que a temperatura aumentar nos próximos meses, os seus pneus poderão perder até ao dobro da pressão que normalmente perderiam durante o inverno.

Confie nos conselhos do seu agente Goodyear, respeite o índice de velocidade e capacidade de carga, e não entre na moda, agora tão habitual, de optar por dimensões um pouco diferentes das recomendadas, à procura de um perfil mais baixo ou mais agressivo para a sua montada: vai pagar a opção estética com mais consumo e um comportamento menos seguro. Os pneus certos podem transformar uma sucata numa condução perfeitamente aceitável enquanto os pneus errados vão resultar num carro imprevisível.