Portugal no cinema: 5 filmes rodados no nosso país

Portugal já foi cenário de milhares de filmes, alguns deles bastante famosos. A Goodyear escolheu 5 que mostram bem as belezas do nosso país.

Com o seu clima ameno, beleza natural e custos atrativos, não é surpresa que muitas produções de cinema escolham Portugal para filmar. Claro que a produção de séries e filmes portugueses preenche a maior parte da lista de exemplos, mas há também muitos realizadores estrangeiros que escolheram o nosso país para ilustrar algumas das suas obras. Venha daí com a Goodyear conhecer alguns dos mais famosos exemplos e descobrir como é que Portugal fica assim tão bem no grande ecrã.

Portugal é fotogénico e fica sempre bem quando aparece no cinema. Já o sabemos desde que populares clássicos como “Pátio Alfacinha”, colocaram o país no cinema, ou quando a lente apaixonada de Manoel de Oliveira se dedicava às nossas paisagens, mas há muitos outros exemplos e o coração enche-se de orgulho quando vemos estrangeiros a perceber o mesmo. Fiquem a conhecer 5 exemplos entre, literalmente, dezenas de milhar, em que Portugal foi a personagem principal.

1. Lisboa

A cidade portuguesa mais referenciada e visitada no cinema é, naturalmente, Lisboa. Já tivemos a vista de Sean Connery e Michelle Pfeiffer (“A Casa da Rússia”), Meryl Streep e Glen Close (“A Casa dos Espíritos”) ou Christian Bale e Oscar Isaac (“The Promisse”, com data de estreia prevista para Abril de 2017), mas um dos filmes que nos últimos anos melhor representa Lisboa é “Comboio Nocturno para Lisboa”. Este filme de 2013, com Beatriz Batarda, Jeremy Irons e o saudoso Cristopher Lee, passa pelo Bairro da Bica ou pelo Cemitério do Alto de São João e ainda tem a Ponte 25 de Abril como uma espécie de personagem secundária, numa história em que as ruas de Lisboa funcionam como o cenário perfeito para uma busca apaixonada e obsessiva.

2. Cascais

George Lazenby não resultou como intérprete de James Bond, mas, pelo menos, o seu único filme “007 – Ao serviço de Sua Majestade” de 1969, foi o motivo para rumar até Cascais. Na Costa do Sol ainda se vivia a época áurea que trouxe até aqui alguma nobreza europeia, e o agente secreto mais conhecido do cinema foi buscar esse cenário ao Hotel Palácio. A fantasia e a realidade misturam-se no histórico hotel do Estoril que, efectivamente, era o cenário de uma série de encontros de espiões durante a segunda guerra mundial, altura em que Ian Flemming passou aqui uma temporada e onde conheceu um agente-duplo russo. O filme começa com Bond a enfrentar um vilão nas águas do Guincho e, noutra cenas, visita Setúbal, o Zambujal e Lisboa, mas é o espírito da Linha de Cascais que mais se coaduna com o perfil de 007.

3. Sintra

Com referências que iam de Lovecraft a Edgar Alan Poe, “A Nona Porta” é um filme de Roman Polanski interpretado por Johny Depp. Parte da acção decorre em Sintra e poucos locais serviriam assim tão bem para contar uma história cheia de misticismo e referências à patina dos tempos. A narrativa leva-nos numa viagem por livros centenários, cultos esotéricos e figuras assustadoras que esperam só por um deslize para tratar da sanidade de um pobre humano: parece feito mesmo à medida das lendas da vila e da serra de Sintra. A personagem principal escolhe o Hotel Central para dormir, e podemos ver a Praça da República de onde parte depois para um passeio de mota que o leva pela Pena até ao Chalet Biester.

4. Arganil

“Aquele Querido Mês de Agosto” é o único filme português que incluímos nesta lista, mas o tema só podia ser decentemente tratado por quem conhece bem o nosso país. Filmado em vários pontos do distrito de Coimbra, é uma homenagem muito sentida aos Verões da província e a todas as personagens que vivem num Portugal que costumamos esquecer. Uma das figuras mais marcantes do filme de Miguel Gomes é Paulo Moleiro que, chegadas as festas anuais da aldeia, saltava todos os anos da ponte sobre o Rio Alva, em Coja, no exato sítio onde dois pregos marcavam a zona de segurança. Até ao fatídico ano em que o rio corria menos profundo… Os pregos ainda lá estão!

5. Vila Nova de Milfontes

Jeremy Irons gosta o suficiente do nosso país para regressar sempre que é convidado e “A Casa dos Espíritos” foi o motivo para visitar-nos em 1993, acompanhado por Winona Rider e Meryl Streep. A adaptação do clássico de Isabel Allende passa-se no Chile, mas é fácil identificar o momento em que a revolução acontece nas escadas da nossa Assembleia da República ou nos Paços do Concelho. Para o filme foi construída o cenário de uma mansão no Monte das Três Marias, em Vila Nova de Milfontes, da qual só sobrevive a escadaria depois da destruição a que é sujeita na história.