Salema: uma das melhores praias do mundo

30 Agosto | 2019 | Goodyear

Há coisa de três anos, o jornal britânico The Guardian incluiu-a na sua lista das 50 melhores praias do mundo. No ano seguinte, foi a vez do Daily Telegraph se render aos seus encantos. Falamos da Praia da Salema, no concelho de Vila do Bispo, uma das jóias do Barlavento algarvio. 

Situada a meio caminho entre Sagres e Lagos, a Salema é, antes de mais, uma aldeia piscatória, atividade que marca ainda a vida dos habitantes da pequena localidade. Tanto que a zona central da praia está habitualmente ocupada pelos barcos dos pescadores e pelos seus utensílios, como os alcatruzes ou o aparelho do anzol. Os banhistas podem, assim, observar o regresso da faina e depois provar o peixe fresco nos restaurantes da aldeia, com destaque para o polvo e para o sargo.

Aqui estamos longe do Algarve barulhento e das praias super-povoadas. Há sempre espaço no amplo areal, com mais de 1 km de extensão, e mesmo que a recente publicidade tenha levado mais turistas para a Salema, é ainda um oásis de tranquilidade, até porque a loucura dos empreendimentos turísticos ainda não chegou a este verdadeiro oásis algarvio.

A ocupação humana da povoação é bem antiga, como demonstram as ruínas da “villa” romana, assim como a tradição piscatória, visível nas ruínas de uma antiga fábrica de conservas de peixe. E podemos, inclusive, recuar até um tempo anterior à humanidade: nas arribas a nascente da praia, é possível observar-se pegadas fossilizadas de dinossauros, que povoaram a região há cerca de 140 milhões de anos.

Onde ficar

Há geralmente quartos para alugar à volta da vila mas, naturalmente, deve tentar marcar com antecedência. Mesmo à beira da praia fica o Hotel Residencial Salema, onde os quartos têm vista para o mar. 

Um pouco mais afastado da praia fica o Romantik Villa, um aparthotel que oferece uma vista panorâmica sobre o oceano e se assume como amigo do ambiente: por exemplo, a eletricidade e o aquecimento da água e da piscina (tratada apenas com sal) é feito através de painéis solares e sinal wifi pode ser desligado individualmente em cada uma das suites.

Não muito longe encontra-se o Salema Beach Village, que disponibiliza dois campos de padel, um parque infantil e um ginásio ao ar livre. O resort possui 114 moradias, de dois ou três quartos, em regime de self-catering.

Se gosta de montar a tenda, tem sempre o parque de campismo da Quinta dos Carriços, que fica a 1,5km de Salema pela estrada principal. Entretanto rebatizado de Salema Eco Camp, o parque foi alvo de obras de reabilitação e disponibiliza tipis, apartamentos e mobil-homes.

Onde comer

Numa aldeia de pescadores é um crime de lesa-majestade não comer o peixe fresco que o mar oferece todos os dias. Um dos sítios a ir é O Lourenço, onde o peixe grelhado é bem preparado e as doses são generosas.

Onde a Rua dos Pescadores, a artéria central da povoação, encontra a praia fica o Bóia Bar, onde o menu se faz de robalos, sargos, douradas e salemas. Seguindo pela rua, chegamos ao Água na Boca onde, para além do peixe fresco, vale a pena investir em pratos de carne como o borrego estufado ou as bochechas de porco, tudo bem regado com um vinho da abundante garrafeira.

Na mesmíssima Rua dos Pescadores (nas traseiras do Bóia Bar) fica ainda a Casa Pizza onde a oferta, apesar do nome, não se limita às pizzas. Para além de outros pratos habituais da cozinha italiana, como as lasanhas ou os risottos, é ainda possível experimentar uma moussaka grega.

Parta então à descoberta deste verdadeiro tesouro do Barlavento, onde pode desfrutar de um Algarve tranquilo e pitoresco.

Good Year Kilometros que cuentan