As 10 melhores praias da Costa Alentejana

Quando chega o bom tempo temos de escolher onde podemos descansar da correria do dia-a-dia. Na Costa Alentejana a oferta variada. Eis as nossas sugestões.

Entre Setúbal e o Algarve estende-se o Alentejo e as Praias da Costa Alentejana. Ocorre-nos geralmente a terra árida e os campos interiores cobertos de mantos verdes ou mais amarelados consoante a época do ano. Mas, à beira do Atlântico a Costa Alentejana está pontilhada de praias maravilhosas. Siga a Goodyear neste percurso alentejano em fundo azul do mar.
Quando chega o bom tempo temos de escolher onde podemos descansar da correria do dia-a-dia. A Costa Alentejana tem oferta para todos os gostos. Troia, Comporta, Porto Covo, Costa Vicentina. Escolhemos aquelas que se destacam por este ou aquele motivo. A EN261 começa em Troia. O primeiro ponto de paragem que apontamos.

    38.479908-8.900481

    Praia de Tróia Galé

    Quem nunca ouviu falar da praia de Tróia? É uma praia, já na Costa Alentejana, de caraterísticas urbanas com apoio de praia. No local pode encontrar um bar, instalações sanitárias e estacionamento automóvel inserido na urbanização de Tróia. É também um ex-libris de qualidade. Segundo a autarquia, a praia reúne condições para a certificação de qualidade ambiental ISO 14001. Além disso foi galardoada com Bandeira Azul, e foi reconhecida como Qualidade de Ouro, pela Quercus. Por aqui, o mar é calmo de ondulação baixa ideal para a prática de kitesurf ou windsurf. E a vista! Ai a vista… magnífica sobre a Serra da Arrábida. Bem perto da praia está disponível oferta de alojamento e restauração.

    Praia da Comporta

    Se seguir pela mesma EN261 vai chegar à Comporta. Nos limites da Reserva Natural do Estuário do Sado, é outra praia com beleza natural. Dunas, areal, qualidade da água do mar, apoio à praia. Há de tudo nesta praia que nos chega aos ouvidos todos os anos com destaque, aquando da abertura da chamada “silly season”. Afinal, é por esta praia da Costa Alentejana que vão a banhos algumas das celebridades portuguesas. Segundo a câmara local, também esta praia tem restauração/bar, instalações sanitárias completas. Além disso, tem acesso e serviço dedicado a utentes com mobilidade reduzida, entre outras facilidades.

    Destaque também para a múltiplas certificações (qualidade ambiental ISO 14001, qualidade Ouro e Bandeira Azul da Europa). Surf, bodyboard, kitesurf e pesca desportiva são algumas das atividades a que se pode dedicar na água. Em terra, aproveite os passeios pedestres nos pinhais ou arrozais contíguos permitem a prática de “bird watching”. Não deixe ainda de visitar o Museu do Arroz e a Adega da Comporta.

    Praia do Carvalhal

    Continuando pela EN 261 faça novo desvio até ao mar em Carvalhal. É outra praia distinguida regulamente com a Bandeira Azul, com qualidade de Ouro desde 2004 e também acessível. Das praias da região de Grândola, destaca-se por ter sido uma das finalistas das 7 Maravilhas – Praias de Portugal na categoria Praias de Dunas. O areal é contíguo a um sistema dunar que se estende até aos pinhais característicos da região. É também uma delícia para quem quer fazer algo mais que torrar ao Sol, pois as antigas lagoas, agora transformadas em campos agrícolas e arrozais, são um deleite para os olhos de quem aprecia a natureza, a biodiversidade e paisagens únicas. Para se distrair são aconselhados passeios pedestres e “bird watching”.

    Em matéria de serviços tem apoio à praia (restauração e instalações sanitárias) e um grande parque de estacionamento sombreado. Por aqui os banhistas podem nada calmamente, pescar e, em determinadas alturas do ano praticar, surf, bodyboard ou kitesurf. Nesta zona opte por comer arroz e massa de peixe, marisco, peixe grelhado, amêijoas à Bulhão Pato e batata-doce.

    As 10 melhores praias da Costa Alentejana

    Praia de Melides

    Uma vez que a ideia de férias é descansar e não se cansar, não faça todos este roteiro de uma vez só. Vá pernoitando em algumas das localidades. Mas, seguindo ainda pela EN261, volte novamente a sair da estrada rumo à praia de Melides, ainda na região de Grândola, ainda na Costa Alentejana. Esta praia marítima é considerada por alguns a maior praia de Portugal. A praia separa o mar e a lagoa de Melides, tem um bom estacionamento e acessos por estrada. Entre as infraestruturas de apoio encontra-se uma rede de voleibol. Tal como as outras praias da região, para chegar à praia vai percorrer pinhais e arrozais. Mais uma oportunidade para passeios pedestres e bird watching. O pôr-do-Sol é maravilhoso e pode apreciá-lo a partir das esplanadas da praia. Poderá cruzar-se com surfistas e praticantes de parapente (isto, claro, se não for um deles).

    Praia da Lagoa de Santo André

    Bem perto de Melides, continuando para Sul, vai encontrar a praia da Lagoa de Santo André. Outro areal maravilhoso. Na continuação do percurso pela Costa Alentejana, fica já em Santiago do Cacém. A praia fica junto à Lagoa de Santo André e está integrada na área da Reserva Natural das Lagoas de Santo André e Sancha. O longo areal da Praia da Costa de Santo André é banhado em simultâneo pelo Oceano e pelas águas tranquilas da lagoa. Também aqui predominam as dunas douradas. A praia de mar tem águas agitadas, mas para quem prefere águas mais calmas há igualmente opção, na zona banhada pela lagoa. Aí poderá praticar windsurf, canoagem, fazer passeios pedestres, observar a paisagem e as múltiplas aves que por ali nidificam.

    Praia de São Torpes

    É certo que quando pensamos em Sines, a primeira coisa que nos ocorre é que é uma zona industrial e portuária. Mas também por lá há praias extraordinárias, que já abordámos num artigo. É o caso da praia de São Torpes. Para aqui chegar tem duas opções simpáticas, a partir de Santo André (A26-1)ou a partir de Santiago do Cacém (A26). Há quem a considere a melhor praia para praticar surf na Costa Alentejana.

    E voltando um pouco atrás, sabia que a atividade humana em Sines acaba por beneficiar esta praia suis generis? É que a central termoelétrica de Sines descarrega um caudal de água quente no mar que acaba por atrair pessoas e fauna marítima! É que a água fica com uma temperatura tépida, consoante o local em que mete um pé na água. É necessário ter cuidado nesta praia pois há riscos de desmoronamentos, mas se se acautelar, tudo corre bem. Como a água quente atrai também peixes, os pescadores desportivos têm aqui uma boa oportunidade de levar de facto um peixe para o jantar.

    Praia da Samoqueira, Porto Covo

    Ainda estamos na zona de Sines, mas um pouco mais abaixo, em Porto Covo, a terra celebrizada por Rui Veloso e pela sua Ilha do Pessegueiro. Entre muitas pequenas praias, destacamos aqui a praia da Samoqueira. Saliente-se que esta é uma bonita praia encravada entre as rochas, de acesso difícil mas com grande beleza natural. O areal, curto, esta cercado por falésias. Há no entanto, escadas de pedra na rocha para facilitar o acesso. Se a maré estiver baixa – Atenção! Verifique se está a baixar! – poderá explorar várias grutas de grande beleza nas proximidades.

    Mas não é a única praia da região. “Todo o recorte litoral da freguesia está cheio de pequenas praias de areia fina e água transparente, separadas por grandes rochedos, que parecem ter sido feitas para criar uma sensação de intimidade e exclusividade”. É assim que as descreve, o site da Câmara de Sines a propósito dessas pequenas praias da Costa Alentejana. Entre estes pequenos tesouros estão a já referida Samoqueira, a Pequena e a Buizinhos. Note-se que algumas destas praias são de acesso é difícil e não têm vigilância permanente.

    As 10 melhores praias da Costa Alentejana

    Praia das Furnas, Vila Nova Milfontes

    Para aqui chegar, a partir de Sines, poderá seguir pela EN120 e depois desviar pela EN390. Ainda no conselho de Odemira esta é uma praia fluvial, perto de Vila Nova de Milfontes, na margem esquerda do Rio Mira. Tem no entanto uma forte influência marítima, pois durante a maré vazia esta praia da Costa Alentejana estende-se para lá da foz, formando-se pequenas enseadas no areal entre as rochas. Um restaurante está aberto durante os meses mais quentes e um passadiço encaminha as pessoas até ao areal. Por aqui, os amantes dos desportos náuticos podem praticar windsurf, vela ou canoagem no curso do rio, onde as águas são bastante mais tranquilas. E já agora, sabia que o filme “A casa dos Espíritos, com Jeremy Irons, foi filmado nesta região?

    Almograve

    A caminho do final desta viagem, volte a apanhar a EN390 para sul. A meio caminho entre Mil Fontes e Zambujeira do Mar encontrará Almograve, também chamada de Praia Grande, ainda em Odemira. Mais uma beleza da Costa Alentejana. Mais uma praia encaixada em falésias e com extensos areais. Ainda que muito procurada, é uma praia calma, a água é limpa e transparente e tem bons acessos.

    É agradável para passar férias em família com crianças. Acresce ainda que as ondas são espetaculares. Mas, tal como noutras zonas do sul do país, também aqui a oferta de outras praias é extensa. É o caso da Praia de Nossa Senhora, para quem gosta de praias pequenas, não vigiadas e mais abrigadas do vento. Outra opção é a praia do Brejo Largo que foi em tempos uma praia selvagem e deserta. Ainda é difícil lá chegar, mas deixou de ser deserta com o advento da Internet. Finalmente a praia secreta da Lapa das Pombas, assim batizada pela revista TimeOut. É também complicado lá chegar e só com muito cuidado.

    Zambujeira do Mar

    E chegámos ao destino final. Saindo de Almograve apanhe a EN390 e continue para Sul apanhando em seguida a EN120. Na Zambujeira do Mar, Odemira, não é uma, mas várias praias que se destacam, como já abordámos anteriormente em detalhe, e que recordamos aqui para si. Pode ser a escolha perfeita para si, especialmente se vai optar por ir ao festival de verão da região, entre 7 e 11 de Agosto. A menos que seja festivaleiro, se quiser aproveitar apenas as praias, já sabe, escolha outras datas para torrar nas areias Parque Natural do Sudoeste e Costa Vicentina. A antiga freguesia de Zambujeira do Mar dispõe de uma costa atlântica com 42 quilómetros. São várias praias com água fresca e areia fina.

    Pode começar pela praia homónima da Zambujeira é um dos ex-líbris da Costa Alentejana. Destaca-se por estar protegida por altas falésias na foz de um rio, ladeada por pequenas praias a norte a sul. Atenção que em algumas zonas existem correntes mais perigosas, pelo que se deve assegurar sempre que está numa zona segura. Por certo, as praias vigiadas contam ainda com serviços especiais de acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida. Entre outros areais há ainda a praia dos Alteirinhos, a Praia da Nossa Senhora, a Praia do Tonel ou do Pendoradoiro.

    Por fim, conte-nos quais são as suas preferidas? Onde é que descobriu o seu paraíso nas praias da costa alentejana? Deixe-nos a sua recomendação nos comentários.