As melhores praias fluviais para levar as suas crianças

Em rios e barragens, conheça com a Goodyear a nossa lista das praias fluviais ideais para levar os seus filhos no verão

Onde levar os seus filhos este Verão? Continuamos a nossa lista das melhores praias para levar crianças neste verão e, depois do mar, dedicamos agora a nossa atenção às mais divertidas e apetecíveis praias do interior de Portugal. De norte a sul, vamos espreitar rios e barragens e deixamos-lhe os nossos conselhos sobre as melhores praias fluviais para apreciar o verão com crianças pequenas.

Praias Fluviais para os mais pequenos. Zona Norte

Com o seu relvado e zonas de sombra, pequenos recantos, poças de água e a proximidade de Arcos de Valdevez, a praia da Valeta é a nossa primeira opção quando atravessamos os olhos pelo mapa de Portugal, no sentido norte->sul. É um local vigiado e, apesar de concorrido, recebe maioritariamente famílias da região que escolhem este espaço para banhos ou piqueniques com os amigos.

Banhado pelo Vouga, Paiva, Côvo e Mau, o concelho de Vila Nova de Paiva tem um par de praias, Fráguas e a Quinta da Azenha, que são perfeitas para levar os seus filhos. A Quinta da Azenha fica na margem do Paiva, com acesso a uma das águas menos poluídas da Europa e a um parque de merendas bem agradável para momentos de descanso e convívio familiar. Em Fráguas, encaixada entre a serra e o núcleo histórico da vila, encontramos uma bonita praia, cada vez mais concorrida por locais e forasteiros.

Na Serra da Estrela, Loriga é um ex-libris da pureza e beleza criadas pelas águas que descem as encostas. A qualidade da água que corre neste vale glaciar é uma constante há bastante tempo, permitindo hastear a bandeira verde todos os anos. Para além dos galardões da QUERCUS ou de ter sido uma das finalistas das “7 Maravilhas – Praias de Portugal”, se ainda precisa de motivos para levar os seus filhos a Loriga, conte-lhes que, em vez de areia, aqui há um parque infantil.

criancas lago

Zona Centro

Com assadores para “churrascar” em família e a proximidade da cidade, a praia fluvial de Palheiros e Zorro é um dos destinos veraneantes preferidos dos coimbrões. Na margem esquerda do Mondego encontramos areia branca, água transparente, infraestruturas para receber deficientes motores, sanitários e chuveiros, apoios perfeitos para um dia de sol com os seus filhos.

Parte do projeto das Aldeias de Xisto, a praia da Aldeia Ruiva aproveita as águas da ribeira de Isna, em Proença-a-Nova, para oferecer uma proposta muito completa: parque de merendas com grelhadores, zona de “bungalows” e muita vegetação a toda a volta.

Mação e o Gavião são os nossos próximos destinos. No primeiro, é a Barragem de Belver a servir de anfitrião à praia de Ortiga. Com piscina flutuante, casas de banho, aluguer de gaivotas e posto de primeiros socorros, é uma proposta original a pouco mais de uma hora de distância de Lisboa. No Gavião, o Alamal tem um largo areal ladeado por vegetação frondosa e uma qualidade assinalável o suficiente para ser uma das poucas praias com bandeira azul no interior alentejano.

A nascente do Alviela é o nosso destino final a centro, com Olhos de Água a receber um belíssimo recanto dos rios portugueses.  Parque de merendas, parque infantil, circuito de manutenção, campos de futebol, vólei, bar e campismo são as estruturas criadas pela Câmara de Alcanena que nos permitem aconselhar este local, mas o Centro de Ciência Viva perto é o principal aperitivo quando nos deslocamos ali em família.

Zona Sul

No meio do inferno estival alentejano, todas as fontes de sombra e frescura são preciosas. Infelizmente, e apesar do muito que se pode fazer na zona do Alqueva, ainda não há praias aceitáveis na parte portuguesa para visitar com crianças pequenas. Em Espanha, Villanueva del Fresno está a apostar fortemente na sua pequena praia local inaugurada este ano, lançou um festival para apaixonados pela natureza e criou uma série de estruturas para apoio aos banhistas. Não muito longe, Cheles está também a desenvolver a sua praia e está na nossa lista para visitar e descobrirmos o que avançou neste último ano.

No centro do Alentejo descobrimos há algumas décadas a Barragem de Odivelas. Ignorada por quase todos durante muitos anos, foi com prazer que vimos aparecer uma série de novas estruturas que a tornaram menos “selvagem” e mais convidativa para famílias e crianças pequenas. Assim nasceu um parque infantil à sombra, campos de jogos, casas de banho, churrasqueiras, zona de merendas, etc.. O mais convidativo é mesmo a temperatura: nestas águas ninguém tem frio.

Se, no Alentejo, o calor é pior monstro nesta altura, Mértola tem uma solução genial. Em São Domingos não falta nada à Praia da Tapada Grande: bandeira azul, nadador salvador, bar-restaurante, aluguer de chapéus de sol, canoas e gaivotas e, acima de tudo, umas águas convidativas e calmas, como se exige para crianças pequenas. Apesar de muito bonita e da sua pequena queda de água, a praia das Azenhas do Guadiana, a poucos quilómetros daqui, não é recomendável para crianças: a corrente é forte e o leito cheio de pedras escorregadias.

É claro que ainda ficaram muitas praias por visitar: ajude-nos a completar este guia e conte-nos qual o seu recanto preferido para se refrescar com os filhos. Que praias é que conhece e considera ideais para levar crianças pequenas?