Loco: o restaurante português que a Forbes escolheu

30 Janeiro | 2019 | Goodyear

A Forbes é uma revista que, entre muita outra atualidade, gosta de fazer listas. Listas de qualidade. Neste caso, de restaurantes. Os melhores para comer em 2019. E entre eles, está um português, o Loco, considerado um dos mais “cool” para uma refeição. E a concorrência era grande. A lista – ordenada por ordem alfabética – inclui restaurantes de vários continentes, incluindo da Ásia – Japão – ou da América Latina – México, mas também da Europa, incluindo, além de Portugal, a Noruega.

As refeições no “Loco” têm a assinatura do chef Alexandre Silva, acompanhado pela sua equipa. E, segundo a Forbes, “utiliza ingredientes de alta qualidade para preparar cuidadosamente pratos com sabores distintos”. “O standard elevado é consistente”, incluindo o menu “degustação”, sazonal, considerado “tão visualmente deslumbrante quanto delicioso”.

A revista assinala ainda que a cozinha é aberta e livre de ecos. “Uma cozinha com a sua própria assinatura e uma execução soberba dos frutos do mar atlânticos”.
O restaurante reflete precisamente esse conceito no seu site: “o Loco é orgânico, valoriza os produtos nacionais e a Natureza, vive ao sabor das micro-estações”.

O que comer

A aposta na degustação é um dos aspetos diferenciadores do restaurante. Existem duas opções: o Descobrir, com 14 momentos e o Loco com 18 momentos. Os preços variam entre os 80 e os 90 euros.

O chef Alexandre Silva já trabalhou em restaurantes como o Bocca e o Bica do Sapato, em Lisboa, e também esteve na abertura do restaurante do hotel de cinco estrelas Alentejo Marmoris. Falando ainda na primeira pessoa, no site do restaurante, este apresenta-se como um conceito de “fine dining”, de cozinha de autor, sendo mesmo “uma proposta gastronómica que vai muito para além de uma refeição”.

O Loco é apenas um exemplo do que melhor se faz em Portugal em matéria de gastronomia. Mas poderá não ser a melhor ideia ir com as crianças. Em artigos anteriormente publicados, a Goodyear partilhou consigo os melhores locais para levar as crianças a tomar uma refeição em Lisboa ou no Porto.

Good Year Kilometros que cuentan