Lugares onde o Natal parece mais real

17 Dezembro | 2018 | Goodyear

A proposta desta semana é a Rota do Natal. Identificámos lugares onde o frio, a paisagem e as iniciativas promovidas são mais coerentes com a época que estamos a começar a celebrar. E para o ajudar, os habitantes promovem tudo para o fazer feliz: pistas de gelo, comboios de Natal, a presença de Pais Natal e a hospitalidade de todos.

Porque não sair da zona de conforto e ir passar o Natal com a família a um sítio diferente? Quem não gostaria de passar um Natal em frente à lareira, com a neve a cair lá fora? É certo que em algumas regiões do país esse enquadramento é comum, mas e para o resto dos portugueses?

Porque não espreitar como se passa o Natal noutras localidades? E se não for precisamente na noite de consoada ou no dia de celebração do nascimento do Menino, por que não antes ou depois? Inúmeras aldeias, vilas e cidades estão à sua espera com surpresas e atrações com Natal inscrito nelas. Aldeias, vilas e cidades Natal prolongam-se este ano, em regra, até ao dia de Reis, já em 2019. É uma oportunidade para conhecer cada um destes locais.

Começa a ser cada vez mais comum grupos compostos por familiares e amigos procurarem localidades diferentes das habituais para passar a consoada. E há sítios em que a aposta passa mesmo por cativar este novo tipo de viajante que quer conhecer os sítios, em épocas especiais.

As decorações são bem planeadas e as populações acabam por partilhar a época de uma forma diferente, em companhia de comensais inesperados: turistas. Há locais que preparam presépios ao ar livre, espectáculos com figurantes e muito, muito mais.

Guarda: Cidade Natal

Já não é a primeira vez que Guarda adota o cognome “cidade Natal”. Até 25 de Dezembro, todos os caminhos vão dar a Guarda e a todos os divertimentos aqui promovidos. E, provavelmente, até na companhia de neve.

O centro da animação é na Praça Luís de Camões (Praça Velha), onde está instalada a Pista de Gelo. O comboio eléctrico é uma das novidades do corrente ano. O comboio parte da sua bonita estação de madeira e o percurso mágico pelo qual circula.

A Árvore de Natal Interativa, o Coreto Musical com a banda dos animais, o Carrossel Parisiense, a Casa do Pai Natal, o Foto Balão e a Ilha do Gelo. Como pano de fundo nesta Cidade Natal, estará a monumental Sé da Guarda, iluminada para a ocasião.

Parque Natural da Serra da Estrela

Presépios e árvores de Natal estão espalhados pela cidade. Parte desta decoração irá manter-se até 7 de janeiro. A sustentabilidade é, como em outras localidades, uma das pedras basilares das iniciativas. Por exemplo, muitas decorações são feitas com técnicas de reciclagem de garrafas pet, tetrapack e latas.

Veja aqui a programação detalhada de tudo o que poderá fazer na Guarda, nesta iniciativa que visa atrair visitantes e revitalizar o coração da cidades e, em simultâneo, desenvolver a auto-estima dos guardenses. Não vão faltar os tradicionais concertos de Natal, protagonizados por músicos da terra e tertúlias.

Da Serra da Estrela à Figueira da Foz: o espetáculo do Mondego

Cabeça: Aldeia Natal

A hora e meia de distância de Guarda, fica Cabeça, perto de Seia, na Serra das Estrela. É provavelmente um dos sítios que mais se aproxima daquela imagem de Natal que temos em sonho. Aqui, a expressão “Uma aldeia genuína. Por mãos de gente genuína” ganha uma nova dimensão. A nova edição desta Aldeia Natal prossegue até 6 de janeiro .

Em plena Serra da Estrela, esta pitoresca aldeia com cerca de 200 habitantes, caracteriza-se pelo casario em xisto, escondendo debaixo de cada pedra encantos e histórias que vale a pena desvendar. A tradição e a identidade desta aldeia está muito associada ao cultivo dos campos em socalco e à pastorícia.

A decoração tira partido de materiais retirados da natureza incluindo giestas, videiras ou pinheiros, sem abdicar da tecnologia. Segundo a organização, Cabeça é também a primeira aldeia Led de Portugal, uma outra perspectiva da sustentabilidade total promovida pela aldeia e pelos seus moradores. São estes que preparam a decoração num trabalho comunitário realizado em espaço próprio.

Diferenciador é ainda a oportunidade de visitar as casas dos moradores. A título de curiosidade, a Aldeia Natal resulta de uma candidatura submetida pelos habitantes da aldeia de Cabeça ao concurso “Seia, Comunidade Participativa”, promovida pela autarquia. Realiza-se desde 2013.

Penedono, Sernancelhe e a memória medieval da Beira

Presépio em Penela

A duas horas de caminho, pela N17, chega-se a Penela. Na ligação entre a Beira Litoral e o interior do país, no distrito de Coimbra, ficam Penela e Espinhal. Penela é uma vila e um concelho, com cerca de 3 300 habitantes. Espinhal é uma vila e freguesia daquele concelho com 775 habitantes.

Nesta época, Penela transforma-se num presépio até 6 de janeiro. É, diz a organização “o maior presépio animado de Portugal”. A Vila transforma-se nesta ocasião num presépio que ocupa 700 metros quadrados, inspirado em momentos, locais e personagens que recriam quadros representativos do presépio tradicional português.

Nos centros históricos de Penela e Espinhal há muita animação, atores e farsantes, malabaristas, dançarinos, mágicos, ilusionistas que criam momentos permanentes de animação teatral e musical. O presépio é encantador, no cimo da encosta, decorada com o casario branco e encimado pelo Castelo Medieval do século XI. Sinais dos tempos, o presépio recorre actualmente novas tecnologias e impressões 3D que animam mais de duas centenas de figuras.

Entre outras atividades organizadas durante o mês de Dezembro e início de janeiro, tem a oportunidade de ver um presépio tradicional, no interior do mercado do Espinhal, que representa a freguesia e onde se destacam aldeias, ribeiras e casas senhoriais.

A não perder ainda o presépio ao vivo, no Quintal das Lapas recriando uma moldura cenográfica representativa do presépio tradicional e representando ritmos e rotinas do quotidiano hebraico, na época do império Romano e do nascimento de Jesus. O programa inclui ainda um playground radical, comboio de Natal, mercadinho de Natal e uma exposição de presépios da autoria de habitantes de Penela e Espinhal.

Não é a primeira vez que Penela recebe esta Vila Presépio de Portugal no seu castelo. Trata-se de um presépio “ao vivo”, que ocupa uma área de 700 metros quadrados e onde centenas de figuras em madeira e animadas criam quadros representativos do presépio tradicional português. Estas figuras em 3D são pintadas à mão e mostram actividades, tradições e histórias alusivas a esta época natalícia.

Passar o Natal num sítio como este só pode ser uma experiência em que o Natal é muito mais Natal.

Leiria é jovem mas ninguém lhe conhece a idade

Leiria, cidade Natal

Leiria transfigura-se na época de Natal. A iluminação está reforçada e a animação inclui pista de gelo, uma exposição de presépios, carrossel, uma pista da carros elétricos, um comboio de Natal, oficinas, teatro, peddy-papers, esculturas, dança, concertos, renas, cartas ao Pai Natal e muito, muito mais. A Cidade Natal é uma realidade até 6 de janeiro e promete espalhar magia e fomentar o imaginário e a tradição.

Por toda a cidade há surpresas incluindo a Casa do Pai Natal, exposições, teatro e contos de Natal, cinema, mercadinhos, Oficina das Brincadeiras, Recreio dos Duendes, Pista de Carros Elétricos, só para dar alguns exemplo.

A cidade convida à passagem de uma época em boa companhia e com a promessa de que animação não irá faltar.

Vila Natal de Óbidos

Embora tenha ganho uma dimensão mediática provavelmente sem igual, Óbidos é um dos locais por onde tem de passar se pretende ter um cheirinho do que é o Natal em Portugal.

Conscientes de que os gostos não são todos iguais, o Natal em Óbidos tem a particularidade de, anualmente, juntar iniciativas que podem ser mais do agrado de quem prefere manter-se longe das multidões.

A Vila Natal tem uma programação completa que inclui um Presépio Vivo, animado em cada um dos dias por uma das comunidades locais. O festival literário, a mostra de ilustração ou uma grande exposição de presépios, espectáculos de teatro, marionetas, circo e uma pista de gelo fazem também parte do programa. Para visitar até 6 de janeiro.

De Monsaraz o Alqueva - Quilometrosquecontam

Presépio em Monsaraz, Évora

É uma das terras que, em Portugal, é mais conhecida pela produção vitivinícola, mas, é também um sítio que se transforma na época de Natal. O concelho de Reguengos de Monsaraz (Évora) ganha uma nova vida nesta época de Natal. São 46 figuras em tamanho real que habitam as ruas da vila medieval até 6 de Janeiro de 2019.

O presépio de rua de Mosaraz foi concebido há 19 anos pela escultora Teresa Martins e desde então tem vindo a animar a vila nesta época do ano. As esculturas foram feitas “feitas em ferro e rede” e “recobertas por panos impermeabilizados de cor crua”. “Pintadas em tons pastel, rosa velho e lilases, têm as caras e as mãos feitas em cerâmica e estão iluminadas durante a noite, propondo um passeio agradável pelas ruas de Monsaraz”, explica a autarquia.

Ao nos envolvermos neste ambiente, recuamos distraidamente no tempo. Passeamos ao lado dos reis Magos, do pastor, dos guardas do castelo, do oleiro, do almocreve, da lavadeira e da fiadeira. Todos se dirigem para junto da sagrada família, Maria, José e o Menino Jesus, colados no interior do Castelo. O Natal das Freguesias integra também presépios de rua com as figuras da Sagrada Família em S. Marcos do Campo, Campinho e Cumeada.

Muitas destas iniciativas não aconteceriam sem o envolvimento das populações, dispostas a recebê-lo com animação nestes lugares onde o Natal parece ser mais real.

Good Year Kilometros que cuentan