00000 Santos populares e outras festas por esse Portugal fora - quilometrosquecontam

Santos populares e outras festas por esse Portugal fora

3 Junho | 2019 | Goodyear

Em Junho chega o Verão e começa também a época dos santos populares. sugerimos assim algumas das melhores e mais emblemáticas festas populares

Em Junho chega o Verão e começa também a época dos santos populares e de muitas outras festas e romarias que convidam a pegar no carro e ir à descoberta por esse Portugal fora. As festas de Santo António, São João e São Pedro dominam o calendário do mês que agora começa mas há muito mais para desfrutar. Sem mais demoras, sugerimos assim algumas das melhores e mais emblemáticas festas populares que marcam o Verão nacional.

Os três santos populares

Santo António (Lisboa)

O dia de Santo António, feriado municipal em Lisboa, festeja-se no dia 13 de Junho mas, durante todo o mês, a capital portuguesa engalana-se para celebrar o santo casamenteiro. Um pouco por toda a cidade, com destaque natural para os bairros populares, é o tempo dos arraiais, onde a sardinha assada é a rainha dos comes e bebes. De Alfama à Bica, do Castelo à Mouraria, da Ajuda à Graça, um mar de gente, locais e turistas, para comer a tradicional sardinha no pão, devidamente acompanhada por uma salada de pimentos, mas também o pão com chouriço, a bifana e o caldo verde, ao som dos tradicionais bailaricos que animam os arraiais alfacinhas.

A celebração culmina a 12 de Junho, a noite de Santo António propriamente dita, quando o espaço é pouco para as milhares de pessoas que saem à rua. E, claro, vale a pena espreitar o desfile das marchas populares na Avenida da Liberdade, outro dos pontos altos das Festas de Lisboa.

De entre os muitos arraiais de Lisboa, deixamos uma série de sugestões: Associação Recreativa Amigos de S. Miguel (Alfama), Grupo Desportivo da Mouraria, Voz do Operário (São Vicente), Marítimo Lisboa Clube (Bica), Academia de Santo Amaro (Alcântara), Carnide Clube, Vila Berta (Graça) e Arraial dos Navegantes (Parque das Nações).

Um fim de semana que não termina...

São João (Porto)

Se Lisboa tem o Santo António, o Porto tem o São João, que se festeja anualmente a 24 de Junho. O santo mais venerado da Cidade Invicta celebra-se durante todo o mês mas é na noite de 23 para 24 que tudo acontece e as estreitas ruas portuenses são invadidas por milhares de foliões devidamente munidos dos tradicionais alhos-porros e, em alternativa, os já clássicos martelinhos. Há muito petiscos para comer nas muitas tasquinhas improvisadas que se instalam nos bairros históricos portuenses, com destaque, claro, para a sardinha assada.

As ruas enfeitam-se com os tradicionais balões de São João, feitos de papel e em cores variadas e as igrejas colocam à vista de quem passa os famosos altares em honra do santo padroeiro. À meia noite, é hora de rumar para as margens do Douro para ver o inevitável fogo-de-artifício, ponto alto de uma festa que só termina de madrugada.

Martelos vs alhos porros

São Pedro (Sintra e outros locais)

Do trio de santos populares, o São Pedro é o mais esquecido e vive à sombra de Santo António e São João mas a verdade é que festejado em vários pontos do País. Com destaque para Sintra, onde o dia de São Pedro, 29 de Junho, é feriado municipal e que, para além do tradicional desfile de marchas populares no Palácio Nacional de Sintra, oferece ainda música, artesanato, animação de rua e, claro, comes e bebes.

Mas o São Pedro festeja-se ainda em muitos outros pontos de Portugal, com destaque para a Afurada e Póvoa do Varzim, a Norte, ou Montijo e Seixal, na Margem Sul de Lisboa.

Outras feiras e romarias

Festa dos Tabuleiros (Tomar)

A Festa dos Tabuleiros realiza-se a cada quatro anos. E quis o destino que 2019 seja ano para viver este evento único no mundo que enche de orgulho as gentes de Tomar. De 29 de Junho a 8 de Julho, as ruas da cidade dos Templários engalanam-se para acolher o Cortejo dos Tabuleiros, feito de centenas de raparigas que transportam à cabeça os tabuleiros, ajudadas por rapazes vestidos a rigor. Os tomarenses colocam as colchas à janela e lançam flores sobre o cortejo, num espetáculo inesquecível.

Festas Sanjoaninas (Angra do Heroísmo)

As maiores festas dos Açores realizam-se todos os anos em Junho e são um verdadeiro cartão-de-visita para que procura a Ilha Terceira neste período. As Sanjoaninas, que este ano se celebram de 21 a 30 de Junho, remontam ao século XVI e têm a cidade de Angra do Heroísmo como palco principal, com direito a desfile da rainha, animação de rua e o ponto alto, a Feira Taurina, com direito a largada de touros.

Feira de São Mateus (Viseu)

Entre Agosto e Setembro, todos os caminhos vão dar a Viseu, que acolhe a Feira de São Mateus, uma das mais antigas de Portugal. Marcada este ano para o período entre 8 de Agosto e 15 de Setembro, a festa beirã oferece música, artesanato, gastronomia para as centenas de milhares de visitantes que habitualmente enchem um recinto com mais de 75 mil metros quadrados.

Festa de Nossa Senhora dos Remédios (Lamego)

Apelidada de “A Romaria de Portugal”, a festa de Nossa Senhora dos Remédios é um dos maiores eventos religiosos e populares do País que, todos os anos, leva milhares de visitantes à cidade de Lamego. Este ano, festeja-se entre 16 de Agosto e 9 de Setembro.

Good Year Kilometros que cuentan