Passeie em família no dia de São Martinho

Se o verão de São Martinho o permitir, aproveite para fazer um passeio em família, comer castanhas e participar em festas populares. A Goodyear deixa cinco sugestões.

O Dia de São Martinho é já no próximo domingo. É o dia de magustos um pouco por todo o país. Se o Verão de São Martinho der o ar de sua graça, aproveite para ir conhecer, com as suas crianças, as tradições deste país. Peque nos seus filhos e venha conhecer alguns programas que a Goodyear encontrou para a sua família para este fim-de-semana.

Se o tempo se mantiver farrusco, aproveite para celebrar em família– com umas castanhas assadas em casa ou compradas no carrinho na rua – ou com os seus vizinhos. Nesta altura do ano, muitos grupos de vizinhos, mesmo em ambiente urbano, reúnem-se para provar a água-pé, comer castanhas e, já agora, para dar uso àquele equipamento de churrasco que está esquecido desde a última sardinhada no verão. É que em casa ou na rua, a tradição manda que haja castanhas para todos no dia de São Martinho.

Antes de mais, um pouco de história

O dia de São Martinho, que celebramos a 11 de novembro é uma tradição europeia celebrada em Portugal, na Galiza e nas Astúrias, em Espanha, mas em muitos outros países. Por toda a Europa diferentes tradições recordam a figura: na Alemanha acendem-se fogueiras e fazem-se procissões, em Espanha matam-se porcos e na Polónia comem-se croissants. A verdade é que, associado a este famoso santo do Século IV, esta data coincide com a época em que se termina a sementeira de outono do trigo, se matam animais na preparação do inverno e se provam os primeiros golos de vinho novo, tema que abordámos há dias.

São Martinho

Conta-se que o soldado romano Martinho, estava a caminho da sua terra natal. O tempo estava muito frio e Martinho encontrou um mendigo cheio de frio que lhe pediu esmola. Martinho cortou a capa com a sua espada e deu metade ao mendigo. De repente, o frio parou e o tempo aqueceu. Este acontecimento acredita-se que tenha sido a recompensa por Martinho ter sido bom para com o mendigo. A tradição do Dia de São Martinho é assar as castanhas e beber o vinho novo, produzido com a colheita do verão anterior. Por norma, na véspera e no Dia de São Martinho o tempo melhora e o sol aparece. Esta é a lenda do acontecimento que se tornou conhecido como o Verão de São Martinho, como está descrito no site da Feira da Golegã. Esta data passou a ser sinónimo de partilha, outono, castanhas e vinho.

O vinho novo e a tradicional água-pé podem não ser adequados para crianças, mas se os seus filhos são como os nossos, não há forma de escapar às castanhas. Assadas a preceito, no carvão e com sal, ou até cozidas com erva-doce. Um pouco por todo o país as ruas ficam repletas dos risos de crianças que também participam na festa.

5 programas para o São Martinho

A data oficial é a 11 de Novembro, mas a flexibilidade permite-nos celebrar o São Martinho em qualquer outra data. Assim, se vive em Lisboa, porque não começar logo no dia 8 de Novembro? A Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica organiza o seu tradicional Magusto aberto à população. “Castanhas, quentes e boas”, jeropiga e água-pé estarão ao dispor dos presentes na Quinta da Alfarrobeira, das 15h00 às 17h00. É, segundo a organização a oportunidade de descobrir “uma das tradições mais saborosas do ano”.

Em Oeiras, no dia 11 de novembro realiza-se mais uma Festa de São Martinho. Das 11h00 às 22h00, no Largo 5 de outubro serão oferecidas castanhas à população e a animação não vai faltar. A festa é organizada pela Câmara Municipal de Oeiras, em parceria com a Associação de Comerciantes e Empresários de Oeiras e Amadora (ACECOA).

Em grande é a celebração do São Martinho na Golegã. Sabia que a actual Feira Nacional do Cavalo, cujas origens remontam ao século XVIII, começou por chamar-se Feira de São Martinho? Sim, só em 1972, a castiça feira do distrito de Santarém passou a ser a feira nacional do cavalo. As festas terminam precisamente no dia de São Martinho. Por isso, até lá, haverá música e muita animação e claro, muitos exemplares de cavalos. A entrada é gratuita e, além de um rico programa de ralies, raids, jogos equestres, campeonatos, maratona de carruagens e exibições, e justificando o adágio popular que, “Pelo S. Martinho prova o Vinho”, não faltarão a água-pé e as sempre apetecidas castanhas assadas.

O Município de Marvão promove este ano a XXXV Feira da Castanha – Festa do Castanheiro, nos dias 10 e 11 de Novembro. É um dos produtos endógenos mais característico da região, uma homenagem à castanha e à região do Alto Alentejo, lê-se na descrição do evento. Os miúdos vão adorar circular entre castanhas assadas, pão de castanha, licor de castanha, doces de castanha (como o pastel que foi criado e registado para produção das doceiras do concelho), e dezenas de pratos que utilizam a castanha de múltiplas maneiras. Vai haver música, exposições, visitas à Quinta Pedagógica das Avelãs e a entrada no Castelo de Marvão é gratuita. Paralelamente, realiza-se, até 25 de novembro, a Quinzena Gastronómica da Castanha, nos restaurantes aderentes do concelho.

Em Portimão, a festa já começou no dia 2 e vai prolongar-se até 11 de Novembro no Parque de Feiras e Exposições da cidade. É a “Feira de São Martinho”, o mais antigo evento popular do município, remontando a 1662. Da ementa fazem parte as muito apreciadas e tradicionais castanhas assadas, mas também outras iguarias gastronómicas. Para que não se se fique apenas pela comida e bebida há ainda bijuteria, calçado, têxtil, animação, com tômbolas, jogos, pistas de carrinhos de choque e carrosséis.