Segredos para uma longa viagem de mota

28 Agosto | 2015 | Goodyear

Há poucas sensações como a de iniciar uma viagem de mota, quando começamos a sentir o apetite para engolir quilómetro atrás de quilómetro e a vontade de moldar o corpo às curvas da estrada. Mas, porque o asfalto é cenário para todo o tipo de aventuras, uma quantidade mínima de preparação será suficiente para apreciar a viagem como ela merece. Conheça aqui um conjunto de dicas simples, relatadas por quem já passou muitas horas em cima de uma moto, os membros da American Motorcyclist Association.

rota

 

Um pouco de preparação

Um sistema utilizado em provas de enduro e rally e que pode ser também útil na preparação de um tour é a organização por envelopes. Antes de partir, prepare um envelope para cada dia da viagem e inclua nele toda a informação pertinente: reservas de hotel, bilhetes de eventos, notas e mapas específicos, etc.. Assim, em vez de ter que percorrer todas as suas bolsas à procura do que precisa, só precisa de abrir o envelope do dia respectivo. Vários fabricantes oferecem bolsas para mapas que se acomodam ao tanque da moto, acessório bastante útil para este caso.

Enquanto prepara o itinerário de cada dia, para além da preocupação com as horas de calor e o descanso noturno, leve em conta alguns outros fatores. Se está a viajar para Este ou Oeste, programe as suas horas na estrada de forma a que não tenha que lidar com o sol baixo no horizonte. E, se vai aproveitar zonas de descanso em auto-estradas, tente marcar essas paragens em contra-ciclo com os horários de maior afluência, de forma a encontrar sempre local para estacionar e conseguir entrar e sair na maior comodidade.

 

Equipamento a não esquecer

O melhor investimento que pode fazer se é adepto do touring é num bom conjunto de alforges e bolsas, dos quais o mercado apresenta uma oferta muito completa. Contudo, há equipamentos muito simples e económicos que podem fazer a diferença na sobrevivência na estrada. Leve consigo alguns cabos extensores e mosquetões assim como algum material de cobertura em plástico. E, nunca é demais relembrar, um cadeado em que possa confiar é meio caminho para a tranquilidade para os momentos em que não está ao pé da sua mota.

Se o trajeto o levar por zonas áridas, durante as horas de maior calor, aprenda com a experiência dos off-roaders e leve consigo uma mochila com sistema de hidratação. Outra dica que vem do todo-o-terreno é ter no bolso um frasco de soro fisiológico para descansar também os olhos sempre que fizer uma pausa.

 

Não fique apeado

Uma manha que todos os motociclistas que viajam em conjunto aprendem é a troca de duplicados de chaves entre amigos. Já muitas viagens foram salvas por um gesto insignificante como este. Se viajar sozinho, arranje um local secreto na moto onde possa esconder uma cópia da sua chave e algum dinheiro para que tenha sempre um recurso se tudo o resto falhar.

Outro gesto que é importante observar é, depois de pausas à beira da estrada, a verificação final para termos tudo pronto para voltar ao caminho. Assegure-se que todos os fechos e correias estão fechados e firmes e, já montado na mota, faça uma inspeção visual ao local onde esteve. Uma em cada dez vezes, vai reparar que quase que se esquecia de alguma coisa pelo caminho, justificando plenamente este ritual.

 

Good Year Kilometros que cuentan