Serra da Estrela com crianças, a neve e a magia

Com ou sem neve, conheça 7 propostas para aproveitar a Serra da Estrela com crianças. A serra está à espera da sua família para uma escapadela divertida!

No auge do inverno ou no pino do verão, a Serra da Estrela é sinónimo de magia para as crianças. É o gigante bondoso de que contam as histórias infantis. Enorme e bruta, mas bonita e divertida, está repleta de promessas de aventura. Aproveite todas as desculpas para agarrar na família e rumar à serra da Estrela, haja neve ou não. Se lhe falta a imaginação, aproveite as nossas 7 sugestões: são lugares mágicos que, geração após geração, continuam a cair no goto de todos.

1. Subida à Torre

Chegar ao ponto mais alto de Portugal continental não é nenhum desafio, mas é uma viagem para ser feita com respeito. Quer venha pela encosta oriental ou ocidental, irá cruzar-se com paisagens impressionantes como a Lagoa Comprida ou a Nave de Santo António. Alguns miradouros e até monumentos religiosos evocam um espírito contemplativo, mas as crianças vão preferir brincar com a neve que facilmente poderão encontrar pelo caminho.

2. Museu do Brinquedo

O Museu do Brinquedo de Seia possui uma coleção de 8000 peças de todo o mundo, passando por diversas épocas. O museu tem vários núcleos: “conhecer o mundo a brincar”, “memórias de infância”, “brincar é sonhar” e “Portugal décadas de brincadeiras”. É uma viagem pelo mundo e pela História do que é ser criança.

Serra da Estrela com crianças, a neve e a magia

3. Museu do Pão

Situado em Seia, em plena Serra da Estrela, o Museu do Pão é um complexo museológico onde é possível fazer uma pequena viagem ao maravilhoso mundo do Pão. As crianças têm um espaço só para elas, onde vão conhecer o ciclo do pão, meter as mãos na massa e até fazer bolachas.

4. Museu dos Lanifícios

A cidade da Covilhã está irremediavelmente ligada à indústria dos lanifícios. Vale a pena uma visita ao Museu dos Lanifícios, que divulga o papel importantíssimo que a atividade teve na região. Para além do núcleo central, na Universidade da Beira Interior, é possível visitar ainda a Real Fábrica de Panos, a Real Fábrica Veiga as Râmolas de Sol. Este último, era o espaço onde a lã em rama era deixada a secar ao sol.

5. Estância de Ski

Mesmo quando o frio aperta por todo o país, a Serra da Estrela continua a ser o ponto mais seguro onde encontrar neve. A única estância de ski do país fica no centro do Parque Natural e possui meios mecânicos de última geração, um sistema de identificação de forfaits dos mais modernos na Europa e um inovador processo de produção de neve artificial que permite assegurar 120 a 150 dias de neve por ano. Com monitores, aulas de snowboard e aluguer de equipamentos, é acessível para toda a família.

6. Castelos de Folgosinho, Linhares da Beira e Celorico da Beira

Parte da rede das Aldeias Históricas de Portugal, o Castelo de Linhares fica a 800 metros de altitude, sobre um penedo de forma irregular. Terra antiga, tem vestígios em pedra que datam do século XII com o seu castelo a guardar a paisagem. Folgosinho e Celorico, terras sofridas durante os incêndios de 2017, têm também históricas fortificações com uma magnífica vista sobre a serra.

7. Belmonte

Belmonte e a vizinha Covilhã estão conotados como poucas regiões portuguesas com os Descobrimentos marítimos Portugueses. Entre as curiosidades da história da vila está o facto de o navegador Pedro Álvares Cabral, ter nascido aqui. Muito relevante é também a tradição judaica da vila. A comunidade hebraica de Belmonte é herdeira directa da velha presença sefardita. Sobreviveu à Inquisição mantendo-se em segredo e tem hoje um museu que conta a história deste povo em Portugal.