O que é que um smartphone Android pode fazer pelo seu carro?

11 Outubro | 2016 | Goodyear

Já é habitual usarmos um smartphone para nos ajudar na condução, normalmente para descobrir um trajecto novo e obtermos direcções até ao nosso destino. Mas qualquer telemóvel moderno pode fazer bastante mais do que isso e há até quem crie o seu próprio sistema computorizado, bastante mais versátil do que qualquer computador de bordo que os fabricantes tenham introduzidos nos últimos anos. Como queremos que os nossos leitores sejam os condutores mais inteligentes a rolar no asfalto, a Goodyear conta-lhe três usos que o seu smartphone ou tablet android pode ter dentro do carro.

Antes de tudo: arranje um suporte para o seu smartphone

Desde centro de entretenimento até monitor de performance, o seu smartphone tem um mundo de potencialidades para apresentar ao seu carro mas, antes de mais nada, necessita de encontrar um suporte para o colocar. Este passo é muitas vezes esquecido e vemos vários condutores no trânsito a usarem o telemóvel e a atirarem o dispositivo para o assento do lado quando o semáforo fica verde. Por questões de segurança e comodidade, ignore o facto de a maioria dos suportes de tabelier serem realmente inestéticos e invista num de qualidade. Há modelos que se fixam no vidro e são práticos porque não nos obrigam a desviar o olhar mas, se precisar de carregar o dispositivo, terá que lidar com um cabo pendurado até à porta USB ou isqueiro do carro. Se quiser usar um tablet terá uma dificuldade acrescida pois os suportes para este formato são menos comuns, mas também encontrará solução no mercado.

Antes de tudo: arranje um suporte para o seu smartphone

Centro de entretenimento

A rádio nunca dá a música que devia dar e, se costuma andar com filhos adolescentes no banco de trás, já sabe que há sempre alguém com vontade de criticar. É possível até instalar um servidor de media no carro, para cada um dos passageiros ver ou ouvir os seus próprios conteúdos, mas vamos começar por um sistema bastante mais simples. Pode ligar o seu smartphone ao sistema de áudio do carro de várias maneiras.

Cabo analógico (enquanto os smartphones ainda incluírem jacks para auscultadores) do dispositivo até à entrada que alguns sistemas de som dispõem;

Cabo USB: com a vantagem de simultaneamente carregar o dispositivo e ter acesso a toda a biblioteca através da interface do sistema de áudio do carro. Poderá ter que colocar o seu dispositivo Android em modo “storage”, mas é tudo o que necessita de configurar. Desta forma não poderá ter acesso a streams, mas é tudo o que basta para aceder aos conteúdos que tenha armazenados;

O bluetooth é, actualmente, a forma mais prática e também não necessita de complicadas configurações para funcionar. Active esta funcionalidade no dispositivo e no carro, irá surgir uma janela para emparelhar os dois e, de futuro, não precisará de repetir a operação. É verdade que esta ligação vai descarregar a sua bateria mais depressa, por isso lembre-se de a desligar quando não estiver a precisar.

Transmissor FM: em último recurso, podemos ainda usar um transmissor FM ligado ao telemóvel (alguns dispositivos trazem esta funcionalidade integrada), mas é uma solução com resultados muito instáveis. Em percurso urbano, com a quantidade transmissões a preencher o espectro FM, é difícil obter uma qualidade de áudio aceitável e a ligação só melhora fora das grandes cidades.

AllCast: a solução avançada pode envolver um dispositivo Android com uma app de partilha de media como a AllCast, onde cada passageiro pode escolher o que quer ver ou ouvir, mas é um sistema mais adequado a uma mini-bus do que ao carro de uma família comum.

Monitorize o desempenho do carro

Introduzido durante os anos 80 e presente em qualquer carro produzido a seguir a 1996, o sistema On Board Diagnostics é o protocolo usado por todos os fabricantes para obter e registar os dados obtidos directamente junto ao computador de bordo. Encontra no mercado cabos OBDII que se ligam directamente à porta USB do nosso dispositivo, mas também há transmissores bluetooth capazes de transmitir estes dados. Depois de estabelecida a ligação, o nosso telemóvel ou tablet passa a ter acesso em tempo real aos dados mais íntimos do nosso motor e não faltam apps para descodificar e apresentar estes valores de uma forma simples e fácil de entender.

O Car0Pro é uma das nossas apps favoritas para esta função e, para além de indicadores que nenhum tabelier mostra como a voltagem da bateria ou a pressão do motor, pode mandar SMS em caso de acidentes e é também uma app de vídeo de dashcam.

O TorquePro é uma app muito completa, com 100 indicadores diferentes obtidos do computador de bordo em tempo real e podemos acrescentar-lhe uma série de plugins para o configurar para as nossas necessidades específicas. Tem ainda um sistema de geoposicionamento que nos permite identificarmos num mapa de que forma é que o nosso carro se comporta ao longo de um trajecto, onde gastámos mais, onde fizemos curvas mais apertadas, etc.

Com uma interface bastante polida e de fácil leitura, o OBDLink monitoriza 90 fluxos de dados diferentes que podemos escolher e configurar para aparecerem no nosso dashboard. Integrado com GPS e com a possibilidade de exportar os dados para um ficheiro Excel, é uma app bastante útil para analisarmos percursos, mas também para detectar e resolver códigos de erro. A app é gratuíta, mas só funciona com os adaptadores da marca.

Só para hackers

Há condutores suficientemente geeks e empreendedores para se aventurarem a mudar o tabelier do carro e usar o seu próprio sistema com base num tablet. É um projecto avançado, que de certeza não vai querer tentar no seu carro ainda com cheiro a estofos novos, mas traz-lhe a possibilidade de configurar totalmente toda a experiência. Há uma série de fóruns na Internet que o podem ajudar e explicar como é que pode fazer a interface com o dispositivo e até usar os dados obtidos através da porta OBDII. Car Home Ultra e HTC Car são duas das apps mais usadas nestes casos.

A sua sucata… ahem… “clássico” também pode provar um pouco deste admirável mundo novo digital e não precisará de gastar muito dinheiro. Além do carro e do telemóvel, só precisa agora de decidir o que quer mesmo fazer porque, como já sabe, de certeza que há uma app para isso.

Good Year Kilometros que cuentan