Tamanco, dormir entre a natureza

11 Março | 2016 | Goodyear

Quando as viagens realizadas de lés a lés começam a ser muitas, às vezes é complicado encontrar experiências novas que realmente valha a pena ir conhecer. Uma das menos difundidas que, indubitavelmente, merece fama maior, é o Parque de Campismo O Tamanco, no coração mesmo da Costa de Prata: uma das regiões mais diversas e ricas do ponto de vista da cultura, da fauna e da flora que conservamos em Portugal.

O espaço é um local especialmente projetado para fornecer umas férias distintas, pitorescas e muito confortáveis para os viajantes mais curiosos, esses inveterados caçadores da experiência diferente. Do que aqui se trata é de viver um turismo alternativo,único, que visa valorizar a natureza e o património português para mudar completamente a nossa visão tradicional do que umas férias são.

Já percebemos qualquer coisa de diferente quando entramos no Tamanco, com a sua atmosfera do Sul e o seu interior de clara vontade moderna e inovadora. É, de qualquer ponto de vista, um local onde tentar unir duas filosofias que parecem antagónicas: a que defende o tradicional e a que tenciona explorar os novos limites do desenho, a arquitetura e a planificação de espaços.

Amigos - Quilometrosquecontam

A Cantina, com uma esplanada especialmente cómoda, é um bom exemplo: configura-se como um ponto para se encontrarem viajantes diversos num ambiente social relaxante e aberto, onde trocar opiniões e vivências com ajuda das estupendas refeições que também são um dos segredos locais. Aliás, é possível ter sorte e coincidir no tempo com algum dos concertos e exposições que aqui têm lugar ocasionalmente. Um componente cultural que valoriza claramente o conjunto da visita e a priori não é esperável num espaço de campismo.

Mas, afinal, qual é essa coisa de distinta e original aqui? O campismo tubista, um modo diferente e muito divertido de alojamento: a dormida é realizada num tubo de materiais recuperados com muita vegetação em volta. O espaço é completado com uma piscina de água salgada que quando chegar o bom tempo encantará o turista menos convicto.

Não podemos esquecer a região em que se insere O Tamanco, que faz também parte dos motivos que convidam a uma visita sossegada. Nas proximidades encontramos lugares de selvagem beleza natural e encanto primordial como a Serra de Síco, com os seus trilhos íngremes e formações rochosas em Buracas do Casmilo e os deliciosos queijos de Rabaçal. Em Louriçal, o mercado semanal é um atrativo constante para os turistas que visitam a zona e nele pode experimentar um frango piri piri que é um motivo de peso para ficar um bocadinho mais. No Convento das Freiras da Ordem Silenciosa pode experimentar uma visita de incrível valor antropológico e cultural: comprar um amuleto religioso às freiras que vendem sem qualquer contacto verbal com o visitante: nos seus votos incluem a proibição de falarem com pessoas do exterior, uma tradição que surpreende no país atual. E, quando a temperatura ajuda, a praia Osso da Baleia é o lugar ideal para acabar o dia: águas prateadas que beijam as silenciosas dunas que um só olhar não conseguiria, nunca, abranger.

Good Year Kilometros que cuentan