Turismo sustentável: a nova tendência em Portugal

15 Março | 2019 | Goodyear

Turismo sustentável é uma das palavras de ordem em matéria de responsabilidade ambiental das empresas hoteleiras e dos próprios turistas.

Em Portugal, encontram-se alguns dos destinos mais sustentáveis do ano passado. Aguardamos a publicação da lista relativa ao corrente ano. Entretanto, revisitamos os cinco locais que integraram, em 2018, a lista dos destinos mais sustentáveis do mundo em terras lusas.

Açores, Oeste, concelhos de Cascais, Sintra e Torres Vedras foram os locais que integraram a lista. A lista decorre da ITB, que se realiza no início de março, em Berlim. É aqui que o sector se mostra anualmente ao mercado.

A costa ocidental portuguesa é então reconhecida por ter algumas das “melhores cidades, comunidades & cultura”. Aqui se incluem o concelho de Cascais, a Região Oeste, Sintra e Torres Vedras. Por seu lado, os Açores foram agraciados com o título de “Melhor do Atlântico”.

Além dos destinos nacionais foram ainda vencedoras localidades no Botswana (Chobe-Makgadikgadi-Okavango e Selinda); na Holanda (Delta); no Reino do Butão, na Eslovénia, no Ruanda (Parque Nacional Volcanoes), no Tajiquistão (Região High Pamirs Mountain), no Colorado, EUA (Vail), e em Malta (Gozo). A lista tem muitas outras categorias e destinos cuja lista completa pode verificar no site do ITB.

Cascais

A vila de Cascais é então considerada um destino sustentável. Para tal contribuiu o trabalho desenvolvido pela autarquia na recuperação ambiental feita na Duna da Cresmina e no Pisão. Esta requalificação ambiental começou, em 2010, com o Centro de Interpretação da Duna da Cresmina e Quinta do Pisão.

Deste modo, foram recuperados 90 hectares na zona, inserida no Parque Natural de Sintra-Cascais. Para o efeito, foram colocados dois quilómetros de passadiços para evitar a destruição da duna da Cresmina, alvo de recuperação e consolidação de vegetação, introdução de sinalética e pontos de observação.

Região Oeste

A Região Oeste Portugal, constituída por 12 municípios, é outro dos destinos sustentáveis de Portugal. É-o, aliás, há vários anos. A região tem sido considerada um dos melhores locais a nível mundial a proteger em matéria de cultura e tradição. A comunidade local está envolvida na defesa de um turismo sustentável. A região tem sido reconhecida múltiplas vezes. A região está novamente na linha da frente para os prémios deste ano que deverão ser divulgados em breve.

Torres Vedras

Torrres Vedras está entre os destinos turísticos mais sustentáveis do mundo. Alheio ao reconhecimento não pode estar o Plano Estratégico para o desenvolvimento da atividade turística da região.

A autarquia tem noção de que o trabalho conjunto, organizado em rede, pode conduzir ao sucesso da atividade turística do século XXI. Na prática, um turismo mais sustentável. Para o efeito Torres Vedras pretende um desenvolvimento racional e equilibrado do turismo, com impacto positivo na economia local e a criação de plataformas de entendimento entre os diversos agentes do setor. Tudo para que possa ter umas férias mais amigas do ambiente.

Sintra

Um dos motivos que levaram à escolha de Sintra como um destino sustentável foi o esforço dedicado à proteção da cultura e tradições, com o envolvimento da comunidade local, na defesa de um turismo sustentável e contra o chamado “turismo de massas”.

Uma das opções de passeio em Sintra passa por passeios de bicicleta, com motor eléctrico. É uma opção para famílias com crianças para tirar partido da sustentabilidade do turismo em Sintra.

Açores

Os Açores têm vindo, ao longo do anos, a ser considerados como um destino sustentável. No entanto, o maior reconhecimento poderá estar a chegar. É que o arquipélago português está a preparar-se para receber a certificação como destino sustentável, passando a integrar uma pequena lista que inclui locais como a Islândia, a Nova Zelândia, a Austrália, o México e a zona de Huangshan na China.

O selo de qualidade do Global Sustainable Tourism Council (GSTC), com a chancela das Nações Unidas, deverá ser atribuído a esta região que integra 123 áreas protegidas, incluindo território submerso ou as mais de 70 fajãs, que constituem um património natural único da ilha de São Jorge.

Os prémios da Feira Internacional de Turismo, em Berlim, são atribuídos anualmente em março. Este ano Portugal conta com 10 destinos na lista preliminar de destinos de turismo sustentável. A lista é composta pela região do Oeste e Torres Vedras, Águeda, Alto Minho, Açores, Cascais, Lagos, o Parque Nacional da Peneda-Gerês, as serras do Socorro e Archeira e Sintra.

Good Year Kilometros que cuentan