Adeus Verão, Olá Outono: música para o fim da estação

O problema não é o Outono, mas sim o Verão que teima em ficar depois das férias acabarem! O nosso remédio? Atacar o trânsito matinal com boa música!

A melancolia de Outono é fenómeno tardio no nosso país. O verão português tem uma forma curiosa de se despedir. Vai saindo devagarinho, como se deixar a porta aberta para o outono entrar fosse um grande sacrifício. E é, claro que é! Regressamos ao trabalho e à rotina cabisbaixos, as férias já acabaram, mas o bom tempo ainda vai durar algumas semanas. No fundo, o problema não é a chegada do Outono, mas sim o Verão que teima em ficar. O nosso remédio? Atacar o trânsito matinal com música, daquela que nos deixa bem bem dispostos e positivos para esta fase do ano.

Depois de passar por uma fase mais tradicional, Lady Gaga regressou ao espírito de ARTPOP de 2013. Ao gosto da estação, a cantora foi buscar os ritmos dancehall e os synths EDM que enchem hoje as rádios. Com cheiro ao hit de verão que podia ter sido mas não foi, The Cure é sinal que ainda há aqui centelha criativa.

Banda virtual mas muito bem relacionada, os Gorillaz já trabalharam com Mick Jones, Lou Reed ou Snoop Dog. Em Ascention recrutaram Vince Staples (ex-Odd Future) para uma tema cheio de groove e forte mensagem política. Não é a banda bem disposta de Feel Good Inc. mas os tempos tornaram-se também mais sombrios.

A sonoridade é familiar para os fãs de Lorde mas a jovem prodígio neozelandesa continua a ensaiar caminhos. Por cima de um piano a que se junta a batida assim que nos aproximamos do refrão, parece um tema sério e sombrio até que tudo culminar em tom de festa. Acende-se a Green Light e a noite é substituída por um luminoso amanhecer.

Outono é estação de mudança

O ar de boneca ainda se mantém, mas a ingenuidade de Taylor Swift saiu decididamente de cena. O tom de baton é mais escuro e acabou-se a paciência para “pequenos jogos”. Look What You Made Me Do, é o regresso da cantora depois de três anos e anuncia, nada mais nada menos, a morte da “velha Taylor”.

Depois de meses de espera, o álbum de estreia de Lil Uzi Vert chega com The Way Life Goes, e mostra um rapper de coração sensível. Com produção de Ike Beats, é um reavaliar de uma relação que terminou com o verão mas que “vais ultrapassar”. Tal e qual o regresso ao trabalho depois das férias!

Os LCD Soundsystem acabaram mas a decisão não durou muito. Regressados em 2017 com o mesmo espírito que os tínhamos deixado em 2011, parece que não passou um dia. O som clássico do TB303 com que arranca tonite traz o espírito space-disco ácido, mas a voz de James Murphy encarrega-se de a manter pop qb.

Depois de Cold, com Future, e Don’t Want to Know com Kendrik Lamar, os Maroon 5 tiraram o ano de 2017 para colaborações. Depois dos rappers, agora é a vez de SZA, a nova diva da soul que está a fazer virar cabeças, em What Lovers Do. Menos festivo que os singles anteriores da banda, é mesmo assim um tema luminoso ainda com travo de anos 80.

E quando o verão realmente acabar…

Com tons de funk latino e um espírito bem disposto, If I’m Lucky afasta-se da tendência mais urbana que Jason Derulo tem vindo a praticar ultimamente. Em troca, somos recompensados com um tema super viciante e que cresce depois de cada audição. As rádios adoram, as discotecas também e nós não conseguimos evitar bater o pé ao ritmo.

Continuamos em ritmo latino, com Camila Cabello e Young Thug, em Havana. A ex-cantora das Fifth Harmony tem despertado muita atenção e tem agora que provar que a merece. O ritmo fica no ouvido, tem tudo para se adequar à voz quente da morena e conta com uma produção impecável. É espírito de verão, ainda bem a tempo de nos aquecer a alma até ao fim do ano.

Marshmello convidou Khalid para encabeçar este tema EDM, com tudo o que caracteriza o género. Um refrão com riffs de sintetizador épicos, arranjos etéreos e um baixo profundo, a fórmula é a do costume mas o resultado sai da mediania. Não é tema para nos fazer dar pulos da pista de dança, mas parece ter o ritmo certo para acompanhar o bailado das folhas que caem.