Viajar com animais: conselhos para os levar no carro

Se está a planear viajar com animais no carro não perca estes conselhos para transportar os seus fiéis amigos da melhor maneira.

Os amantes dos cães e gatos não têm que renunciar ao prazer de viajar com animais. Se o seu melhor amigo e companheiro ideal de viagem tem quatro patas, não precisa de renunciar à sua companhia. Contudo, também eles merecem ser transportados no carro com todas as garantias de comodidade e segurança de todos os ocupantes. Siga estes simples conselhos e recomendações para transportar animais e terá uma viagem tranquila.

A caixa de transporte

Um aspecto fundamental para a segurança durante as deslocações dos animais domésticos é que viagem sempre dentro da sua mala de transporte. Mas isso não é suficiente e precisamos de nos assegurar que a caixa fica correctamente colocada e fixa. Em deslocações curtas, temos tendência a deixar a mala simplesmente sobre o banco do pendura ou traseiro. Mesmo nestes casos, deveremos colocar sempre o cinto de segurança, mesmo que não seja completamente eficaz. Vários estudos sobre a condução determinaram que o local mais seguro para colocar a caixa é no chão, entre os assentos da frente e traseiros. Conforme o veículo, recomenda-se também a instalação de uma rede divisória entre os assentos para evitar projecções de trás para a frente em travagens súbitas ou impactos.

Se o seu animal é de maiores dimensões, há também caixas para ele, sendo possível comprar ou mandar fazer jaulas do tamanho adequado, que se instalam na traseira e que possibilitam o melhor conforto para o animal e para os outros passageiros. Claro que não é uma opção para todos, e uma família grande verá assim a sua capacidade de carga severamente limitada.

Erros comuns ao viajar com animais

Outros conselhos

Tem intenção de instalar um reboque? Os reboques devidamente homologados podem ser usados para transportar uma grande variedade de animais. É o recurso habitual dos caçadores e dos criadores de cavalos para levarem os seus animais.

Antes de sair, sobretudo se vai para uma viagem longa, não se esqueça de levar consigo a comida favorita do seu animal, água e um recipiente para ela, assim como alguns dos seus brinquedos favoritos. Pode levar também pequenos brindes para os tranquilizar se ficarem nervosos ou ansiosos e até comprimidos para o enjoo.

Nunca prolongue cada etapa da condução para mais do que um par de horas. É bom para o condutor e para o cão, que ambos precisam de esticar as pernas e tratar das suas necessidades.

Erros comuns ao viajar com animais

Nunca confie em demasia na condução. Assim, do mesmo modo que coloca sempre o cinto se vai apenas até à esquina, também deve ter sempre como prioridade a segurança dos seus animais domésticos. É muito engraçado que o cão vá com a cabeça do lado de fora da janela, mas é também muito imprudente e perigoso. O seu gato é muito tranquilo? Óptimo, mas nunca o deixe solto no carro enquanto conduz.

Se seguir estes conselhos simples, garantimos que terá um maior prazer ao viajar com os seus animais, seja para levá-los ao veterinário, sair para dar um passeio no campo ou programar para uma comprida viagem de verão para a praia ou montanha, onde os cães irão correr e sentir-se livres e felizes. Não se esqueça de levar consigo a trela ou o arnês, assim como o açaime que é obrigatório em alguns países. Como sempre, informe-se bem desse tipo de detalhes sobre o seu destino, para que toda a viagem seja um prazer para animais e humanos.