Onde provar o melhor vinho da Madeira

11 Setembro | 2019 | Goodyear

Foi em 1419 que os navegadores João Gonçalves Zarco, Tristão Vaz Teixeira e Bartolomeu Perestrelo descobriram a ilha da Madeira e, seis anos depois, começou a colonização, supostamente por ordem do Infante D. Henrique. A riqueza do solo permitiu aos primeiros madeirenses cultivarem trigo, cana de açúcar e, a parte que nos interessa aqui, vinha. E não demorou muito, cerca de um quarto de século, para saírem da ilha as primeiras pipas cheias com um néctar que viria a tornar-se mundialmente famoso: o Vinho Madeira.

Tal como aconteceu com o vinho do Porto, foram os ingleses que espalharam a fama do vinho da Madeira pelos quatro continentes e reza a história que o brinde da celebração da independência dos Estados Unidos da América foi feito com Madeira!

Hoje em dia, a região vitícola da Madeira ocupa cerca de 400 hectares e a vindima, entre Agosto e Outubro,  é ainda feita à mão. A casta Malvasia é a que desde tempos seculares se destacou na sua produção. Utilizam-se também na produção do Vinho Madeira, as seguintes castas: Sercial, Boal e Verdelho, que conferem quatro níveis de doçura ao vinho (doce, meio doce, meio seco e seco). Estas são as chamadas castas nobres que continuam a ser produzidas na ilha. Mas atualmente a Tinta Negra é a casta que está na base da maior parte da produção de Vinho Madeira, sendo que, dada a sua versatilidade, produz os quatros graus de doçura.

O período de envelhecimento do vinho determina a qualidade de um Madeira, que é classificado de acordo com os anos de envelhecimento: cinco, dez e quinze anos.

Os melhores vinhos da Madeira são aqueles que provêm das vinhas plantadas nas zonas de menor altitude. Já 0s vinhos de gama mais baixa são comercializados sem indicação de idade.

 

Onde provar vinho da Madeira

Por esta altura já acabou a Festa do Vinho que, no início de Setembro, celebra anualmente o produto mais famoso da ilha. Mas há provas de vinhos durante o ano inteiro e visitas às mais conhecidas caves onde é produzido o Madeira.

Uma delas é a Blandy’s, estabelecida em 1811 por John Blandy e cujos herdeiros continuam a gerir a empresa fundada pelo seu antepassado. Situadas na Avenida Arriaga, mesmo no centro do Funchal, promove visitas guiadas com prova de vinhos de segunda a sexta das 10h às 18h30 e ao sábado das 10h às 13h.

Outro produtor histórico é a H.M Borges, casa fundada em 1877 por Henrique Menezes Borges. As caves ficam junto ao Instituto do Vinho da Madeira, na rua 31 de Janeiro, onde pode deliciar-se numa sala de provas construída com madeiras do século XIX. As visitas são de segunda a sexta, começam às 9h30 e terminam às 17h30.

Não muito longe da Câmara Municipal do Funchal ficam as Adegas Pereira D’Oliveira, casa fundada em 1820, num edifício construído em 1619 e que reúne cinco produtores/exportadores da ilha. As vistas decorrem de segunda a sexta das 9h30 às 18h. Aos sábados é só da parte da manhã.

De que está à espera? Marque a sua viagem para a Pérola do Atlântico para provar um vinho que já era apreciado por William Shakespeare.

 

Good Year Kilometros que cuentan