000 Volante gestual: descobre o volante do futuro - quilometrosquecontam

Volante gestual: descobre o volante do futuro

25 Junho | 2019 | Goodyear

O volante do futuro já chegou. É a evolução lógica da união dos comandos com botões e a tecnologia gestual e a Goddyear explica como funciona.

O volante do futuro já chegou. Ou quase. A constante evolução da tecnologia no sector automóvel é notória nos prodigiosos avanços no volante. E o que é o volante gestual? É a evolução lógica nascida da união do volante de comandos com botões e a tecnologia gestual muito semelhante à tecnologia táctil que existe nos smartphones, caixas automáticos, tablets e em cada vez mais lugares, dotado apenas de painéis de plástico transparente incorporados, chamados zonas de deteção, que fazem as vezes dos comandos tácteis.

Este novo conceito de volante oferece a possibilidade de dar uso a funcionalidades que vão desde ouvir música a atender ou fazer chamadas telefónicas, passando pelo manuseamento do navegador e do computador de bordo. E, com o volante gestual é também possível controlar todo o sistema multimédia do automóvel sem tirar as mãos do volante ou a vista da estrada.

Como funciona o volante gestual

Nas zonas de deteção do dispositivo encontra-se um sensor composto por uma câmara 3D cujo sensor de imagem é capaz de converter o sinal de infravermelhos numa imagem 3D, detetando assim milimetricamente os movimentos do condutor. A utilização deste volante é bastante sensível. Os polegares interagem com os ecrãs de deteção do mesmo modo de quando usamos o smartphone e vamos passando ecrãs e aplicações até carregar na que desejamos. Neste caso, o ecrã onde serão visíveis as diversas ações e opções encontra-se no painel de instrumentos, dentro do campo de visão.

O rol de possibilidades que se abre com este avanço tecnológico é aliciante. De início, pode parecer que só serve para dar uso aos elementos multimédia, mas depressa vemos que podemos ter o controlo total do veículo. Ou seja, podemos não só utilizar todas as aplicações móveis e o sistema de som do automóvel como também ter o controlo de outros elementos como as janelas elétricas, o ar condicionado e os mais diversos componentes. Até para isso há tempo.

Convém recordar que, na hora de conduzir, quer seja com um volante tradicional quer com o último modelo tecnológico, há que sempre seguir uma série de conselhos de uso do volante para conduzir melhor e com menos fadiga. Entre estes conselhos para o uso do volante, mantenha sempre o assento na posição adequada tanto em distância como na altura em relação ao volante, bem como o ângulo correto. Procure sentar-se de maneira a a que possa manejar o volante sem ter os braços esticados mas sim um pouco dobrados, para não se cansar. Por último, recorde que nunca deve cruzar as mãos durante as curvas e, sobretudo, deve manter as mãos no volante. Para isso terá o seu volante gestual!

E, definitivamente, o que conta é desfrutar do prazer da viagem do princípio ao fim. Agora, graças às novas possibilidades que oferece o volante gestual, poderá desfrutar da condução sem tirar as mãos do volante e a vista da estrada.

Good Year Kilometros que cuentan