Próximas, selvagens e desconhecidas: as praias da Galiza

25 Agosto | 2015 | Goodyear

Na galega costa norte, com a face voltada para o Atlântico a Oeste e a Biscaia a Oriente, encontramos algumas das mais belas praias espanholas, com características e carisma muito diferentes e singulares. E muitas delas são de acesso bem mais rápido e cómodo para a metade superior de Portugal do que qualquer praia a Sul de Peniche.

Escolhemos apenas três exemplos para que escolha um objectivo quando se fizer à estrada na direção da Galiza. Já sabemos como é fácil perdermo-nos na nossa província espanhola favorita (se não é o polvo, são as cigalas, se não é um San Simón, são as empanadas), por isso desta vez vamos rumar a norte com o Mar Cantábrico como destino.

Playa de Rodas, Vigo

Apanhando um barco no porto de Vigo (cidade que merece visita por si só), ficamos à distância de 40 minutos do arquipélago das Cíes, onde a Praia de Rodas une as ilhas de Monteagudo e Faro. Com um quilómetro de comprimento e águas cristalinas cor de esmeralda, é a mais conhecida das nove que podemos encontrar aqui.

Agosto é um mês muito concorrido e vários ferries estão num permanente vai-e-vem, há um limite diário de 2200 visitantes, por isso programe com alguma antecedência. O parque de campismo da ilha é a melhor opção para quem quiser passar ali a noite, mas necessita de solicitar permissão no porto de Vigo, pois toda a zona faz parte de a reserva natural das Ciés.

Castro de Baroña

 

Playa de Castro de Baroña, Corunha

Continuando para Norte em direcção à Corunha, encontramos a praia de Castro de Baroña, que vai buscar o seu nome ao castro da Idade do Ferro que ladeia o areal, um dos vestígios celtas melhor preservados na Galiza. Mas este é apena um bónus na beleza singela mas rude desta praia que, de vez em quando, oferece espetáculos gratuitos de golfinhos a saltar nas suas águas.

Abrigada por colinas com mais de 50 metros, fica mais resguardada dos ventos fortes da zona e parece um verdadeiro oásis de calma. Castro de Baroña é conhecida pelo seu elevado nível de iodo, que possibilita bronzeados bem marcados, por isso tenha cuidado com a exposição ao Sol excessiva!

 

Playa de las Catedrales, Ribadeo

Os enormes rochedos que lhe são cenário deram-lhe a alcunha de “de Las Catedrales”, mas o verdadeiro nome de esta praia é Playa de Aguas Santas. As areias estendem-se ao longo de quilómetro e meio que podemos percorrer, enquanto apreciamos as formações de rocha e cavernas visíveis apenas durante a maré baixa.

Quando as águas sobem, fenómeno que é particularmente rápido nesta zona, a praia parece demasiado pequena e é altura ideal para passear pelos penhascos e pelas praias em volta. Aqui perto encontramos uma série de miradouros, a partir dos quais podemos apreciar os diferentes efeitos que a luz do sol faz nos penhascos ao longo do dia.

Good Year Kilometros que cuentan