Não tem planos para a passagem de ano? Propomos-lhe 10!

Está aí a noite mais quente do inverno e não há motivos para ficar em casa! Conheça 10 programas de norte a sul do país para uma grande passagem de ano!

Já tem planos para a noite de passagem de ano? Se este ano não pode ir para fora ou atrasou-se a preparar a viagem não desanime. Está aí a noite mais quente do inverno e não há motivos para ficar em casa! Conheça 10 programas de norte a sul do país para uma grande passagem de ano!

Guimarães

No Centro Histórico de Guimarães vão estar DJs, animação de rua e um espetáculo de vídeo mapping. O Largo da Oliveira e a Praça de S. Tiago são o palco da festa e a hora que antecede a meia-noite vai ser recheada de música vintage. Quando faltarem três minutos para a meia-noite começa um festival de criatividade e de efeitos especiais de vídeo mapping, com música frenética e variada. A festa continua depois com música a cargo de DJs locais

Braga

É à volta da Avenida Central que a festa bracarense acontece. É o melhor ponto para se assistir ao fogo de artifício e onde se centra a diversão. A receção ao ano novo vai ser feita ao som da música de Miguel Gameiro e, depois da meia-noite a diversão continua com o DJ Wilson Honrado. No dia seguinte, a festa não pára e os espetáculos começam na avenida às 3 da tarde.

Porto

Não há festa no porto que não passe pela Avenida dos Aliados e pela Ribeira. O fim de ano não é exceção e, neste eixo, a diversão abunda. E é de graça! Há animação local, concertos e festas ao longo do caminho mas há também uma programação oficial muito séria. A melhor vista para o fogo é a da Ribeira mas, da Casa da Música ao Mosteiro de São Bento da Vitória há muitos programas para nos perderemos.

Coimbra

A festa em Coimbra começou logo no princípio do mês, com o Festival “Luzes Sobre a Baixa”. Apesar disso a energia não se esgota e a animação aquece para a última noite do ano. O Largo da Portagem vai ter HMB e os Peste & Sida e os Karetus vão estar na Praça do Comércio. À meia-noite a atenção recai sobre as águas do Mondego, cenário para o fogo de artifício.

Figueira da Foz

Música e animação, fogo-de-artifício e calor humano, desporto, saúde e tradição voltam a ser os ingredientes, na Figueira da Foz. De 29 a 31, Diogo Piçarra, David Carreira e Pedro Abrunhosa encerram o ano com chave de ouro. À chegada do Ano Novo, figueirenses e visitantes podem contar com o sempre aguardado espetáculo de fogo. A música continua pela madrugada dentro, com DJ Nelson Cunha da Megahits. Os espetáculos, na Praça do Forte, têm entrada livre.

Lisboa

A capital pode ter um encontro marcado na Praça do Comércio mas, de uma ponta à outra, não faltam propostas. O fim de semana começa ao som do fado de Ana Moura, começa a aquecer com Bonga e rebenta com os Capitão Fausto. No resto da cidade há ainda o Convento do Beato a chamar um público mais selecto, o Casino de Lisboa, o Palácio Real e a Estufa Fria. Numa versão mais original, o Museu da Carris abre também as portas para uma Passagem de Ano no Museu.

Évora

A histórica Praça do Giraldo vai ser o palco onde os eborenses vão dar um passo de dança nesta noite. A festa começa com o espírito oldies dos Seven Dixie, numa explosão de música americana dos anos 20. À meia-noite iluminam-se os céus da cidade para o fogo de artifício enquanto a animação prossegue com DJ’s até de manhã.

Beja

O fogo-de-artifício à meia noite assinala a entrada em 2018 e pinta de cores alegres o céu de Beja. O espetáculo de fim de ano da Praça da República conta com Nelson Freitas e a sua mistura de R&B e Kizomba. “Miúda Linda” ou “Bo tem mel” são alguns temas que prometem animar a noite. Os Sonido Andaluz sobem ao palco já na madrugada e trazem a música latina dos anos 70, 80, 90. A festa continua, a partir das 4h00, nos bares da cidade que terão uma autorização extraordinária nessa noite para permanecerem abertos até às 6h00 da manhã.

Albufeira

Em Albufeira já está tudo a postos para as celebrações do Fim de Ano. Este ano o Município aposta num cartaz diversificado com cinco dias recheados de atividades para toda a Família. Agir e Xutos e Pontapés fazem a contagem decrescente para 2018 no concerto mais aguardado do ano, na Praia dos Pescadores. À meia-noite o sempre espetacular fogo-de-artifício enche os céus de luz e de cor anunciando a entrada no novo ano. O programa prolonga-se até dia 2 de janeiro com realização da Star Parade, Paderne Medieval e o Festival de Humor Solrir.

Madeira

Não há muito que se possa dizer sobre o reveillon do Funchal que ainda não tenha sido dito. É, se não o maior, um dos maiores espetáculos de fogo de artifício do mundo e a baía é o local ideal para o ver. Do som das buzinas dos cruzeiros ancorados, à monumentalidade de todo o cenário, é uma experiência inesquecível. Não é para todos, mas é uma visão que tem que ser vivida pelo menos uma vez.