7 Museus de transportes para levar as crianças

Dos coches da família real às motas da GNR, fomos visitar os museus de transportes portugueses. Há aviões, bicicletas, motas e muito mais para as crianças.

Dos transportes públicos às mais avançadas máquinas de guerra, a nossa vida é feita de movimento. E as crianças adoram-no! Descobrimos 7 museus de transportes espalhados pelo país, todos eles divertidos e à espera de receber a sua família. Aproveite o próximo fim de semana para levar as crianças à descoberta do fantástico mundo dos transportes.

Museu Automóvel do Caramulo

Fruto da paixão automóvel, este museu começou a tomar forma a partir dos anos 50. Abel e João Lacerda escolheram o verdejante Caramulo para ser a casa de uma coleção mesmo à sua imagem. Para além do acervo permanente e viaturas particulares aqui guardadas, passam por aqui regulares exposições temporárias. Até ao fim de maio podemos conhecer a História dos 80 anos de vida do Carocha “ao serviço do povo”. Outra curiosa mostra é a de “Bicicletas com História”, representativa da evolução das duas rodas ao longo dos anos. Inicia-se com dois modelos tipo “Michaux” de 1869, seguidos das tradicionais “Bone Shakers”, triciclos, até às bicicletas actuais.

Museu da Carris

Desde 1872 que a Carris cresce em paralelo com Lisboa. Esta memória está patente no Museu da Carris que lhe oferece a possibilidade de realizar uma viagem no tempo. Este acervo integra fotografias, uniformes, títulos de transporte, equipamento oficinal, elétricos e autocarros, entre muitos outros documentos e objetos. A coleção é composta por veículos históricos (elétricos e autocarros) e peças relativas às áreas acessórias da empresa.

Museu dos Transportes e Comunicações

Localizado na margem do rio Douro, o Museu dos Transportes e Comunicações ocupa o histórico edifício da Alfândega Nova. Referência arquitetónica e patrimonial ímpar, este edifício do século XIX conta com uma área de 36.800 m2, abrindo-se simultaneamente para a cidade do Porto e para o rio Douro. O núcleo museológico “Os carros dos Presidentes” é uma das mais importantes coleções de carros do país. A instalação deste núcleo no Porto traz ao Norte do país, região com grande tradição no colecionismo automóvel, uma importante mostra. Com a implantação da República ao Presidente do Governo Provisório é cedida uma carruagem herdada da Casa Real onde é aposta a esfera armilar. Só mais tarde, depois de instalada a Presidência da República no Palácio de Belém, é criado uma pequena frota de viaturas hipomóveis para o seu serviço. Com o Estado Novo, Óscar Carmona opta por residir no Palácio da Cidadela, em Cascais e adquirem-se novas viaturas para o transporte do chefe do Estado. Já depois do 25 de Abril, o novo regime democrático trouxe profundas alterações ao parque automóvel da Presidência da República. É possível ver estes e outros exemplos deste percurso na exposição.

Museu dos Coches

Reune-se aqui uma coleção única dos Séculos XVI a XIX, na sua maioria provenientes da Casa Real Portuguesa a que se acrescentaram veículos vindos dos bens da Igreja e de coleções particulares. O Museu Nacional dos Coches apresenta um excelente conjunto que permite ao visitante a compreensão da evolução técnica e artística dos meios de transporte de tração animal, utilizados pelas cortes europeias até ao aparecimento do automóvel. No novo edifício estão expostas 70 viaturas, sendo a mais antiga datada do século XVI e a mais recente uma Mala-Posta do século XIX. Para além da coleção de viaturas hipomóveis, o Museu detém ainda um conjunto de peças que foram utilizadas no serviço das viaturas e cortejos de gala e outras ligadas à arte da cavalaria e aos jogos equestres assim como uma coleção de retratos da Família Real portuguesa.

Museu do Ar

A Base Aérea Nº1 é um espaço muito especial para a aviação portuguesa, tendo servido de base para esquadrões históricos. Serve de palco a vários festivais aéreos mas tem também a coleção principal do Museu do Ar. Penduradas no hangar principal encontramos réplicas das primeiras máquinas que voaram em Portugal, mas também originais datados dos anos 30. Máquinas curiosas e invulgares, como o histórico biplano Avro, ou imediatamente reconhecíveis, como o famosíssimo Havilland Tiger Moth, mostram todos os momentos históricos, mas também a evolução da perícias dos próprios aviadores, dos aviões de treino, passando pelos Spitfires das 2ª Grande Guerra, até aos exigentes caças a jato do fim do século XX.

Museu da GNR

O Museu da Guarda Nacional Republicana é a nossa recomendação se tiver um filho fascinado pelas motas. Expostas em vitrinas por diversas salas, poderemos encontrar peças como antigos capacetes, a heráldica da Guarda, documentos históricos, mas também a recordação dos usos originais deste convento. Vemos alguns exemplares no interior, mas o grosso da coleção de motas encontra-se no espaço do claustro. Desde a Grande Guerra, com uma soberba FN de 750cc, até aos 80s, há uma série de diferentes modelos. Há Zundapps com sidecar dos anos 50, Nortons que andaram a combater as forças do eixo, as resistentes BMWs que se tornaram imagem de marca da GNR e até exemplares de velhas fábricas nacionais.

Museu Nacional Ferroviário

Uma colecção de património ferroviário que abrange 36000 objectos num acervo alargado e diverso que junta 150 anos de história. Uma locomotiva e cinco carruagens em tamanho reduzido percorrem o caminho-de-ferro com grupos de 20 a 25 pessoas. A locomotiva imita o clássico modelo CP1424, uma homenagem ao Comboio Presidencial Português. O percurso de 7 minutos será uma experiência inesquecível para as crianças. A rotunda de locomotivas e as oficinas do vapor continuam a exposição permanente e mostram objectos do mítico Comboio Real.