O que tem de especial o vidro do pára-brisas?

Porque é que o vidro do pára-brisas é diferente do vidro das restantes janelas do automóvel? Que funções cumpre? Quais as características? Como se produz?

O vidro do pára-brisas é a nossa janela para o exterior. Mas, ainda mais importante, é uma defesa face a ameaças exteriores que nos possam causar lesões. Todos os vidros do automóvel são concebidos a pensar na segurança do condutor e ocupantes, em caso de acidente, e o vidro da frente sofre um processo adicional de laminação.

Mas mesmo entre os vidros do automóvel há diferenças. O vidro utilizado nos pára-brisas não é igual àquele aplicado nas restantes janelas do automóvel. Estas, por sua vez, são também diferentes do vidro convencional.

Os vidros dos automóveis requerem alguma atenção por parte dos utilizadores. Se tiver uma pequena quebra no vidro e estiver numa região com um clima mais rigoroso arranje-o quanto antes! A chuva pode causar danos, porque a água entra nas pequenas falhas e pode aumentar rapidamente esses pequenos orifícios.

Vidro laminado e temperado

Existem dois tipos de vidro nas janelas dos automóveis: o vidro laminado e o vidro temperado. O vidro do pára-brisas é, geralmente, laminado, enquanto que as outras janelas dos veículos são tipicamente feitas de vidro temperado.

É importante que todos as janelas dos automóveis sejam resistentes e à prova de estilhaços, mas a camada adicional de protecção no pára-brisas visa também a protecção em relação a pequenos projéteis que acertam diariamente no veículo, quando em circulação.

As três camadas do pára-brisas (duas de vidro com uma camada de vinil no interior) asseguram que a maioria de pequenos objectos que entram em contacto com a janela durante a condução danifiquem, à partida, apenas camada exterior. É mais provável que este vidro seja atingido por qualquer coisa do que as outras janelas. Como o condutor está logo a seguir, é fundamental que aquele sistema de defesa seja eficaz.

O vidro de segurança na janela de trás e dos passageiros é também resistente (temperado) e sobrevive a condições extremas, embora não precisem estar preparados para resistir aos detritos da estrada.

Quais as funções dos vidros

Além de nos permitirem ver a paisagem, as janelas dos automóveis protegem-nos. O vidro laminado utilizado no pára-brisas defende-nos quando um objeto pequeno o atinge uma vez que apenas a camada exterior se fragmenta. Quando o impacto é mais forte, o vidro parte-se, mas os fragmentos de vidro ficam colados ao vinil.

Os pára-brisas podem parecer algo simples, mas são feitos de acordo com requisitos rigorosos e dobrados de forma precisa. Caso o pára-brisas não cumpra as especificações definidas pelo fabricante não será incluídos no automóvel.

O vidro temperado é projectado para se desintegrar em pequenos pedaços com forma regular, como pedras de sal, sem arestas que possam ferir os passageiros em caso de acidente.

O que tem de especial o vidro do pára-brisas?

Como se produzem?

O vidro temperado é fabricado através de um processo de têmpera que consiste em alternar entre aquecimento extremo (500 ºC) e o arrefecimento rápido. Este processo de produção torna o vidro extremamente resistente, cerca de cinco vezes mais do que o vidro não temperado com espessura semelhante.

Mas não é apenas a resistência que torna o vidro temperado ideal para veículos. O vidro temperado não parte como outros, desfaz-se em pequenas “pedras”, sendo também conhecido como vidro de segurança. Já o vidro laminado, utilizado nos pára-brisas, resulta da colocação de uma lâmina de plástico entre duas peças de vidro. O vidro é depois aquecido num forno denominado como “autoclave”. Em caso de acidente ou de outra situação que possa partir do vidro do pára-brisas, as partes vão ficar coladas ao plástico evitando que o condutor e o passageiro sejam feridos por estilhaços

A importância dos standards de construção

Todos os vidros num veículo novo devem corresponder aos “standards” OEM (Original Equipment Manufacturer). Estes standards são definidos para cada parte de um novo veículo pelos engenheiros que o desenham. Se precisar trocar um vidro do automóvel deverá ter em conta esses standards para que continue a ser seguro estar no seu veículo.