Bacalhau, sempre na mesa

Há mais receitas de bacalhau do que dias num ano, mas quantos serão os restaurantes onde é possível comê-lo a preceito? Muitos! Eis os nossos favoritos.

Há mais receitas de bacalhau em Portugal do que dias no ano. O ditado pode ser um exagero (ou não), mas é evidente que esta é uma realidade que não se consegue apagar. Em Portugal gostamos (muito) do bacalhau, e somos verdadeiros especialistas na sua confeção. De lés-a-lés encontramos receitas diversas para um prato variado, que apenas partilha um tronco comum, o próprio bacalhau. Mas… com tantas variantes…

É difícil fazer uma seleção dos melhores restaurantes do país para experimentar o nosso ex-libris. Aliás, é impossível. Mas podemos tentar uma escolha muito subjetiva, sempre aberta a mais inclusões, que tente assinalar alguns dos lugares que não podemos esquece quando falamos no (bom) bacalhau português.

Bacalhau, sempre na mesa

No Norte há uma multidão de coisas boas e o bacalhau é apenas uma delas, mas sempre de assinalar. Na aldeia de São João de Rei, na Póvoa de Lanhoso, existe um restaurante que cativou até mesmo os sentidos de Jorge Amado: O Victor.  Antiga mercearia e depois taberna, oferece ainda hoje uma ementa generosa onde o bacalhau é estrela. Os bolinhos de bacalhau e o dito com batatas a murro fazem necessária uma caminhada posterior até ao Gerês. Ajuda na digestão e completa o prazer gastronómico com o prazer visual de uma terra realmente formosa.

Uma outra opção próxima está em Famalicão, onde o Ferrugem experimenta com a cozinha de autor e oferece um pastel de bacalhau com nata que fica gravado na memória.

Uma terceira sugestão a Norte fica em Amarante, no Restaurante Largo do Paço. É um palácio cheio de respeito pela História que não hesita também em ser local onde se experimenta na cozinha. Inovação e ousadia graças ao chef Vítor Matos e ao seu bacalhau cozinhado a 70ºC com arroz cremoso de Alcácer. Dificilmente superável.

No Porto, antes de continuar viagem para o sul, podemos demorar-nos no Paparico, um dos melhores restaurantes tradicionais da cidade. Aberto apenas para jantar, é especialista no bacalhau assado na brasa com batatas e no arroz de bacalhau. Qualquer um é uma escolha perfeita…

O bacalhau na capital

Já em Lisboa são dois os restaurantes que podemos recomendar sem hesitações, ambos no Bairro Alto. O primeiro deles é A Baiúca, um espaço clássico num lugar inigualável de Lisboa. A música tradicional enfeita a refeição e serve de pano de fundo para uma gastronomia com os pés no país. Um excelente bacalhau com natas fará com que esqueçamos todos os problemas do mundo.

Sem sairmos do Bairro Alto podemos experimentar, se preferimos um serviço diferente e atencioso, As Salgadeiras. É um espaço onde o nosso olhar passa pelos arcos de pedra tradicionais de reminiscência árabe. Um ambiente acolhedor onde experimentarmos muitas receitas de “Fiel Amigo”: sopa, à Zé do Pipo, à Bairro Alto… Há muito para escolher!

Não esquecemos o Algarve nesta rota pelo melhor bacalhau. Em Portimão encontramos um nome inconfundível que tem de ser verdadeiro faro para os apaixonados por este peixe: o Bacalhoada. Toda a ementa do restaurante gira em volta do fiel amigo: paté, pataniscas, pastéis, açorda, sopas, saladas… até completar mais de quinze pratos com um denominador comum. Já sabe qual!