Colocar correntes nos pneus: truques e conselhos

13 Dezembro | 2016 | Goodyear

Chegado o inverno ao norte do país e às zonas altas, as correntes transformam-se numa ferramenta muito importante do nosso porta-bagagem. Claro que é o tipo de cuidado que acaba por afectar apenas uma pequena parte dos condutores portugueses, mas este ano já tivemos direito a alguns nevões precoces e nunca é demais rever também estes conselhos. A tracção sobre a neve é quase nula (excepto se tivermos colocado também pneus de inverno) por isso é uma boa ideia estarmos familiarizados com o uso de correntes de pneus, caso sejamos surpreendidos por um nevão ou formos passar férias numa estância de Inverno. Nas próximas linhas iremos ensinar-lhe alguns truques para colocar as correntes, assim como recomendações a ter em conta durante os meses mais frios do ano.

Colocar as correntes nos pneus é um processo que, hoje em dia, não é nada complicado. Os fabricantes já desenvolveram sistemas cada vez mais simples e basta que se saiba mais ou menos o que se pretende para que qualquer um não demore mais do que 15 minutos a colocá-las.

Tipos de correntes para a neve

Para começar, precisa de saber que existem diferentes tipos de correntes no mercado. Em primeiro lugar existem as correntes clássicas, as que estão à disposição dos condutores desde sempre. Têm uma boa tracção e uma durabilidade aceitável, embora não sejam as mais rápidas de colocar.

Um outro tipo são as de tela. Neste caso não se tratam propriamente de correntes, mas sim de bainhas em nylon que se colocam nos pneus. São mais fáceis de instalar, mas sofrem bastante mais desgaste. Em último lugar, existem as correntes mistas que trocam o metal por uma borracha muito resistente.

Seja qual for o tipo de cadeias usadas, deverão ser instaladas nas rodas motrizes do seu veículo. Se é de tracção dianteira, como a maior parte dos carros, são as da frente. Se o veículo é de tracção traseira, nas de trás. E, no caso de carros com tracção integral (vulgo 4×4), deverá consultar o manual do veículo, já que nem todas as correntes se instalam das mesma forma. Outro factor a ter em conta é que, como pode deduzir, as correntes têm que ser da medida correcta para os nossos pneus.

Como colocar correntes nos pneus: truques e conselhos

Como colocar as correntes: conselhos práticos

Comecemos pelas mais simples, as de tela. Primeiro terá que as desenrolar para saber se estão colocadas do lado correcto e a sua instalação começa pela face superior. O tecido tem que ser colocado firme e correctamente sobre a superfície de rodagem e os flancos do pneu.

Quando a parte superior está colocada, levante o travão de mão para que a roda gire sobre a bainha e, logo de seguida, coloque as correntes no resto da roda. Tenha em conta que as correntes de tela se desgastam facilmente quando não há neve. Retire-as imediatamente quando começar a pisas o asfalto directamente.

A instalação das correntes metálicas leva um pouco mais de tempo mas, seguindo estes passos, irá aprender a colocá-las muito rapidamente. Estenda-as nos chão para ter a certeza que não estão enroladas. Depois, estique o cabo de aço por trás do pneu e encaixe-o. Prossiga com o desenrolar da corrente sobre a superfície de rodagem e, tal como as de tela, desloque o seu veículo uns centímetros para colocar as correntes no resto da roda e encaixar em todos os tensores.

Como pode ver, não é muito complicado instalar correntes mas é bom praticar um par de vezes na sua garagem para não ter que enfrentar o desafio da sua instalação pela primeira vez no meio de um grande nevão. Lembre-se também de incluir uma lanterna e uma pá no porta bagagens se a sua região é propensa a nevões nesta altura. Boa viagem!

Good Year Kilometros que cuentan