5 destinos românticos em Portugal

7 Fevereiro | 2020 | Goodyear

Os melhores lugares que o nosso país tem para oferecer para uma escapadinha a dois

A primavera ainda está longe, mas nada impede que se aproveite o romantismo que o inverno também é capaz de proporcionar. Propomos, a seguir, cinco destinos românticos no nosso país, do campo à cidade, para planear uma escapada a dois com a sua cara metade.

Gerês

Dona de belezas naturais indiscutíveis, a região do Gerês tem uma paisagem sem paralelo em Portugal Continental mas continua a ser uma ilustre desconhecida para muitos. No Gerês correm águas cristalinas em fontes e cascatas, rios e ribeiros, envolvidos por uma riqueza e ar puro únicos em toda a península.

E nada mais romântico do que visitar a floresta encantada do Parque Nacional da Peneda-Gerês, os carvalhos seculares da Mata da Albergaria. No regresso, poderá descansar nas termas de Caldas do Gerês. Por aqui poderá seguir o traçado bem conservado da geira romana, com marcos miliários que têm quase dois mil anos e que assinalavam a antiga Via Romana que ligava as cidades imperiais de Bracara Augusta (Braga) e Asturica Augusta (Astorga). A diversidade e abundância de flora e fauna locais proporcionam um contacto único com a natureza.

Onde dormir: Localizada à beira do Parque Nacional da Peneda-Gerês, a Pousada da Caniçada está situada num belíssimo chalet de montanha erguido no alto da serra entre florestas, cascatas de água translúcidas e paisagens inesquecíveis. A vista do terraço vale só por si a estadia. Imagine tomar o pequeno-almoço num autêntico miradouro sobre a barragem da Caniçada, no rio Cávado, rodeada por uma paisagem absolutamente deslumbrante.

Aveiro

Na costa oeste portuguesa, junto à ria, fica Aveiro. É uma cidade que se distingue pelos seus canais onde circulam moliceiros coloridos. É conhecida como a “Veneza portuguesa”. As embarcações tradicionais, em tempos utilizados para colher algas, são hoje um atrativo turístico. A simbiose entre a cidade e a Ria é descrita por Saramago como um “corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração”. A povoação terá sido fundada no tempo do imperador romano Marco Aurélio. Foram as aves palmípedes que por ali existiam que deram o nome à terra (Aviarium).

Grande parte do seu charme nasce na Ria e no colorido dos moliceiros. Por isso, não perca a oportunidade de dar um passeio nestes barcos e aproveite um dos diversos trajectos disponíveis nos operadores do canal central.

Onde dormir: A Casa do Pátio Amarelo é um apartamento reabilitado, situado no típico bairro da Beira Mar, no centro antigo da cidade de Aveiro. Possui um belo pátio privado. O espaço fica numa zona tranquila a poucos passos dos canais, praças, museus, jardins e restaurantes.

 

Coimbra

Um fim de semana em Coimbra é uma visita a uma das mais pitorescas e animadas cidades portuguesas. E, mesmo que os estudantes não a deixem dormir, é possível passar pela capital do centro para uma escapada romântica, com vista para o Mondego e para um património cultural e arquitectónico sem rival.

Coimbra é uma cidade acolhedora, que podemos facilmente visitar em dois dias, numa escapadela rápida mas produtiva e relaxante. Na margem norte do rio, é de visitar a Sé Velha, que usa o epíteto de “Catedral mais portuguesa de Portugal”, mandada construir por D. Afonso Henriques numa altura em que Coimbra era capital e é quase tão velha como a nossa nação. Muito perto ficam a Igreja e Mosteiro de Santa Cruz, parte do Panteão Nacional, onde estão sepultados o primeiro e o segundo Reis de Portugal. Na mesma margem, mas de construção mais tardia, a Universidade é de visita obrigatória, mesmo que seja só para passear nos seus jardins.

Onde dormir: Poucos lugares haverá mais românticos que a Quinta das Lágrimas, e os seus jardins, em Coimbra, onde se teve lugar parte da história da história trágica de o príncipe Pedro e Inês de Castro. O hotel combina natureza, charme, história, elegância, experiências. Por aqui passaram reis e imperadores e pode ser agora a sua vez, com a sua cara metade, rodeado por 12 hectares de pura beleza.

Palácio da Pena, Sintra

Sintra

Há locais que parecem renunciar a modernidade, como se qualquer mudança de paisagem fosse indesejada, perturbadora e, a todos os níveis, desnecessária. São vilas e cidades nas quais o tempo tem outro ritmo ou desistiu de correr. Sintra é um desses locais e, apesar do turismo em massa que por estes dias invade a vila, é ainda possível desfrutar de todo o romantismo que oferece.

A vila está perfeitamente enquadrada nas encostas da serra e apresenta uma atmosfera mágica em qualquer altura do ano e particularmente mística no inverno. Não deixe de visitar o Castelo dos Mouros, o Convento dos Capuchos, o Palácio da Pena, o Palácio Nacional de Sintra, o Palácio de Monserrate e, claro, a Quinta da Regaleira.

Onde dormir: O Tivoli Palácio de Seteais é uma das opções românticas para passar um fim-de-semana de sonho em Sintra. Este elegante palácio, construído no século XVIII, fica no meio de um terreno acidentado, de onde se pode avistar o oceano Atlântico e a Serra de Sintra. É o lugar perfeito para celebrar uma ocasião especial a dois. O espaço é romântico e, tal como muitos outros lugares já referidos transporta-nos a lugares passados, neste caso ao século XVIII.

 

Monsaraz

De fácil acesso, Monsaraz é sem dúvida um local a descobrir num fim de semana de escapadela: poucas zonas do país guardam tantos segredos e atividades, com um charme assim, verdadeiramente ímpar.

A vila medieval, no Alentejo, é uma das mais antigas e encantadoras de Portugal. Rodeada por muralhas, tem no interior casas brancas de cal e xisto. O castelo é incontornável. A partir daí, o visitante pode contemplar toda a vila e a planície quase infinita do Alentejo, como a observaram durante tanto tempo as quatro civilizações que por aqui já passaram.

Onde dormir: A Casa Ladeira do Castelo é um marco histórico de Monsaraz. É também um alojamento turístico em estilo rústico, com paredes de xisto. É uma proposta mais discreta, para um casal que queira privacidade, mas com acesso ao terraço, onde se pode tomar um pequeno-almoço com uma bela vista.

De norte a sul do país, há muito para escolher para a tal escapadinha a dois. Aproveite o romantismo que o inverno oferece.

Good Year Kilometros que cuentan