Mudança das etiquetas nos postos de gasolina: perguntas frequentes

Entra em vigor a 12 de outubro uma nova forma de nomear os diferentes tipos de diesel, gasolina e GPL. Na Goodyear respondemos a perguntas frequentes sobre a mudança de rótulos nos postos de gasolina. Tudo o que você precisa saber para que a nova nomenclatura não o surpreenda.

As mudanças estão a chegar e não estamos preparados. Assim o diz a directiva europeia 2014/94/UE que fixa o objectivo de uma quota de mercado de 10% para energias renováveis ​​nos transportes. Para isso, o primeiro passo será a mudança de rotulagem para unificar o uso de denominações e pictogramas indicativos dos diferentes combustíveis (os clássicos e os futuros alternativos) nos países membros. Entrará em vigor a 12 de Outubro e significará uma nova forma de nomear os diferentes tipos de diesel, gasolina e GPL . Na Goodyear respondemos a perguntas frequentes sobre a mudança de rótulos nos postos de gasolina. Tudo o que você precisa saber para que a nova nomenclatura não o surpreenda.

O que muda na rotulagem?

Novos rótulos serão disponibilizados para se referirem aos diferentes tipos de combustíveis: os redondos serão gasolina, diesel será quadrado e o diamante fica para os combustíveis gasosos. No interior incluirão informações sobre os biocomponentes de cada combustível. Para gasolina serão E5 (5% etanol), E10 (10%) e E85 (85%); no diesel é dividido em B7 (7% biodiesel), B10 (10%) e XTL (diesel sintético); nos restantes combustíveis figuram H2 (hidrogénio), GNC (gás natural comprimido), gás de petróleo liquefeito (GPL) e gás natural liquefeito (GNL).

Será o adeus à gasolina 95, 98 e diesel?

Pelo menos, será um adeus à terminologia com a qual até agora os designamos. A UE pretende unificar “informações relevantes, claras e coerentes sobre os veículos a motor que podem reabastecer normalmente com cada tipo de combustível comercializado ou recarregado nos pontos de carregamento”.

O que significa? Que as gasolinas serão chamadas E5, E10 ou E85; Diesel, B7, B10 ou XTL; e os gases, H2, CNG ou GLP. Novos pictogramas serão adicionados às novas denominações com as quais devemos familiarizar-nos quando reabastecermos nos diferentes postos de gasolina.

Quando a mudança de rótulos entrará em vigor?

Entrará em vigor a 12 de Outubro, mas haverá um período indefinido de tempo de transição no qual a nova rotulagem coexistirá com as atuais denominações conhecidas por todos. Previsivelmente, as concessionárias e associações realizarão trabalhos de divulgação para facilitar a transição entre a velha e a nova nomenclatura de combustível.

É importante ter em mente que a nova rotulagem informativa para combustíveis não substitui ou modifica a informação actualmente oferecida nos postos de combustíveis, mas é uma mudança visual à qual os motoristas devem se adaptar.

Quem é afetado pelos novos regulamentos?

As novas etiquetas aparecerão sempre nos seguintes novos veículos: ciclomotores, motos, triciclos, veículos todo-o-terreno, automóveis de passageiros, veículos comerciais ligeiros e pesados, autocarros e autocarros. As etiquetas aparecerão nas proximidades da tampa de enchimento ou da tampa do tanque de veículos novos. As novas informações também aparecerão nos manuais dos veículos automotores, nos pontos de reabastecimento e recarga e nas concessionárias de veículos. A norma será aplicável nos 28 estados membros da União Europeia, bem como nos países do EEE (Islândia, Liechtenstein e Noruega) e nos estados da Macedônia, Sérvia, Suíça e Turquia.

Como são as novas etiquetas para combustíveis?

O rótulo que será usado para a gasolina tem um círculo e dentro dele uma letra E acompanhada de números: o E designa os biocomponentes específicos presentes na gasolina. Serão E5 (5% etanol), E10 (10%) e E85 (85%). A rotulagem do gasóleo irá ser um quadrado com uma letra B acompanhada por números: a letra B designa os componentes específicos de biodiesel em diesel: B7 (7% de biodiesel), B10 (10%) e XTL (diesel sintentico). Os marcadores utilizados para combustíveis gasosos são em forma de losango, com as letras que designam cada um do combustível no interior: H2 (hidrogénio), GNC (gás natural comprimido), LGP (gás de petróleo liquefeito) e GNL ( gás natural liquefeito).

Isso afeta carros híbridos e elétricos?

Se seu carro é híbrido-elétrico, sim porque para reabastecer o combustível adequado deverá levar em conta a nova rotulagem. Um conjunto de rótulos semelhantes aos descritos está a ser projetado para implementação futura. nesta transição para os veículos elétricos.

Apesar de haver um período de coexistência de nova rotulagem com nomes clássicos que permitem que motoristas e utilizadores se acostumem à nova realidade europeia, os utilizadores devem conhecer as mudanças para facilitar a transição entre a antiga nomenclatura e a nova.