Algarve: muito mais que sol e praia

O Algarve aguarda por si com uma gastronomia que quase supera o seu clima

O Algarve. Um nome que evoca em muitos apenas sol, praia e verão. Um turismo que contempla apenas uma pequena parte da riqueza que esta terra oferece para o visitante. É óbvio que salientar unicamente esta oferta implica diminuir o valor que o Algarve tem fora do verão e as melhores épocas do ano quanto a clima como atrativo turístico. Que são muitas.

É por isso que queremos destacar uma outra qualidade do Algarve que os turistas não costumam levar na cabeça quando viajam: a sua gastronomia. A cataplana, a estrela da cozinha do sul, é mais do que um prato ou vários: é um modo de entender a comida e até mesmo a vida. A cataplana como prato é um guisado com peixe e verdura, marisco às vezes, muito ligeiro para a digestão e dotado hoje de um monte de variedades. Se ficar com vontade de mais após experimentá-lo, pode comprar a cataplana, a panela, em qualquer loja de Faro ou Portimão e continuar a experimentar na sua casa com receitas inovadoras.

Mais não é apenas a cataplana que o Algarve pode oferecer ao mundo da gastronomia. Carnes e peixes grelhados são outra especialidade regional muito distinguida e desenvolvida. A sardinha, o carapau e a dourada são os peixes mais utilizados na elaboração, enquanto em carnes encontramos o porco como ingrediente principal. Ainda existe uma modalidade “mista” de peixe e carne. O bacalhau é aqui menos típico que em outros locais de Portugal, ainda que é possível encontrar saladas de grão com bacalhau.

Se quiser aproveitar um fim de semana para uma escapadela ao Algarve com objectivos nutricionais, é sempre uma boa ideia começar por Faro. Já for para almoçar ou jantar, lá encontramos várias opções muito interessantes, variadas e destinadas a contentar até mesmo o paladar mais exigente. Dentro da zona amuralhada podemos perder a vista pelas esplanadas na procura da correta, ou podemos ir a um destes três locais seguros. A Taverna da Sé, perto da Catedral, ou a Taverna Modesto, com esplanada numa praça pedestre e uma carta extensa de grelhados.

Na zona pedestre comercial perto da praça Dr Francisco Gomes há também opções para um jantar numa noite de bom tempo. Há ruas com bons restaurantes um bocadinho mais caros mas com um produto indubitavelmente bom.

No Algarve - Quilometrosquecontam

Em Tavira pode desfrutar da oferta gastronómica nas beiras do Gilão, esse rio que a própria Tavira batiza novamente quando entra na cidade. As esplanadas são típicas e muito giras nas noites de verão. Na beira norte, com a vista da Ponte Romana, há um par de locais que oferecem um jantar com muita beleza em torno mas, evidentemente, um preço acorde.

Para além do rio, porém, existem esplanadas mais próprias do país e mais baratas. Na Rua Almirante Cándido dos Reis podemos encontrar A Bica, e na Rua João Vaz Corte Real está a Churrasqueira Cota, especializada em carne e peixe grelhados e com uma esplanada incrível no terraço do prédio.

Na Rua 25 de Abril de Lagos podemos visitar o Dom Sebastião e o São Gonçalo. Este último é um pequeno restaurante especializado em comida nacional onde o arroz de tamboril com marisco é realmente espetacular. A rua acolhe restaurantes muito variados, mas é em qualquer destes dois que irá descobrir as autênticas iguarias portuguesas.

Se viajar para o interior em vez da costa, na Serra de Monchique, poderá desfrutar de pouco conhecidos enchidos e dos guisados de carne mais típicos da região serrana, tão diferente da litoral. Com um clima sensivelmente mais frio, a gastronomia aqui é mais parecida com a do Portugal ao norte.

Por último, e porque o Algarve tem muito mais a mostrar do que sol, praia e gastronomia, não esqueça que antes do turismo foi a industria conserveira o coração da zona. O peixe era aqui transformado num produto de exportação que dirigiu a economia local por muitos anos. Se quiser aprender mais deste modelo económico abandonado, pode visitar o Museu de Portimão na velha fábrica de conservas, para conhecer como é que funcionava aquele modo de vida que hoje são ecos do vento na costa.