Restaurantes de comer e chorar por mais na Costa Vicentina

24 Julho | 2019 | Goodyear

Os 150 quilómetros de costa que vão de Tróia até ao Algarve tornaram-se num dos destinos de férias preferidos dos portugueses, não só pelas suas extensas praias onde, na maior parte dos casos, há espaço para toda a gente, mas também pela diversidade e beleza da paisagem.

E, claro, pela boa mesa. Ao longo da Costa Vicentina, nome oficial do litoral alentejano, há muitos e bons restaurantes para descobrir, onde o peixe e o marisco são, naturalmente, o prato forte da ementa. No sentido norte-sul, deixamos aqui uma série de sugestões onde pode ter a certeza que será bem servido.

Adega de Sines

Nada como uma boa e típica taberna alentejana para começar esta pequena viagem. Bem no centro da cidade que viu nascer Vasco da Gama fica a Adega de Sines, onde o petisco é sempre o prato do dia. Do frango assado à carne de porco à alentejana, do peixe grelhado ao caril e à muamba, há opções para todos os gostos nesta tasca com mais de um século de vida.

Trinca Espinhas

Imediatamente a sul de Sines fica a praia de São Torpes, sempre muito procurada pelos praticantes de surf. E, mesmo à beira do areal é onde encontramos o Trinca Espinhas, restaurante de madeira cuja pintura em azul vivo salta logo à vista. Estando onde está, o peixe fresco é o rei da ementa, da cataplana à Trinca Espinhas ao arroz de tamboril sem esquecer, claro, o simples peixe grelhado na brasa.

Tasca do Xico

Mesmo junto ao porto de pesca de Porto Covo fica a Tasca do Xico, certamente o restaurante com a melhor vista da localidade alentejana imortalizada por Rui Veloso. O peixe grelhado, acabado se sair da lota ali mesmo ao lado, é sempre uma boa opção mas prove também a caldeirada ou o choco frio. Se preferir optar pela carne, há sempre a tradicional alentejana.

Porto das Barcas

Antes de chegar a Vila Nova de Milfontes encontramos a praia do Porto das Barcas. Mesmo junto ao porto de pesca, situa-se o restaurante com o mesmo nome, onde só a vista sobre o mar vale a pena a visita. Numa ementa feita a pensar no peixe fresco, há muito por onde escolher, da feijoada de búzios ao polvo na frigideira, passando pelo esparguete do mar com amêijoa e camarão e as gambas à Brás.

Tasca do Celso

É um dos clássicos de Vila Nova de Milfontes, uma verdadeira instituição do litoral alentejano. A Tasca do Celso oferece uma ementa variada seja nos petiscos ou nos pratos propriamente ditos. Experimente, para começar, as amêijoas, a linguiça com ovos mexidos ou a saladinha de polvo e passe depois para a açorda de camarão ou a massada de peixe.

A Barca – Tranquitanas

Há mais de quatro décadas que A Barca-Tranquitanas oferece o melhor peixe a quem por lá passa. Mesmo antes de entrar na Zambujeira do Mar (quem vier de norte), o restaurante tem na ementa um pouco de tudo, da feijoada de búzios aos filetes de pampo com arroz de tomate, sem esquecer, como seria de esperar, o peixe na grelha.

O Paulo

O nosso roteiro termina no Algarve, na Arrifana, concelho de Aljezul, onde fica O Paulo. Localizado junto à fortaleza, o restaurante oferece, para além da vista, uma carta onde o peixe e o marisco são reis e senhores. Experimente a mariscada à Arrifana, a massada à Paulo, o arroz de lingueirão ou, se tiver virado para a carne, o T-Bone, um bife grelhado de 500 gramas.

As sugestões estão dadas. Se as suas férias este ano passam pela Costa Vicentina, não deixe de provar o que de melhor a região tem para oferecer em termos de gastronomia.

Good Year Kilometros que cuentan